Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomar

A gradação clássica da dispnéia na insuficiência cardíaca é uma forma fisiológica e patológica. A primeira é a resposta do corpo ao exercício, exercício. Essa falta de ar passa depois de um breve descanso. O segundo é um sintoma da doença, que às vezes ocorre mesmo em estado de repouso completo. A dispnéia patológica é dividida em vários tipos:

  • inspiratório - dificuldade em respirar;
  • expiratória - dificuldade em expirar;
  • mista - a respiração é difícil tanto na inalação quanto na exalação.

A gravidade da falta de ar patológica dependerá do estágio da insuficiência cardíaca, determinado pelos sintomas da patologia. Deste ponto de vista, distingue:

  • grau zero - a insuficiência respiratória só é possível com esforço físico excessivo;
  • primeiro ou fácil - ao subir escadas, caminhar rápido, exercícios intensos;
  • segundo ou meio - ocorre durante o esforço físico normal;
  • terceiro ou grave - caminhada normal requer paradas frequentes (a cada 2-3 minutos), combinada com fadiga crônica, inchaço das pernas;
  • quarto ou extremamente difícil - a respiração é difícil em repouso, uma pessoa não consegue se vestir de forma independente, perde a capacidade de trabalho.

A forma da dispnéia cardíaca é classificada em:

  • emergência - desenvolve-se em um contexto de condições agudas em caso de insuficiência miocárdica no bombeamento normal do sangue;
  • ortopneia - incapacidade de mentir enquanto o paciente sufoca;
  • paroxística noturna - apnéia, respiração confusa com acordar;
  • bendopnéia - insuficiência respiratória ao inclinar-se para frente.

O último termo foi cunhado pela primeira vez em 2014.

A classificação desta doença é causada por uma violação da frequência respiratória, seu ritmo, profundidade. A dispnéia pode ser:

  • odyshka pri serdechnoj nedostatochnosti lechenie 1 - Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomarsubjetivo - há falta de ar, compressão e dor no peito;
  • objetivo - ao examinar um paciente, os sinais externos são visíveis.

Freqüentemente há uma condição em que, com sintomas graves de falta de ar, ela não se manifesta externamente. Falta de ar pode ser:

  • fisiológico - uma pessoa saudável não tem ar suficiente após trabalhos físicos intensos ou exercícios esportivos intensos;
  • patológico - esta condição é causada por vários tipos de doenças.

O estado patológico dos distúrbios respiratórios se manifesta em vários tipos de falta de ar.

  1. Central - com depressão respiratória causada por falta de oxigênio, com aumento da pressão dentro do crânio, com acidente vascular cerebral, edema ou tumor cerebral;
  2. Músculo neuromuscular - em caso de violação da musculatura respiratória após lesão, com doenças infecciosas ou inflamatórias;
  3. Diafragmático - com fratura das costelas, distensão abdominal, obesidade;
  4. Broncopulmonar - se houver manifestação de obstrução do trato pulmonar.

Com a obstrução broncopulmonar, o processo patológico complica a passagem do ar. Essa falta de ar acompanha asma brônquica, pneumonia, câncer de pulmão, outras doenças e também ocorre quando um corpo estranho entra nos pulmões, brônquios.

Manifestações externas

Falta de ar na insuficiência cardíaca indica troca gasosa prejudicada, com vários sintomas específicos.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

Primeiros sinais

Convencionalmente, as primeiras manifestações clínicas podem ser divididas naquelas provocadas pelo aumento da insuficiência respiratória e da disfunção cardíaca. Na estréia da patologia, os dois fatores são importantes, manifestando-se em:

  • astenia - uma síndrome de fadiga crônica devido à falta de suprimento normal de oxigênio para o cérebro;
  • enxaqueca;
  • desconforto retroesternal;
  • taquipnéia - aumento dos movimentos respiratórios até 20 / minuto;
  • diminuição da resistência à atividade física;
  • perturbação do ritmo do coração;
  • desmaio.

A síncope frequente (desmaio) é um sinal de um derrame em desenvolvimento.

No contexto de HC aguda

A dispnéia no contexto de insuficiência cardíaca aguda é um sintoma de edema pulmonar. Dispnéia cardíaca manifestada na forma de:

  • dor de cabeça severa;
  • arritmias;
  • aumento da dor no peito;
  • aumento da pressão arterial;
  • sentimentos de falta de ar;
  • o número de respirações atinge 40-60 / minuto;
  • há tosse;
  • estertores borbulhantes nos pulmões são ouvidos à distância;
  • escarro espumoso parece misturado com sangue.

Esta condição requer assistência de emergência, a procrastinação é fatal.

Na insuficiência cardíaca crônica, a dispnéia ocorre em 100% dos casos. Ela tem vários recursos:

  • ocorre num contexto de pressão alta;
  • amplificado sob carga, desaparece em repouso;
  • os sintomas de falta de ar aumentam com a duração do início da insuficiência cardíaca;
  • a dispnéia não permite que uma pessoa se deite horizontalmente, sempre em travesseiros altos ou meio sentada, sentada;
  • existe pasto;
  • a pele fica cianótica;
  • aparece tosse constante;
  • ataques de asma cardíaca desenvolvem-se à noite - a incapacidade de respirar acorda a pessoa, causando medo, medo da morte.

De qualquer forma, a dispnéia com severidade que acompanha qualquer insuficiência cardíaca é um sinal prognóstico ruim, indicando descompensação do processo.

A linha inferior é terapia de insuficiência cardíaca. Para fazer isso, use métodos diferentes, meios. O tratamento é sempre combinado ou complexo.

Primeiro socorro

A vida de uma pessoa depende da pontualidade dos primeiros socorros; portanto, com dispnéia acentuada, é importante seguir estas regras:

  • chame uma ambulância;
  • fornecer ar fresco;
  • afrouxar roupas apertadas;
  • colocar uma pessoa em pose com as pernas para baixo;
  • se houver uma almofada de oxigênio, use-a;
  • na ausência de varizes, não é estanque, mantendo o fluxo sanguíneo, atadura com atadura elástica dos braços e pernas;
  • sob a língua - Nitroglicerina;
  • Você pode dar um comprimido de Furosemida, gotas de Corvalol.

Depois disso, você deve esperar até que o médico chegue sem deixar o paciente em paz, tranquilizando-o ao primeiro sinal de pânico.

Grupo de medicamentos, representantes individuaisEfeito da terapia
Inibidores da ECA: Prestarium, Captopril, LisinoprilOs medicamentos melhoram a microcirculação, normalizam o fluxo sanguíneo, reduzem os batimentos cardíacos, equilibram a pressão sanguínea
Vasodilatadores: Nitroglicerina, Molsidomin, CardicetOs comprimidos dilatam os vasos sanguíneos, melhoram a nutrição dos tecidos
Glicosídeos cardíacos: Digoxina, Korglikon, AdonizideMedicamentos aumentam a resistência cardíaca, impedem o desenvolvimento de arritmias
Nitratos: Nitroglicerina, Nitrong, SustakMedicamentos eliminam hipóxia, normalizam o fluxo sanguíneo para a lesão
Bloqueadores adrenérgicos: Concor, Prazosina, MetoprololDrogas reduzem instabilidade elétrica no miocárdio, interrompem taquicardia
Diuréticos: Furosemida, Lasix, IndapamidaOs comprimidos reduzem o inchaço e a estagnação, removendo o excesso de líquido do corpo
Anticoagulantes, agentes antiplaquetários: Curantil, Cardiomagnil, Heparina, Fraxiparin, Varfarina, AspirinaDrogas reduzem a viscosidade do sangue, evitam coágulos sanguíneos
Metilxantinas: Eufillin, Theophylline, EufilongMedicamentos impedem ataques repetidos de asfixia
Vitaminas, aminoácidos: C, E, grupo B, riboxina, ATPComprimidos melhoram processos metabólicos, nutrição dos tecidos

Dieta e regime

Com o surgimento da dispneia, como sinal de prognóstico desfavorável, a dieta se resume em limitar a ingestão de sal a 1,5 g / dia, de líquidos a 0,5 l / dia e eliminar alimentos picantes, gordurosos e pesados. Recomenda-se a eliminação total do álcool e a cessação do tabagismo.

Quanto ao regime do dia, está associado à atividade física e depende da fase do processo patológico, da gravidade dos sintomas. Um ataque de asfixia no estágio de descompensação do HC sugere repouso no leito. Com mecanismos de compensação preservados, recomenda-se que as cargas físicas sejam limitadas a manipulações domésticas viáveis.

A intervenção cirúrgica é realizada apenas na ausência de um resultado da terapia conservadora da dispnéia ou no caso de problemas anatômicos na estrutura das estruturas básicas do coração que causam insuficiência cardíaca (por exemplo, estenose da válvula mitral). As indicações para a cirurgia podem ser:

  • a necessidade de substituir as válvulas cardíacas;
  • eliminação de malformações congênitas;
  • correção de defeitos cardíacos adquiridos, aorta;
  • angioplastia dos principais vasos;
  • transplante de órgão.

O objetivo do tratamento cirúrgico permanece - eliminar a causa raiz da patologia.

Um sentimento de falta de ar é familiar para muitos. Com ele, uma pessoa sente falta de ar, tosse, o que causa medo. A condição é caracterizada como uma violação do ritmo, frequência ou profundidade da respiração, que é um ato reflexo complexo. Diferentes sistemas corporais participam dele, o que determina o tipo de falta de ar e suas manifestações clínicas.

A condição está sujeita a tratamento sério. Hoje existem meios populares e médicos eficazes para combater a doença. Na maioria das vezes, é um sintoma de doença pulmonar e cardíaca, respectivamente, dois tipos principais são distinguidos - dispneia pulmonar e cardíaca.

destaque

O fato de o órgão principal estar em perigo, diz falta de ar de natureza apropriada. Desenvolve-se devido à insuficiência do coração esquerdo. Isso se manifesta por débito cardíaco deficiente ou estase sanguínea nos pulmões; essas duas condições podem ser combinadas.

No primeiro caso, a nutrição do cérebro é prejudicada, no segundo - as trocas gasosas, as condições de ventilação pulmonar. Nesse caso, a natureza das alterações da respiração, desenvolve-se ortopneia.

A falta de ar é uma consequência frequente de graves cardioldoenças ogicais - doenças cardíacas, insuficiência cardíaca, cardiosclerose e distúrbios miocárdicos.

Se houver insuficiência cardíaca, ele não pode mais suportar a carga, razão pela qual o fluxo sanguíneo nos vasos pulmonares se torna mais lento. Isso faz com que os pulmões percam a capacidade de fornecer oxigênio suficiente ao sangue.

Os sintomas

Qualquer sintoma que comece a incomodar cada vez mais deve ser tratado imediatamente. No entanto, você não pode prescrever medicamentos. O tratamento deve ser prescrito por um médico, o uso de remédios populares também é recomendado para coordenar com ele. É importante entender o que exatamente acompanha a ocorrência de dispnéia do tipo cardíaco.

Falta de ar pode se desenvolver devido a esforço físico e até mesmo comer.

!  Posso tomar ibuprofeno para cistite e como fazer isso corretamente

No estágio inicial da falha da circulação sanguínea, ocorre irritação do centro respiratório e a ventilação pulmonar aumenta. Então, falta de ar começa a se desenvolver devido ao esforço físico e à alimentação.

Quando a insuficiência cardíaca se desenvolve mais, a quantidade certa de oxigênio não entra no sangue, a pressão parcial de O2 diminui, mas o nível de CO2 aumenta. O volume sanguíneo diminui, começa a hipóxia tecidual. A falta de oxigênio com insuficiência circulatória é muito grave se a doença atingiu os últimos estágios.

Alterações na hemodinâmica e na química do sangue levam à irritação reflexa da quimioterapia e dos barorreceptores nos átrios, na veia cava e em outras áreas. O estado funcional do coração muda e a falta de ar começa.

Observa-se que o sintoma é mais pronunciado em pacientes com estenose mitral, que está associada a um aumento da pressão no sistema da artéria pulmonar e congestão em um pequeno círculo da circulação sanguínea.

4 11 - Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomar

A dispnéia cardíaca é caracterizada por dificuldade em respirar. Primeiro, ocorre após o esforço físico. Se não houver tratamento, nenhum remédio eficaz foi encontrado para eliminar a causa, ele se manifesta mesmo quando deitado. Isso sugere que a falta de ar tem um caráter cardíaco. Nesse caso, existem outros sintomas:

  • inchaço das extremidades inferiores, aumentando à noite;
  • resfriamento da pele das mãos, pés;
  • estertores com bolhas médias e pequenas com bolhas nos pulmões, decorrentes do edema.

É possível distinguir três formas de falta de ar na insuficiência cardíaca:

  • falta de ar com uma carga física;
  • dispnéia em repouso;
  • ataques agudos (às vezes com edema pulmonar).

Obviamente, nem todo mundo que corre dez andares e tem dificuldade em respirar desenvolve insuficiência cardíaca. É importante distinguir falta de ar fisiológico de patológico. No primeiro caso, a condição é causada por uma crescente necessidade de oxigênio no corpo. Não é perigoso, não requer tratamento e meios especiais.

A dispnéia patológica é aquela que ocorre em situações que não a causaram anteriormente. Por exemplo, uma pessoa sobe para o segundo andar, mas respira com tanta força e com freqüência quanto quando corre para o décimo andar. Isso indica a necessidade de uma visita ao médico e a necessidade de tratamento de emergência. Isso pode ser um sinal da fase congestiva de insuficiência cardíaca.

Outro sintoma que requer atenção é a ortopnéia (falta de ar que ocorre quando deitado). Quando uma pessoa se levanta, a condição normaliza.

Em casos muito graves, pacientes com insuficiência desenvolvem uma forma de mal-estar como dispnéia noturna paroxística. Esta condição também é chamada de asma cardíaca.

7718dfb8cbd9b0f4bd6e578e4f9723bd - Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomar

Existe uma tosse seca, que é combinada com a liberação de expectoração espumosa leve, medo, agitação. Outros sintomas aparecem:

  • suor frio e pegajoso;
  • ansiedade;
  • fraqueza severa grave;
  • pele cinza azulada.

Causas de doenças cardíacas

Se o coração não consegue lidar com o estresse, ocorre falta de ar. Nos vasos pulmonares, o fluxo sanguíneo diminui e a pressão nas artérias aumenta, resultando em um espasmo de arteríola. Naturalmente, as trocas gasosas são perturbadas.

Órgãos e tecidos começam a experimentar fome de oxigênio. Existem sinais para o cérebro e o sistema respiratório é ativado, tornando a respiração profunda e frequente.

Você pode descrever com mais detalhes o padrão de desenvolvimento da dispnéia nas doenças cardíacas:

  • Se as áreas esquerdas do coração são afetadas, o volume do débito cardíaco diminui e a estase sanguínea se forma na área pulmonar.
  • Manifestações estagnadas interrompem as trocas gasosas do trato respiratório, o que causa uma falha na ventilação.
  • Para normalizar a respiração, o corpo aumenta a profundidade e a frequência das respirações. É assim que a falta de ar se desenvolve.

Quase todas as patologias cardiovasculares são acompanhadas por falta de ar de vários tipos:

  • Nos idosos, a falta de ar se manifesta na isquemia e na hipertensão arterial.
    E, como existe uma correlação entre hipertensão e excesso de peso, em pacientes completos com pressão arterial constantemente alta, a falta de ar está presente não apenas durante o esforço, mas também em repouso e até à noite.
    O sono dessas pessoas é perturbador e a apneia é frequentemente interrompida.
  • O infarto do miocárdio e sua variante asmática apresentam todos os sinais de insuficiência ventricular esquerda. A respiração rouca é observada com falta de ar e até asfixia.
  • Todas as lesões cardíacas crônicas são acompanhadas por dispnéia noturna.
  • Asma cardíaca causa muito sofrimento.
  • O edema pulmonar, que pode ser fatal, é muito perigoso.
  • O tromboembolismo, que causa insuficiência respiratória, em geral, não pode existir sem falta de ar e asfixia.

Como determinar que a falta de ar é cardíaca? Essa falta de ar tem sintomas específicos que você precisa saber:

  • A inalação é muito difícil.
  • Surge e amplifica sob quaisquer cargas.
  • Aparência em posição deitada. A posição horizontal faz o coração funcionar em um modo aprimorado. Se você se sentar, a respiração volta ao normal.

66a9914bb31cbd3663c4696ffca9cd53 - Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomar

Esta patologia pode entrar em uma fase grave - edema pulmonar. Aparece uma grande fraqueza, a respiração torna-se pesada, os lábios ficam azuis e o pânico começa. Ao mesmo tempo, os métodos conhecidos para se livrar da falta de ar não ajudam.

Os sintomas

Tosse com insuficiência cardíaca indica que houve estase de sangue no pequeno círculo da circulação sanguínea.

Isso provoca um inchaço da mucosa; em casos raros, o fluido flui dos vasos para o lúmen do trato respiratório, alvéolos pulmonares.

Isso leva à irritação das terminações nervosas, que são sensíveis. É assim que a tosse se desenvolve. O escarro pode ser claro ou rosado.

Diagnóstico

No processo de diagnóstico, é importante que a dispnéia cardíaca não seja confundida com a pulmonar.

De fato, e em outro caso, ela se manifesta à noite, mas se tem origem pulmonar, sua ocorrência está associada ao acúmulo de escarro. Após sua partida, o estado normaliza.

Se as doenças dos dois sistemas forem combinadas, deve-se distinguir a falta de tipo cardíaco e pulmonar. Para fazer isso, você precisa executar algumas medidas de diagnóstico.

Se não for possível determinar com precisão a origem da falta de ar, é realizado um exame da função da respiração externa. Para excluir ou confirmar o diagnóstico, é realizada a medição da fração de ejeção em repouso e sob carga.

Para isso, são utilizadas ventriculografia isotópica e ecocardiografia. Se forem detectados indicadores reduzidos, haverá falha ventricular esquerda.

Se você observar o paciente, poderá identificar uma simulação e falta de ar psicogênica.

Anti-germes

O principal é recorrer a um médico a tempo de obter ajuda, sem tomar medidas independentes. É necessário observar os sintomas disponíveis: a hora do dia em que a tosse ocorre com mais frequência, provocando circunstâncias.

Durante o tratamento, é importante manter um estilo de vida saudável e calmo.

Como existem muitas causas de falta de ar, o tratamento geralmente é complexo. Baseia-se no uso de drogas, dieta, manutenção não apenas de um estilo de vida saudável, mas também de um estilo de vida calmo.

No entanto, ainda é importante saber o que fazer com o ataque em si, que medidas a serem tomadas. Você precisa chamar imediatamente uma ambulância. Recomenda-se seguir este algoritmo:

  • abrir uma janela;
  • é conveniente sentar uma pessoa para que suas pernas sejam abaixadas;
  • limitar atividade;
  • tire roupas volumosas e quentes que dificultam o movimento;
  • tranquilize uma pessoa, se necessário, administre comprimidos sedativos, preferencialmente erva-mãe ou valeriana;
  • se houver tosse ou outros sintomas que exijam produção de escarro, um expectorante pode ser administrado.

Se possível, você pode dar uma máscara de oxigênio. Isso é tudo o que você precisa fazer se ocorrer um ataque. As demais medidas devem ser tomadas pela equipe da ambulância. Para finalmente estabilizar o paciente, o médico injeta drogas especiais na veia. Eles costumam dar uma bebida a Lasix se uma pessoa não tiver bebido digital.

No processo de tratamento, a paz é muito importante. Isso não significa que uma pessoa deva mentir constantemente. Ele precisa se mexer. A principal condição é que o trabalho realizado não leve a fadiga excessiva. Caminhadas ao ar livre são muito importantes. Recomenda-se dormir na posição correta para que a cabeça fique acima do nível do corpo.

É necessário reduzir a quantidade de sal consumida

Você também terá que tomar algumas medidas em relação aos alimentos. É necessário usar o mínimo de sal possível. Os alimentos devem ser baixos em calorias, pois libras extras podem piorar o bem-estar, ataques graves, nos quais há falta de ar, tosse e outros sintomas ocorrerão com mais frequência.

Para tratar a falta de ar, você pode usar remédios populares. Folhas de bétula ajudam muito. Precisa tomar duas colheres de chá. matérias-primas trituradas e despeje com um copo de água fervente. A composição é insistida por meia hora, após o que são adicionadas 0,5 colher de chá. refrigerante. Você pode beber durante o dia, mas todos os dias você deve preparar um caldo fresco.

Um bom remédio popular é uma tintura de sementes de absinto amargo e azeite, que podem ser substituídas por vegetais. A proporção usada é de 1 a 4. Insista 12 horas.

Eles bebem o remédio pela manhã, enquanto pingam açúcar e se dissolvem gradualmente. Existem muitas outras receitas populares que ajudam a tratar a dispnéia cardíaca.

Mas é importante lembrar que seu uso deve ser discutido com o médico.

A dispnéia cardíaca é um sintoma importante e perigoso que requer atenção médica. O tratamento oportuno ajudará a evitar complicações. Um estilo de vida saudável também contribuirá para a terapia e minimizará o risco de convulsões.

A dispnéia na insuficiência cardíaca é geralmente inspiratória (dificuldade para respirar) e, com ela, a frequência dos movimentos respiratórios aumenta para 30 ou mais vezes por minuto (normal - cerca de 15).

Sobre o porquê de falta de ar e como tratar essa condição, será discutido em nosso artigo.

A falta de ar na insuficiência cardíaca é provocada pelo acúmulo e estagnação de líquidos nos tecidos dos pulmões, causados ​​pela incapacidade do coração de bombear a quantidade necessária de sangue. O fluxo sanguíneo através dos vasos dos pulmões diminui e a parte líquida do sangue “transpira” para os alvéolos. Pulmões sobrecarregados de líquidos dificilmente proporcionam trocas gasosas.

!  Neuroprotetores ajudando a restaurar a saúde celular

Nos estágios iniciais da insuficiência cardíaca, o paciente começa a sentir falta de ar após o exercício e, com a progressão da doença, a dificuldade em respirar se torna perceptível e em repouso. Distinguem-se quatro classes de insuficiência cardíaca, dependendo do grau de carga no coração e nos pulmões:

  • I - a falta de ar surge após esforços físicos significativos;
  • II - a respiração se acelera após carga motora moderada;
  • III - a falta de ar desenvolve-se mesmo com carga normal e leve;
  • IV - a dificuldade para respirar pode ser sentida durante o sono ou em repouso completo.

A rápida descompensação da insuficiência cardíaca e a exacerbação da dispnéia cardíaca podem levar a:

  • insuficiência renal e doença renal;
  • infecção;
  • arritmias;
  • embolia pulmonar;
  • anemia;
  • hipertireoidismo;
  • diabetes;
  • vasculite pulmonar;
  • falta de tratamento adequado.

Com o tratamento adequado e seguindo todas as recomendações do médico, a falta de ar e os sintomas de insuficiência cardíaca podem se tornar menos pronunciados e a progressão da doença pode diminuir significativamente.

A falta de ar com insuficiência cardíaca é acompanhada por vários sinais característicos que a diferenciam de outros tipos de falta de ar:

  • dificuldade em respirar;
  • falta de ar se intensifica e aparece após o exercício;
  • na posição horizontal, a falta de ar se torna mais intensa e, após tentar sentar-se ou tomar uma posição reclinada, enfraquece;
  • falta de ar é combinada com sibilos nos pulmões, cardialgia periódica, inchaço das extremidades inferiores e resfriamento dos pés e mãos, cianose da ponta do nariz, orelhas, dedos dos pés e mãos, palpitações e arritmias.

Além disso, a falta de ar na insuficiência cardíaca pode ser acompanhada por uma sensação de fraqueza, fadiga aumentada, tontura, desmaio, ataques de tosse cardíaca e edema pulmonar.

O paciente deve consultar um clínico geral ou cardiologista se:

  1. Há uma sensação de falta de ar, que não pode ser compensada pela respiração rápida.
  2. No contexto de falta de ar, há cardialgia, respiração rouca, tosse com expectoração e inchaço das extremidades.

Para determinar a causa da dispnéia cardíaca, são prescritos esses estudos:

Para o tratamento da dispnéia na insuficiência cardíaca, recomenda-se ao paciente não apenas tomar medicamentos, mas também seguir uma dieta, um estilo de vida saudável, desenvolver a resposta correta a situações estressantes e atividade motora suficiente.

Com falta de ar muito grave, o paciente é recomendado:

  1. Pare de fumar e beber álcool.
  2. Mais frequentemente para estar ao ar livre.
  3. Evite ações que provocam falta de ar.
  4. Realize atividades diárias lentamente, descansando.
  5. Evite subir escadas e levantar pesos.
  6. Use roupas que não restrinjam a respiração.
  7. Colocar o medicamento em um local acessível, porque a excitação sempre exacerba a falta de ar.
  8. Ajuste sua cama: deve haver uma inclinação de 35 a 40 graus da cabeça da cabeça.
  9. Existem pequenas porções.
  10. Siga uma dieta hipocalórica e limite (em casos graves, exclua) o uso de sal. O paciente precisa reduzir a ingestão de gorduras (especialmente de origem animal) e carboidratos e incluir mais alimentos que contenham proteínas, fibras e vitaminas no menu.
  11. Monitore a pressão sanguínea.

Dispneia cardíaca - causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

A insuficiência respiratória é o mesmo sintoma para o qual a precisão do diagnóstico é importante, pois ocorre em diferentes doenças e requer terapia completamente diferente. Algoritmo para examinar um paciente:

  • histórico médico, exame físico;
  • análise de gases sanguíneos - o nível de concentração de oxigênio no sangue;
  • Raio-x do tórax;
  • espirometria - medida da quantidade de ar inspirado-expirado;
  • ECG, ecocardiografia;
  • CT MScto.

Durante o teste, o médico pode medir a força da respiração com um espirômetro e o nível de oxigênio no sangue.

Anti-germes

Diferenças na dispnéia do coração em relação a outras opções de dispnéia

Dispnéia cardíacaDispnéia pulmonar
Ocorre sob cargas normais.A dispnéia tem um grau diferente de gravidade: não há dia nenhum, e depois de um dia - um ataque de asfixia
Não desaparece após 10 a 15 minutos de descansoVeias cervicais incham durante a expiração
Difícil de inspirar-expirarDificuldade em respirar pela expiração
Fortalece em uma posição propensaFalta de ar não muda dependendo da posição do corpo humano
Acompanhado por tosse secaTosse úmida e produtiva
Taquicardia, acrocianoseO chiado seco é ouvido assobiando à distância
Inchaço dos tornozelosSem inchaço das pernas
Desconforto retroesternalDor no peito derramada sem ligação ao esterno
Membros friosBraços quentes, pernas

Remédios populares

componentesQuantidadeReceitaRecepçãoDuração
Receita No.1
Alho350 grMoa o alho a um estado de chorume (usando um moedor de carne ou esmagamento). Misture a massa resultante com suco de limão, despeje em uma jarra de vidro e insista em um local quente por um dia.Dilua uma colher de chá da composição em meia colher de sopa de água. Tome antes de dormir.Semana 2
Limão24 peça.
Receita No.2
AlhoCabeças 10Descascado alho descascado e limão descascado através de um moedor de carne. Misture a massa resultante com o mel. Despeje em uma jarra de vidro, cubra e insista por uma semana.4 colheres de chá da composição são consumidas diariamente. Ao mesmo tempo, não deve ser engolido, mas absorvido.Meses 2
Limão10 peça.
Honey1 l
Receita No.3
Sabugueiro secoEm quantidades iguaisMisture as ervas. 4 colheres de chá de matérias-primas despeje um copo de água fria e deixe por 2 horas. Coloque a composição no fogo e deixe ferver por 15 minutos.A quantidade resultante de caldo precisa ser consumida em 1 dia, dividida em 3 doses.
Tanchagem secaVioleta seca tricolorReceita No.4 Folha de amora-preta seca1 século. I. Grama seca deve ser derramada com um copo de água quente e fervida por meia hora. Beba em vez de chá.

O que ajudará se houver falta de ar na insuficiência cardíaca? Tratamento. O tratamento alternativo, é claro, pode aliviar a condição e até ter um efeito terapêutico nos estágios iniciais. No entanto, não pode substituir os cuidados médicos qualificados.

Complicações

Um ataque de dispnéia cardíaca é perigoso, com complicações que ocorrem sem atenção médica oportuna. A dispnéia pode causar:

  • um ataque de asma cardíaca (congestão na circulação pulmonar);
  • Embolia pulmonar (embolia pulmonar);
  • parada cardíaca coronária: infarto do miocárdio asmático;
  • desequilíbrio no influxo e saída de sangue, linfa no círculo pulmonar do fluxo sanguíneo com plasma suado nos alvéolos, desenvolvimento de edema pulmonar;
  • pneumosclerose, enfisema.

Todas as complicações requerem atenção médica de emergência.

Medicação

GrupoAçao SocialPreparativos
GlicosídeosTem um efeito cardiotônico, expande o volume sistólico do coração e também elimina a taquicardia.
  • "Digoxina";
  • Clone do coração;
  • “Strofantan K”.
Inibidores da ECAProporcionar a expansão das artérias, bem como a ativação das funções vasculares.
  • Quinopril;
  • “Trandolapril”;
  • enalapril;
  • Namipril.
DiuréticosEliminação de inchaço, redução da pressão nos vasos sanguíneos e no coração.
  • Furasemida
  • Britomar;
  • "Torasemide."
Bloqueadores betaEliminação da falta de oxigênio e arritmias.
  • Metoprolol;
  • “Celiprolol”;
  • “Carvedipol”;
  • "Proplanolol."
Inibidores do canal If do nó sinusalEliminação de taquicardia.
  • Ivabradin
  • Coraxan
  • Coralan.
Antagonistas de receptores de aldosteronaA luta contra a hipertensão arterial, processos congestivos nos vasos, bem como a remoção do excesso de líquido do corpo.
  • Eplerenone
  • “Espironolactona”.
VasodilatadoresReduzindo a carga no coração, reduzindo o tônus ​​dos vasos sanguíneos.
  • "Nitroglicerina";
  • “Nesiritide”;
  • “Isoket”;
  • “Minoxidil”;
  • “Apressin”.
Medicamentos antiarrítmicosNormalização da frequência cardíaca.
  • “Amiodarona”;
  • “Lerkamen”;
  • Cardiodarona
  • “Sotaleks”;
  • Amlodipina.
AnticoagulantesA prevenção de coágulos sanguíneos, bem como a facilitação do transporte sanguíneo através dos vasos.
  • Varfarina
  • “Arikstra”;
  • Sinkumar
  • Fragmin.
Medicamentos antitrombóticos
  • Aspirina Cardio;
  • "Curantyl;
  • Cardiomagnil;
  • “Tiklid.”
EstatinasOs níveis reduzidos de colesterol no sangue impedem a formação de placas nos vasos sanguíneos.
  • “Anvistat”;
  • myospalax;
  • Fluvastatina;
  • Lipostato
Complexos vitamínicosEfeito de fortalecimento total.
  • "Ácido fólico";
  • Asparks;
  • Brometo de tiamina;
  • Riboxina;
  • “Orotat de potássio”;
  • Panangin;
  • “Reserpine”.

Quaisquer comprimidos para falta de ar na insuficiência cardíaca devem ser tomados conforme as instruções e sob a supervisão de um médico. O uso independente e descontrolado de drogas pode levar à deterioração ou perturbação no funcionamento de outros sistemas corporais.

Intervenção cirúrgica

Na maioria dos casos, a medicação, bem como métodos alternativos, ajudam os pacientes a eliminar os sintomas desagradáveis ​​associados à insuficiência cardíaca. No entanto, se forem inúteis, a cirurgia é possível. Pode incluir as seguintes ações:

  • eliminação de defeitos de válvulas cardíacas;
  • instalação de um estimulador eletrônico;
  • instalação de desfibrilador;
  • transplante ventricular de origem artificial;
  • vestimenta do coração em uma estrutura de malha protetora;
  • transplante de coração.

Dicas úteis

Um problema sério é falta de ar na insuficiência cardíaca. O que fazer em caso de exacerbação foi descrito acima. Além disso, existem várias recomendações, cuja implementação ajudará a manter a saúde normal:

  • cessação completa de fumar e beber;
  • caminhadas diárias ao ar livre;
  • minimizar as ações que provocam falta de ar (por exemplo, esforço físico intenso, levantamento de peso etc.);
  • use roupas largas que não causem desconforto;
  • sempre tenha medicamentos com você para se sentir confiante em caso de ataque;
  • organize seu local de dormir para que a cabeceira da cama fique elevada 45 graus;
  • não coma grandes quantidades de comida ao mesmo tempo;
  • limitar a ingestão de sal e gordura;
  • com uma súbita deterioração da condição, você deve chamar imediatamente uma ambulância;
  • dormir pelo menos 8 horas por dia;
  • realizar monitoramento contínuo da pressão arterial.

Infelizmente, o prognóstico para a dispnéia que acompanha a insuficiência cardíaca é decepcionante. Em 95% dos casos, falta de ar indica descompensação dos mecanismos para manter as trocas gasosas normais no corpo. Em outras palavras, a patologia não pode mais ser curada nesta fase. Os fatores adversos durante a insuficiência cardíaca com dispnéia são:

  • Monitorar a pressão arterial pelo menos uma vez por ano em uma clínica ou hospital especializado;
  • correção de colesterol;
  • falta de quilos extras;
  • dieta anti-aterogênica;
  • exercício físico regular
  • recusa de álcool, cigarro, drogas;
  • eliminação de situações estressantes;
  • tratamento oportuno de doenças concomitantes.

Um pré-requisito é um sono saudável de 8 a 9 horas.

c27694a33bd2641ef067f683616a812b - Como tratar a falta de ar na insuficiência cardíaca e quais medicamentos tomar

Educação médica superior. 30 anos de experiência profissional em medicina prática.

Tatyana Jakowenko

Editor-chefe da Detonic revista online, cardiologista Yakovenko-Plahotnaya Tatyana. Autor de mais de 950 artigos científicos, inclusive em revistas médicas estrangeiras. Ele tem trabalhado como um cardiologista em um hospital clínico há mais de 12 anos. Possui modernos métodos de diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares e os implementa em suas atividades profissionais. Por exemplo, usa métodos de reanimação do coração, decodificação de ECG, testes funcionais, ergometria cíclica e conhece muito bem a ecocardiografia.

Por 10 anos, ela tem participado ativamente de vários simpósios médicos e workshops para médicos - famílias, terapeutas e cardiologistas. Ele tem muitas publicações sobre estilo de vida saudável, diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas e vasculares.

Ele monitora regularmente novas publicações de europeus e americanos cardiolrevistas científicas, escreve artigos científicos, prepara relatórios em conferências científicas e participa em conferências europeias cardiology congresses.

Detonic