Comentários sobre drogas para baixar o colesterol na cama

Os fibratos são o segundo medicamento mais eficaz para ajudar a lidar com o colesterol alto. Na maioria das vezes eles são usados ​​em combinação com estatinas. Em alguns casos, eles são prescritos como fundos independentes.

O mecanismo de ação dos comprimidos é aumentar a atividade da lipoproteinplase, que decompõe partículas de baixa e muito baixa densidade. Durante o tratamento, o metabolismo lipídico é acelerado, o nível de colesterolese benéfica, o metabolismo de carboidratos no fígado normaliza e o risco de formação de placa aterosclerótica e patologias cardíacas diminui.

holesterin - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Fibrato colesterol drogas são bem toleradas pelos pacientes. Efeitos colaterais negativos ocorrem em casos raros (aproximadamente 7-10%).

Os remédios mais eficazes são:

  • Clofibrate. Possui uma atividade hipolipidêmica pronunciada, melhora os processos metabólicos no fígado, reduz a viscosidade do sangue e a trombose. Não é prescrito para a prevenção da hipercolesterolemia hereditária ou adquirida.
  • Gemfibrozil. Clofibrato derivado com menos toxicidade e efeitos colaterais. Possui pronunciadas propriedades hipolipemiantes. Reduz o LDL, VLDL e triglicerídeos, aumenta o HDL, acelera a eliminação de ácidos graxos livres do fígado.
  • Bezafibrat. Reduz o colesterol e a glicose, reduz o risco de trombose. Tem pronunciado propriedades anti-ateroscleróticas.
  • Fenofibrato. O medicamento mais moderno e eficaz para o colesterol do grupo dos fibratos. É considerado um remédio universal na luta contra o metabolismo lipídico prejudicado e um aumento da concentração de insulina. Além das propriedades hipolipemiantes, possui efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e tônicos.
Substância ativaNome dos medicamentosForma de liberação e concentração da substância baseCusto médio, esfregar.
ClofibratoAtromida
Miskleron
Comprimidos, cápsulas, 500 mg800
GemfibrozilLopid
Gavilon
Innogem
Ipolipids
Cápsulas, 300 mg900
BezafibratoBezalin
Bezamidina
Bezifal
Comprimidos, 200 mg900
FenofibratoLipantil
Lipidil
Lipofen
Cápsulas, 200 mg1000

Os fibratos são estritamente proibidos para pessoas com colelitíase, vesícula biliar, disfunção hepática e renal. Com muito cuidado, eles são prescritos para adolescentes e idosos.

As estatinas são substâncias químicas que reduzem a produção de enzimas no organismo necessárias para a síntese de colesterol no organismo. As instruções para esses medicamentos, comprimidos que reduzem o colesterol no sangue, indicam o seguinte:

  • As estatinas diminuem o colesterol plasmático devido à inibição da HMG-CoA redutase, diminuem a síntese de colesterol no fígado.
  • Diminuir a concentração de colesterol em indivíduos com hipercolesterolemia familiar homozigótica, não passível de tratamento com medicamentos hipolipemiantes.
  • Reduza o colesterol total em 30-45%, colesterol “ruim” - em 40-60%.
  • Aumentar a concentração de colesterol HDL (colesterol benéfico) e apolipoproteína A.
  • Reduz o risco de complicações isquêmicas em 15%, incluindo infarto do miocárdio e o risco de desenvolver angina com sinais de isquemia miocárdica - em 25%.
  • Não possui efeito mutagênico e carcinogênico.

Existem outras pílulas que reduzem o colesterol no sangue - são derivados do ácido fibroico, que, quando ligados ao ácido biliar, reduzem a produção ativa de colesterol pelo fígado. Os fenofibratos podem reduzir os lipídios no corpo, levando à redução do colesterol.

De acordo com estudos clínicos, verificou-se que o uso de fenofibratos reduz o colesterol total em 25%, os triglicerídeos em 40-50%, enquanto o colesterol bom aumenta em 10-30%. As instruções dos comprimidos para baixar o colesterol, fenofibratos, ciprofibratos, indicam que seu uso ajuda a reduzir os depósitos extravasculares - xantomas tendinosos, a reduzir os triglicerídeos e o colesterol em pacientes com hipercolesterolemia.

No entanto, o uso dessas drogas leva a uma série de efeitos colaterais, na maioria das vezes, vários distúrbios digestivos - dispepsia, flatulência (distensão abdominal), vômitos ou diarréia.

Fenofibratos
Nome do medicamentoForma de problemaPreço médio
nas farmácias (verão de 2013)
TaykolorGuia de 145 mg. 30 pcs850 rublos.
Lipantil, ExlipCápsulas de 200 mg. 30 pcs900 rublos.
Tsiprofibrat - Lipanor
Gemfibrozil

As estatinas são um grupo de medicamentos projetados para diminuir o colesterol no sangue. Eles são usados ​​para o tratamento e prevenção da aterosclerose.

Atualmente, existem várias estatinas de diferentes gerações. As estatinas são as pílulas mais populares de todos os grupos de medicamentos para diminuir o colesterol. Sua ação é baseada na produção de uma enzima especial HMG-CoA redutase. A enzima está envolvida na síntese de colesterol no fígado.

Estatina da última, quarta geração.

Rosuvastatin - Crestor (Rosucard, Rosulip, Tevastor) Classificação de popularidade *: 4.9

Projetado para pessoas com alto risco de derrame e ataque cardíaco. Pessoas que sofrem de diabetes mellitus, doença cardíaca coronária, com hipertensão arterial.

Para reduzir o colesterol, o paciente deve seguir uma dieta, revisar sua dieta e somente depois disso começar a tomar o medicamento.

A recepção de rosuvastatina depende do nível de lipídios no sangue e está em uma dose padrão de 5 a 10 mg por dia.

Atorvastatina - Liprimar (Tulip, Torvacard, Atoris) Classificação de popularidade *: 4.8

A atorvastatina pertence à terceira geração anterior de estatinas, a substância principal é a atorvastatina.

85f12ac7a8bdfc465257bad3c6baa1ed - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

A diferença entre os medicamentos de quarta e terceira geração é que, além de diminuir o nível de colesterol LDL ruim, eles aumentam a concentração de um bom colesterol HDL. No entanto, a atorvastatina é uma droga muito eficaz e tem uma fórmula original.

Fluvastatina - Leskol Forte Classificação de popularidade *: 4.8

A fluvastatina Leskol forte também é um medicamento muito popular para reduzir o colesterol. É prescrito para colesterol alto com hipercolesterolemia hereditária, prevenção de infarto do miocárdio, doença cardíaca coronária. Pode ser prescrito como monoterapia, quando outros medicamentos não forem mais necessários.

O ácido nicotínico (niacina) é encontrado nos alimentos que ingerimos e pertence às vitaminas do complexo B. Com um aumento das lipoproteínas de baixa densidade, o médico pode atribuir niacina em altas doses.

A niacina reduz a ingestão de gorduras do tecido subcutâneo no sangue, diminuindo os níveis de LDL e aumentando os níveis de HDL.

Também é prescrito para aterosclerose, tem um efeito vasodilatador pronunciado e bloqueia a síntese de colesterol no fígado, reduz a glicose no sangue, que é eficaz para diabéticos, "resolve" as placas de colesterol.

O medicamento atua no intestino, ligando os ácidos biliares e removendo-os do corpo. Os ácidos biliares estão envolvidos na troca de colesterol e gorduras e, portanto, o nível de lipídios é reduzido.

Eles têm a desvantagem de que seqüestradores de ácidos biliares causam distúrbios do trato gastrointestinal do paciente e podem causar constipação.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

Fibratos

Estes são derivados do ácido fíbrico, um grupo de drogas que diminui os triglicerídeos (lipídios) no sangue e aumenta o nível de lipoproteínas de alta densidade.

Este é outro grupo de drogas que reduz o nível de triglicerídeos no sangue e também aumenta o nível de lipoproteína de alta densidade HDL.

Os efeitos colaterais incluem náusea, dor abdominal, arritmias, insuficiência hepática, diminuição do desejo sexual.

Gerações de estatinas, o preço médio nas farmácias

O que os medicamentos dizem respeito às estatinas e qual a sua eficácia na redução do colesterol pode ser encontrado na tabela.

O nome comercial da droga, a eficácia da redução do colesterolNomes dos medicamentos e concentração da substância baseOnde eles produzemCusto médio, esfregar.
Estatinas de primeira geração
Sinvastatina (38%)Vasilip (10, 20, 40 mg)Na eslovénia450
Simgal (10, 20 ou 40)Em Israel e na República Tcheca460
Simvakard (10, 20, 40)Na República Tcheca330
Simlo (10, 20, 40)Na Índia330
Sinvastatina (10, 20,40)Na Federação Russa, Sérvia150
Pravastatina (38%)Lipostat (10, 20)Na Federação Russa, Itália, EUA170
Lovastatina (25%)Holletar (20)Na eslovénia320
Cardiostatina (20, 40)Na Federação Russa330
Estatinas de segunda geração
Fluvastatina (29%)Leskol Forte (80)Na Suíça, Espanha2300
Estatinas de terceira geração
Atorvastatina (47%)Liptonorm (20)Na Índia, RF350
Liprimar (10, 20, 40, 80)Na Alemanha, EUA, Irlanda950
Torvacard (10, 40)Na República Tcheca850
Estatinas de quarta geração
Rosuvastatina (55%)Crestor (5, 10, 20, 40)Na Federação Russa, Inglaterra, Alemanha1370
Rosucard (10, 20, 40)Na República Tcheca1400
Rosulip (10, 20)Na Hungria750
Tevastor (5, 10, 20)Em Israel560
Pitavastatina (55%)Livazo (1, 2, 4 mg)Na Itália2350

Sequestrantes de ácidos biliares

Um grupo de drogas hipolipemiantes que suprimem a produção de colesterol. Eles são usados ​​como adjuvantes da terapia complexa.

0825d394979eb52ca35ae7d1d92584c2 - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Os ácidos biliares são formados durante as reações metabólicas entre colesterol e gorduras. Sequestentes ligam esses ácidos no intestino delgado e os removem do corpo naturalmente. Como resultado, sua ingestão no fígado é significativamente reduzida. O órgão começa a sintetizar esses ácidos, gastando mais LDL, o que reduz sua quantidade total no sangue.

Sequestentes que ligam ácidos biliares são convencionalmente divididos em três grupos:

  • Colestiramina (colestiramina). Ao entrar no intestino delgado, forma complexos de ácidos biliares não absorvíveis. Acelera sua excreção e reduz a absorção de colesterol pelas paredes intestinais.
  • Colestipol. Copolímero de alto peso molecular. Reduz a absorção do colesterol exógeno. Menos eficaz que a colestiramina, portanto, é mais frequentemente prescrita em terapia complexa para pacientes com hipercolesterolemia primária.
  • Fabricantes de rodas. Comprimidos de uma nova geração de colesterol. São mais eficazes, praticamente não causam reações adversas. Vai bem com outras drogas. Pode ser tomado durante a gravidez.
!  Morte súbita por sinais de insuficiência cardíaca antes da morte

Além de reduzir a concentração de colesterol prejudicial, os medicamentos reduzem o risco de desenvolver doença cardíaca coronária, complicações coronárias, ataque cardíaco. Eles não são absorvidos na circulação sistêmica, portanto, causam um mínimo de efeitos colaterais. Na maioria dos casos, são distúrbios dispépticos: flatulência, falta de apetite, dor nas fezes.

A niacina (niacina, vitamina PP, B3) é uma droga envolvida no metabolismo lipídico, síntese enzimática e reações redox.

Com o colesterol alto, a niacina é prescrita em conjunto com outros medicamentos para melhorar as propriedades do sangue, expandir o lúmen vascular e normalizar a circulação sanguínea. A niacina também inibe reações inflamatórias, dilata e fortalece os vasos sanguíneos, tem um efeito complexo no corpo.

A terapia é realizada sob a supervisão estrita de um médico. As reações adversas são possíveis - uma alergia, uma sensação de calor extremo, mau funcionamento do aparelho digestivo e um aumento da glicose (perigoso para pacientes com diabetes mellitus).

Alguns princípios de seleção de estatinas

Aceitar ou não tomar estatinas é uma decisão individual de uma pessoa com base nas recomendações de um médico. E se for tomada a decisão de tomar estatinas, a escolha do medicamento deve ser realizada pelo médico, levando em consideração as doenças crônicas existentes no paciente.

Você não pode tomar medicamentos que baixem o colesterol por conta própria. Em caso de distúrbios do metabolismo lipídico e alterações na análise, você deve entrar em contato com um cardiologista ou terapeuta. Deixe-os avaliar seus riscos levando em consideração:

  • sexo, idade, peso
  • maus hábitos
  • doenças existentes no sistema cardiovascular e patologias laterais (principalmente diabetes mellitus).

Se a estatina for prescrita, deve-se tomar as doses recomendadas pelo médico, fazendo a bioquímica sanguínea quantas vezes ele prescrever. Se o recomendado para uso for muito caro, você deve discutir a possibilidade de substituí-lo por um medicamento original mais barato, mas melhor. Infelizmente, os genéricos russos ainda têm qualidade inferior, não apenas aos medicamentos importados originais, mas também aos genéricos estrangeiros.

  • Se o paciente tiver doença hepática crônica, é melhor tomar rosuvastatina, mas apenas em doses baixas, a pravastatina (Pravaxol) pode ser usada. Esses dois tipos de estatinas protegem o fígado, mas, quando tomados, em nenhum caso você deve beber álcool e tomar antibióticos.
  • Se o paciente tiver dor muscular persistente ou houver risco de lesão muscular, o uso da mesma pravastatina é mais apropriado, pois é menos tóxico para os músculos.
  • Em pacientes com k crônica>insulta zhenshin - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Até o momento, não existem dados convincentes sobre a viabilidade de uma combinação de estatinas com ácido nicotínico. Além disso, o ácido nicotínico pode causar uma queda de açúcar em pacientes com diabetes, provocar sangramento do trato gastrointestinal, exacerbar a gota e aumentar o risco de miopatia e rabdomiólise enquanto estiver tomando estatinas.

Outro argumento sobre a necessidade de uma avaliação completa dos danos e benefícios da prescrição de estatinas para idosos

Anteriormente, guiado pelas recomendações de especialistas americanos, nosso cardiologistas tendiam a prescrever estatinas para todos os casos de doença coronariana, bem como para hipertensão arterial e baixo risco de patologias cardiovasculares em adultos. Além disso, os americanos recomendaram uma dosagem bastante alta de medicamentos (cerca de 80 mg).

No entanto, no outono de 2013, o British Medical Journal (BMJ), na pessoa de sua editora Fiona Godley, iniciou um escândalo publicando dois comentários sobre estatinas. Eles se referiram a um estudo observacional que provou que eventos adversos se desenvolveram em 20% dos pacientes que tomavam estatinas.

O presidente do grupo de pesquisa sobre estatinas, Rory Collins, que recebeu dinheiro dos fabricantes desses medicamentos, exigiu a retirada desses artigos. No entanto, uma comissão independente confirmou o BMJ.

Na Rússia, nenhum estudo independente foi realizado nessa área e os médicos estão prescrevendo ativamente esses medicamentos aos pacientes. Nos EUA, os médicos prescrevem estatinas para baixar o colesterol com muita frequência; somente em 2007, o comércio global de estatinas totalizou US $ 40 bilhões.

Rozukard - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Segundo os cientistas canadenses, ao usar estatitinas em pacientes, o risco de desenvolver catarata (sintomas, tratamento) aumenta em 57%; se o paciente também sofre de diabetes mellitus com estatinas, esse risco aumenta em 82%, o que foi confirmado pela estatística. análise. Ou seja, em idosos com diabetes que tomam estatinas, os processos que levam à catarata ocorrem 5,6 vezes mais rápido.

A seguir, expressaremos um ponto de vista sobre o colesterol e sua redução de medicamentos com estatinas:

  • O baixo colesterol é muito mais perigoso que o alto, e as estatinas podem reduzi-lo significativamente.

Estudos na Alemanha provam que o colesterol baixo aumenta o risco de câncer, doença hepática, o mesmo derrame, doença nervosa, anemia e até suicídio e mortalidade precoce.

  • Magnésio baixo - risco de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco

Pesquisas nos Estados Unidos afirmam que não o colesterol alto, mas os baixos níveis de magnésio são responsáveis ​​por ataques cardíacos e derrames em humanos. A deficiência desse microelemento apenas leva ao aumento do colesterol, ao desenvolvimento de diabetes, hipertensão, angina de peito e artimia.

  • A função mais importante do colesterol para restaurar distúrbios nos tecidos do corpo pode ser suprimida pelas estatinas.

A ciência sabe que qualquer tecido cicatricial do corpo, inclusive nas artérias, contém uma grande quantidade de colesterol e quando as paredes dos vasos são danificadas pelo acúmulo de proteínas e sob a influência de ácidos, o colesterol elimina ativamente esses danos. Para o crescimento muscular e o funcionamento normal, o corpo precisa de células adiposas de baixa densidade (colesterol ruim), com falta de mialgia (dor muscular, fraqueza, inchaço) e até distrofia muscular.

  • As estatinas diminuem o colesterol, mas é bom para o corpo?

Os inibidores da HMG CoA redutase inibem a produção de colesterol diminuindo a produção de mevalonato, o precursor do colesterol, mas é bom? O mevalonato é uma fonte não apenas de colesterol, mas também da massa de outras substâncias muito importantes que desempenham as funções biológicas necessárias no organismo, cuja falta leva a outras doenças.

  • As estatinas aumentam o risco de desenvolver diabetes, o que provoca um aumento no colesterol

Se o paciente está constantemente tomando estatinas, isso aumenta a probabilidade de diabetes nele (de acordo com várias fontes de 10 a 70%). Sabe-se também que, com diabetes, o risco de doença cardíaca coronária, derrame e doença cardíaca é 2 a 4 vezes maior. As estatinas reduzem a concentração de proteína GLUT4 na célula, responsável pelos níveis de glicose no sangue.

Um grupo de cientistas britânicos revelou um estudo realizado entre 10242 mulheres com mais de 63 anos de idade. Eles foram divididos em 2 grupos controle, um grupo usou estatinas e o outro não. Como resultado do estudo, verificou-se que tomar estatinas em 70% aumenta o risco de desenvolver diabetes em mulheres após a menopausa.

  • Os efeitos colaterais das estatinas aparecem lentamente, o que não é perceptível para o paciente e é muito perigoso com o uso prolongado.
  • Impacto nas habilidades mentais humanas

O corpo humano é um sistema coordenado bioquimicamente e fisiologicamente muito finamente, e a intervenção prolongada no processo natural da vida necessariamente se transforma em várias conseqüências inesperadas. As estatinas, ao inibir certas enzimas do metabolismo do colesterol, afetam o fígado. Ao mesmo tempo, pessoas com obesidade e um estilo de vida sedentário melhoram a condição dos vasos sanguíneos por um período de tempo.

Mary Enig - uma conhecida especialista no campo da bioquímica lipídica, a presidente da Associação de Dietistas de Maryland chama o colesterol elevado - uma doença inventada. O aumento do colesterol é uma reação protetora do corpo à inflamação que surgiu e, antes de mais nada, os fatores que prejudicam o corpo e provocam a inflamação devem ser esclarecidos.

Em muitos países desenvolvidos em todo o mundo, há 30 anos, foram lançados programas para promover a redução do colesterol em nível nacional, incluindo:

  • mudança na dieta
  • deixar de fumar
  • estilo de vida ativo
  • tomando estatinas

E, como resultado, a mortalidade nos EUA, Finlândia e outros países por doenças cardiovasculares diminuiu 50% em 30 anos. É possível que parar de fumar e ingerir alimentos que diminuam o colesterol, aumentar a atividade física seja uma maneira mais razoável e segura de prolongar a vida do que tomar remédios modernos com sérios efeitos colaterais, cujos testes e estudos sobre os efeitos no corpo ainda estão em andamento.

De acordo com os resultados de um estudo, que envolveu 3070 pessoas com 60 anos ou mais tomando estatinas, 30% dos pacientes experimentam um efeito colateral como dor muscular. Eles costumam reclamar que se tornaram menos enérgicos, aumentaram sua fadiga e ficaram muito fracos. Essa dor é especialmente intensa em pessoas que acabaram de começar a tomar esses medicamentos.

Assim, em uma pessoa que toma estatinas, os indicadores de atividade física (moderada) são reduzidos em 40 minutos. na semana. Por causa das dores musculares nas pessoas, a motivação para o exercício, o treinamento, apenas a caminhada é reduzida, o que por si só traz ataques cardíacos e derrames. Além disso, é por esse motivo que, devido à falta de manutenção da atividade física, os pacientes começam a ganhar peso rapidamente, enfraquecer os músculos, uma carga adicional no sistema cardiovascular aparece e, como resultado, os mesmos ataques e derrames cardíacos.

Medicamentos que melhoram a elasticidade da parede vascular

Os medicamentos desta categoria não aumentam a excreção de ácidos biliares e não inibem a produção de colesterol pelo fígado. Sua ação visa reduzir o fluxo de ácidos do intestino delgado para o fígado. Devido a isso, as reservas da substância são reduzidas e sua retirada do sangue é aumentada.

azeite de oliva - análises de medicamentos para redução do colesterol na cama

Os medicamentos mais eficazes nesta categoria:

  • Ezetimiba (análogos: Ezetrol, Lipobon). Pílulas de uma nova classe. Reduza a absorção de colesterol no intestino delgado. Não reduza o risco de ataque cardíaco e derrame, não afete a expectativa de vida geral do paciente. Mais eficaz quando combinado com estatinas. Os efeitos colaterais são possíveis - alergias, diarréia, deterioração das propriedades do sangue.
  • Guarem (goma de guar). Tem um efeito hipocolesterolêmico e hipoglicêmico. Reduz a absorção de colesterol no intestino delgado, enquanto melhora os processos metabólicos no fígado. Com terapia complexa, reduz o nível de LDL e triglicerídeos em 10-15%.

Medicamentos para baixar o colesterol no sangue são prescritos para a forma primária e hereditária de hipercolesterolemia, no caso de distúrbios do metabolismo lipídico na presença de diabetes mellitus.

Eles são utilizados para melhorar a qualidade e eficácia do principal tratamento e prevenção de complicações da aterosclerose. A terapia auxiliar inclui medicamentos que melhoram as propriedades do sangue, o estado das paredes dos vasos sanguíneos, o suprimento sanguíneo cerebral:

  • Vinpocetina. Elimina o espasmo da membrana muscular dos vasos sanguíneos, melhora o fluxo sanguíneo cerebral, normaliza os processos metabólicos e a pressão sanguínea. Tem um efeito benéfico no sistema nervoso central.
  • Di-hidroquercitina. Comprimidos para melhorar a função cardíaca e o estado vascular. Normalize o metabolismo lipídico, reduza a glicose, diminua a progressão da aterosclerose.
  • Ácido acetilsalicílico. Prescreva medicamentos para afinar o sangue e reduzir o risco de coágulos sanguíneos.
  • Suplementos para colesterol. A viabilidade de tomá-los com um aumento estável do LDL é muito duvidosa. Ao contrário dos medicamentos para reduzir o colesterol no sangue, os suplementos alimentares são testados apenas por segurança. Atualmente, não há evidências de sua eficácia terapêutica. Mas eles podem ser usados ​​com um ligeiro desvio do LDL da norma, juntamente com dietoterapia e ajuste do estilo de vida.

Todos os comprimidos devem ser tomados apenas conforme indicado pelo seu médico. Além de tomar medicamentos, pessoas com alta concentração de colesterol devem mudar definitivamente seu estilo de vida e dieta. Somente neste caso a terapia será mais eficaz e eficiente.

Remédios populares comprovados para reduzir o colesterol no sangue provaram ser eficazes e úteis para pacientes com um sistema cardiovascular de pressão alta.

Mas, em qualquer caso, antes de tratar com ervas, você precisa consultar seu médico.

Semente de linho

Para preparar esta receita simples, você precisa tomar 1 colher de chá de sementes de linho e derramar meio copo de água fervente no chão.

Coe tudo por meia hora e coe através de uma peneira, esprema o resto.

Tome 3 vezes ao dia por meia hora antes das refeições, um quarto de xícara.

Beba sementes de linho apenas frescas, não cozinhe demais, pois o caldo perde suas propriedades benéficas.

Você pode adicionar sementes de linho a saladas, cereais, mas não muito, sobre uma pitada.

Infusão de rosa mosqueta

A infusão de rosa mosqueta é muito útil, embora você possa beber uma decocção. Cozinhando seus frutos secos.

Para preparar a infusão, você precisa tomar 5 colheres de sopa. l frutas picadas por 1 litro de água. Você pode insistir em uma garrafa térmica para a noite. Coe as bagas.

Beba meio copo duas vezes por dia. Você pode armazenar não mais que 2 dias

Infusão de alho, rábano e folhas de cereja e groselha

Para preparar a infusão, você precisa tomar:

  • Alho 1 kg
  • Rábano 80 g
  • Folhas de cerejeira 50 g
  • Folhas de groselha - 50 g
  • Inflorescência do endro
  • Um pouco de sal

morkov - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Os componentes são colocados em um recipiente de vidro e preenchidos com água fervente.

É mantido por uma semana e consumido 1 colher de sopa antes das refeições. colher

Decocção de feijão

Uma decocção de feijão ajudará a restaurar a elasticidade dos vasos sanguíneos. Para fazer isso, tome meio copo de feijão em 1 copo de água.

Deixe de molho durante a noite e de manhã enxágüe com água fresca, ferva com uma pitada de refrigerante.

Pegue o caldo 2 vezes ao dia para 2 colheres de sopa. l dentro de 10 dias

Flor de tília

Juntamente com maçãs e ervas coleréticas, o tília é muito útil na luta contra o colesterol ruim.

1 colher de sopa. colher flor de tília seca despeje 1 xícara de água e cozinhe em banho-maria por 10-15 minutos.

Tomar após resfriar e filtrar o caldo 3 vezes ao dia por meio copo.

O tratamento dura 2 semanas, após dois meses você pode repetir o curso do tratamento.

A raiz do dandelion

Tome 1 colher de chá de raiz de dente de leão em pó picada antes de beber com água morna.

Um curso de tratamento com raiz de dente de leão dura seis meses.

Caule de aipo

Faça uma salada de folhas de aipo e sementes de gergelim. O uso constante desta salada reduz a pressão sanguínea e o colesterol.

O aipo não é recomendado para pessoas com pressão arterial baixa. Antes de usar, consulte seu médico.

Raiz de alcaçuz

pomidory - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Precisa tomar 2 colheres de sopa. l pó de raiz de alcaçuz triturada e despeje 500 ml de água fervente.

Caldo de raiz de alcaçuz com colesterol alto, insista 10 minutos. Filtre e deixe esfriar até a temperatura ambiente.

Beba uma decocção em meio copo 4 vezes ao dia, depois de comer. O curso do tratamento dura 21 dias. O próximo curso de tratamento pode ser realizado não antes de um mês depois.

O alho limpa perfeitamente os vasos das placas escleróticas, dissolve sais e limpa o intestino da microflora patogênica, aumenta a imunidade contra vírus.

O alho inclui a substância adenosina, que normaliza o número de plaquetas no sangue, reduz a densidade do sangue, dilui o sangue.

Não use alho, aguarde 10 minutos após a picada, a fim de aumentar o efeito das enzimas do alho e os benefícios para a saúde do produto.

O uso simples de alho todos os dias por 3-4 dentes por três meses ajuda a reduzir as placas de colesterol em 19-20%.

O alho é o limpador vascular mais popular.

O mel com alho e limão melhora a ação um do outro e limpa os vasos afetados pela aterosclerose e aumenta sua elasticidade e flexibilidade.

Para limpar os vasos, tome:

  • Limão com casca - 4 peças
  • 4 cabeças de alho descascadas

Passe tudo por um moedor de carne e coloque em um prato de vidro de três litros, em uma jarra e despeje água fervida quente.

chesnok - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Mexa a mistura de tempos em tempos.
Por 3 dias, insista à temperatura ambiente. Coe a tintura e guarde na geladeira.

Tome uma mistura de alho-limão de 100 g três vezes ao dia. O curso do tratamento são quatro latas de infusão. Levará cerca de quarenta dias de tratamento.

Esse tipo de tratamento é realizado uma vez por ano. Como resultado, a pressão arterial normaliza, as dores de cabeça desaparecem. Tudo isso ajuda a diminuir o colesterol no sangue. Isso pode ser facilmente verificado fazendo um exame de sangue de colesterol.

Outro método muito popular de limpar vasos de placas de colesterol é usar nozes.

A parte muito verde, a casca da noz durante o amadurecimento, é útil. Mas para o tratamento, você pode usar o núcleo de uma noz.

Precisa tirar nozes - 1,5 kg

Moer em um moedor de carne, coloque em um recipiente e coloque em local fresco.

Coma 1 colher de sopa de nozes. colher 2 vezes ao dia, de manhã e à noite, meia hora antes das refeições. Lave o pó de nozes trituradas com 100 ml de água.

Limpa os vasos sanguíneos do cérebro das placas de colesterol Composição:

  • Nozes picadas
  • Mel 1 colher de sopa. colher (de preferência mel de tília)
  • Canela em pó na ponta de uma colher de chá
  • Raiz de gengibre em pó também na ponta de uma colher de chá

Todos misturam e comem 1 colher de sopa. colheres de sopa, 3 vezes ao dia, meia hora antes de uma refeição.

Guarde a mistura na geladeira, consuma após um dia para reconstruir na geladeira.

Esses cursos devem ser repetidos uma vez, duas vezes por ano.

Após o curso do tratamento, suas dores de cabeça desaparecem, sua pressão arterial normaliza, suas pernas param de doer, causadas por varizes e tromboflebite

nozes - análises de medicamentos para redução do colesterol na cama

No entanto, deve-se lembrar que 80 a 70% do colesterol é produzido pelo próprio corpo e apenas 20 a 30% vem de alimentos (a taxa de% pode variar ligeiramente).

De acordo com as recomendações do médico, você pode tomar suplementos alimentares, como Tykveol, Omega 3, ácido lipóico, óleo de linhaça, que contribuem para uma ligeira diminuição do colesterol.

Nome do medicamentoForma de problemaPreço médio
nas farmácias (verão de 2013)
Omega forteComprimidos 30130-140 руб.
Doppelherz omega 3Cápsulas 30210-250 руб.
TykveolComprimidos 50190-200 руб.
ácido lipoicoComprimidos 5030 rublos.
SievePren (BAA)Comprimidos 60600 rublos.

CardiolOgistas nos EUA recomendam fortemente que pacientes com colesterol alto tomem pílulas com óleo de peixe (Ômega 3), que fornece proteção contra doenças cardiovasculares, bem como a prevenção de artrite e depressão. No entanto, o óleo de peixe também deve ser tomado com cautela, pois aumenta o risco de desenvolver pancreatite crônica.

Este é um óleo de semente de abóbora comum, o uso do medicamento é recomendado para pessoas com arteriosclerose cerebral, hepatite, colecistite. Trata-se de uma fitopreparação com efeitos anti-inflamatórios, coleréticos, hepatoprotetores e antioxidantes.

É utilizado na prevenção e tratamento da aterosclerose coronariana, pois é um antioxidante endógeno, tem um efeito positivo no metabolismo dos carboidratos, aumenta o glicogênio no fígado e melhora os neurônios tróficos.

Também ajuda a manter o colesterol normal. O ácido fólico, a vitamina B12 e B6 são especialmente necessários e o ácido nicotínico é a vitamina B3. No entanto, as vitaminas não devem ser sintéticas, mas naturais, ou seja, a quantidade de alimentos ricos nessas vitaminas deve ser aumentada na dieta diária (veja os danos das vitaminas nos comprimidos).

Literatura

  1. George T. Krucik, MD, MBA. Alternativas às estatinas para baixar o colesterol, 2016
  2. Susan J. Bliss, RPh, MBA. Drogas para baixar o colesterol, 2016
  3. Omudhome Ogbru, PharmD. Medicamentos para baixar o colesterol, 2017
  4. AA Smirnov. Análise comparativa da eficácia clínica das estatinas modernas

f5945e7133343ee91a798ec275abc702 - Avaliações de medicamentos para redução do colesterol na cama

Educação médica superior. Academia Médica Estadual de Kirov (KSMA). O terapeuta local.

Tatyana Jakowenko

Editor-chefe da Detonic revista online, cardiologista Yakovenko-Plahotnaya Tatyana. Autor de mais de 950 artigos científicos, inclusive em revistas médicas estrangeiras. Ele tem trabalhado como um cardiologista em um hospital clínico há mais de 12 anos. Possui modernos métodos de diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares e os implementa em suas atividades profissionais. Por exemplo, usa métodos de reanimação do coração, decodificação de ECG, testes funcionais, ergometria cíclica e conhece muito bem a ecocardiografia.

Por 10 anos, ela tem participado ativamente de vários simpósios médicos e workshops para médicos - famílias, terapeutas e cardiologistas. Ele tem muitas publicações sobre estilo de vida saudável, diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas e vasculares.

Ele monitora regularmente novas publicações de europeus e americanos cardiolrevistas científicas, escreve artigos científicos, prepara relatórios em conferências científicas e participa em conferências europeias cardiology congresses.

Detonic