O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-la

O corvalol com batimentos cardíacos rápidos ajuda apenas se a perturbação do órgão for causada por fatores psicológicos como neurose, estresse, falta de sono ou fumo. A droga interrompe o espasmo arterial, acalma o sistema nervoso e remove a sensação de dor. Se a taquicardia foi causada por aterosclerose ou angina de peito, o remédio não terá o efeito desejado.

kapat korvalol - Corvalol ajuda com taquicardia e como tomá-loÉ melhor tomar o medicamento em uma quantidade de 15 gotas.

Para eliminar a taquicardia, recomenda-se beber o medicamento 10-15 minutos antes de comer - para que o medicamento seja absorvido pelo sangue mais rapidamente e comece a agir. A dosagem ideal para um adulto é de até 15 gotas. Eles são criados em uma pequena quantidade de água fervida em temperatura ambiente ou ligeiramente quente. Para prevenir a doença, o Corvalol deve beber até 3 vezes ao dia.

Com um batimento cardíaco acelerado, os pacientes precisam ter antiespasmódicos com efeito sedativo. O “corvalol” para taquicardia é usado por muitas pessoas no armário de remédios, porque o medicamento, devido à sua composição, dilata os vasos sanguíneos, alivia espasmos, acalma suavemente, reduz a excitabilidade do sistema nervoso e ajuda na insônia.

Este medicamento é consumido especialmente pelos idosos, uma vez que pode ser comprado em uma farmácia sem receita médica a um preço baixo.

O perigo da droga é que, com o uso prolongado, o corpo se torna viciante. Em maior medida, isso acontece no nível psicológico devido ao fenobarbital: uma pessoa necessariamente carrega "Corvalol" com ele e o usa na menor necessidade. Com o uso frequente, o bromo se acumula no corpo, contido no éter etílico.

Isso contribui para a inibição do sistema nervoso central, depressão, coordenação prejudicada. As reações adversas do trato gastrointestinal se manifestam na forma de vômitos e náuseas. Por parte do sistema cardiovascular, é possível uma diminuição da frequência cardíaca. Do sistema nervoso, tonturas, perda de espaço, sonolência são possíveis.

efeito rápido barato

causa sonolência contém odor e sabor fenobarbital

korvalol pri tahikardii2 - Corvalol ajuda com taquicardia e como tomá-lo

Corvalol é um sedativo e vasodilatador. Eu conheço esse medicamento desde a infância, pois a taquicardia sempre me incomodou. Em um estado calmo, o pulso é de 90 batimentos, sob estresse, atividade física até 130 batimentos. Além disso, distonia vegetovascular.

Até onde eu sei, este medicamento é prescrito a partir dos 7 anos de idade, primeiro uma pequena dose de 5-7 gotas foi prescrita e agora já é uma gota. Não pode ser tomado mais de 3 vezes por dia, o curso do tratamento não é superior a 10 dias.

1. Na insuficiência cardíaca

3. Distúrbios vegetativos-vasculares

5. Como antiespasmódico

mozhno pit korvalol pri tahikardii 1 - O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-lo

As pessoas também o usam para herpes, acne e até alguns gargarejos com angina, que eles simplesmente não conseguem imaginar. Normalmente, eu o uso apenas para a finalidade a que se destina.

1) Barato e acessível, custa 20 rublos.

2) Efeito rápido, alivia ataques de taquicardia e dores no coração em poucos minutos, uma espécie de “ambulância domiciliar” para os núcleos.

1) Contém fenobarbital, um poderoso sedativo que causa sonolência e letargia.

2) Um sabor desagradável e amargo, mas não é tão assustador que você pode comer um pouco de doce.

korvalol pri tahikardii 1 - O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-lo

3) É impossível engravidar e amamentar.

4) O cheiro desagradável, que é muito persistente e não pode ser abafado por nenhum chiclete ou doce, ainda é claro que a pessoa tomou Corvalol.

Corvalol é provavelmente uma ferramenta que deve estar em todos os armários de remédios.

Apesar dos contras, eu recomendo)

A taquicardia é uma condição na qual a freqüência cardíaca de uma pessoa ultrapassa os 90 batimentos por minuto. Tais mudanças no ritmo cardíaco podem ser fisiológicas, ou seja, são formadas em resposta a influências externas, como estresse, atividade física, estresse emocional, medo e podem ser patológicas, acompanhando algumas doenças sistêmicas.

mozhno pit korvalol pri tahikardii 1 1 - O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-lo

A taquicardia fisiológica geralmente não requer tratamento e para por conta própria, assim que um fator externo que força o corpo a se adaptar deixa de afetar uma pessoa.

A taquicardia do tipo patológico é mais perigosa, pois pode ser prolongada e levar ao excesso de alongamento do músculo cardíaco e à insuficiência cardíaca crônica.

  • Todas as informações no site são apenas para orientação e NÃO É um guia de ação!
  • Apenas um médico pode fornecer um diagnóstico exato para você!
  • Pedimos que você NÃO SEJA CUIDADO, mas se inscreva em um especialista!
  • Saúde para você e seus entes queridos!

Um especialista deve lidar com o tratamento da taquicardia, escolhendo os medicamentos ideais que ajudarão a lidar com a patologia.

Alguns médicos prescrevem para seus pacientes, por exemplo, Corvalol para taquicardia cardíaca. Este medicamento efetivamente acalma o sistema nervoso, dilata os vasos sanguíneos e, graças a esse efeito, reduz a freqüência cardíaca.

O corvalol é melhor tomado antes das refeições, pois nesse caso exerce seus melhores efeitos. Muitas pessoas se perguntam quantas gotas tomar em casos diferentes.

Recomenda-se que a taquicardia tome uma gota de Corvalol, não esquecendo de dissolver o medicamento em uma pequena quantidade de água. A água deve estar limpa, a temperatura ambiente é recomendada, mas você pode usar um pouco de água morna.

Se estamos falando de comprimidos de corvalol, também é melhor usá-lo antes das refeições. Para a prevenção de ataques, a recepção é repetida 2-3 vezes ao dia. Os pacientes devem se lembrar de que, se o ataque for muito forte e não foi possível interrompê-lo com a dosagem inicial, o número de gotas de Corvalol utilizadas pode ser aumentado para 40-50.

Se estamos falando de uma criança, então uma dose de 3-15 gotas será ideal para ela. A dosagem exata do medicamento deve ser selecionada por um especialista - isso é importante!

Ao escolher a dose ideal, são avaliadas as condições gerais do paciente, o curso da doença e a gravidade dos sintomas.

Neste artigo, consideraremos o que pode ser tomado com taquicardia do coração em adultos.

Corvalol é um excelente medicamento sedativo que ajuda a aliviar a irritação e o estresse. Alivia bem os ataques cardíacos, por isso também é usado para taquicardia. Ao mesmo tempo, também ajuda a lidar com a insônia, pois alivia a tensão do sistema cardiovascular.

A dosagem exata do medicamento é determinada pelo médico, com base nas condições do paciente e no curso da doença. Neste caso, as recomendações gerais para admissão dependem da forma de Corvalol e têm a seguinte aparência:

  • A tintura com taquicardia deve ser tomada gota a gota antes das refeições, tendo sido previamente dissolvida em 1/5 de copo de água morna. Em ataques agudos, a dosagem pode ser aumentada por quedas adicionais. Gotas podem ser consumidas até 2-3 vezes ao dia.
  • Comprimidos para beber antes das refeições 2-3 vezes ao dia, e vale a pena tomar apenas 1 cápsula.

Taquicardia ou contração cardíaca rápida tem muitas causas. Como sintoma de várias doenças, pode ocorrer na infância e na velhice. O tratamento da taquicardia requer um diagnóstico preciso, caso contrário, tentando ajudar o paciente, você pode prejudicá-lo seriamente.

Recomenda-se aprender como aliviar as crises por conta própria. Se eles estão associados a irritação excessiva da zona sinocarotídea ou aumento do tônus ​​do nervo vago, isso ajuda.

Ataques de sinusite e taquicardia supraventricular estão mais associados a influências externas. Se durante o exame não houver motivos para suspeitar de hipertireoidismo, reconsidere seu regime de trabalho, cuide da nutrição adequada e selecione o conjunto de exercícios necessários para os exercícios matinais.

A taquicardia associada a doenças da tireóide é tratada apenas com a participação de agentes hormonais.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

Regime diário

Está provado que a taquicardia freqüentemente afeta pessoas que não sabem como expressar seus sentimentos. Os psicólogos os chamariam de introvertidos. As emoções acumuladas podem ser dadas à natureza ao caminhar, cuidar do seu amado cão ou gato, dando-se tempo para fazer o que você ama, lendo livros interessantes.

Uma pessoa propensa a ataques de taquicardia deve aprender a relaxar e descansar do estresse, das cargas de trabalho.

As recomendações mais frequentes para caminhar para o trabalho ou voltar em ritmo lento são mais adequadas para esses pacientes

Durante o dia de trabalho, você pode massagear a área do dedo mindinho várias vezes, esfregar e massagear as palmas das mãos e massagear as pálpebras em movimentos circulares.

Atividades esportivas

Não é recomendável se esgotar com o treinamento de força. As atividades mais adequadas são natação, corrida matinal, caminhadas, ciclismo e esqui no inverno. Yoga é altamente recomendado.

Os exercícios de ginástica da manhã devem incluir:

  • exercícios respiratórios (várias respirações pelo nariz com um suspiro de 4 a 5 segundos e uma expiração forçada barulhenta pela boca);
  • abdução e balanço de mãos com expansão do peito;
  • o lado gira com ligeira torção das vértebras;
  • exercícios nos músculos abdominais (levantar as pernas de uma posição prona, “tesouras”, movimentos circulares).

Recomenda-se tomar um banho quente de manhã e à noite.

É necessário excluir excessos. A localização aumentada do diafragma com o intestino lotado contribui para distúrbios do ritmo cardíaco. Pela mesma razão, recomenda-se comer regularmente em pequenas porções frequentes, excluindo legumes, repolho.

A dieta para taquicardia requer a inclusão na dieta de produtos que contêm potássio e magnésio: sucos de frutas frescas, passas, damascos secos, ameixas secas, bananas, nozes, batatas caseiras, frutos do mar, cereais, laticínios, pão de farelo. Carne e peixe são permitidos variedades com baixo teor de gordura.

É importante cozinhar melhor, cozido ou cozido no vapor. A maneira de fritar destrói os elementos necessários.

A escolha dos sedativos depende da resposta do paciente ao tratamento. O efeito mais “suave” é exercido por remédios de ervas, incluindo ervas bem conhecidas como erva-cidreira, espinheiro-alvar, hortelã, erva-mãe e raiz de valeriana. Na farmácia, você pode comprar tinturas ou comprimidos preparados a partir desses produtos sem receita médica.

Drogas combinadas - Novo-Passit, Corvalol, Persen - permitem o tratamento regular sem danos e vícios. Ainda é melhor tomar sedativos após consultar um médico.

Indique sua pressão

Composição e forma de lançamento

O principal ingrediente ativo do Corvalol, bem como o óleo essencial da valeriana medicinal, é o éster etílico do ácido alfa-bromisovaleriano. Tem efeitos antiespasmódicos e sedativos. O éter dilata os vasos coronários, o que tem um efeito positivo na presença de pressão alta e freqüência cardíaca no paciente. Os seguintes componentes aumentam a eficácia do ácido isovalérico:

  • óleo de hortelã-pimenta;
  • fenobarbital;
  • etanol;
  • soda cáustica;
  • agua.

O fenobarbital na composição pode ser viciante, portanto, o medicamento é proibido em muitos países, uma vez que a substância é narcótica. O medicamento está disponível na forma de um líquido incolor, que é diluído em água ou em comprimidos. A droga tem um cheiro e sabor específicos. O análogo europeu da droga é considerado Valocordin. As principais propriedades da droga:

  • expansão das paredes dos vasos sanguíneos;
  • aceleração de adormecer;
  • normalização do estado psicoemocional.

Corvalol é usado nos seguintes casos:

  • insônia e neurose com alta irritabilidade;
  • no complexo de hipertensão e distonia vegetativo-vascular;
  • com espasmos não fortes dos vasos coronários;
  • em caso de taquicardia;
  • como antiespasmódico para aliviar o espasmo intestinal devido a distúrbios neurovegetativos.

Como usar

Para adultos, o medicamento Corvalol é prescrito por via oral ou sublingual, 1 comprimido ou 10-30 gotas diluídas em água. Pode ser consumido em um pedaço de açúcar 2 ou 3 vezes ao dia.

O medicamento é tomado conforme necessário, por exemplo, com taquicardia e durante espasmos dos vasos coronários. Uma dose única pode ser aumentada para 3 comprimidos ou 45-50 gotas.

O período de uso do Corvalol é determinado pelo médico, com base nos dados do efeito clínico e da tolerância individual ao medicamento (Revisões do Corvalol podem ser lidas no final do artigo).

Corvalol está disponível na forma de comprimidos nº 10, 30, 50 unid.

korvalol pri tahikardii 1 1 - O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-lo

  • éster etílico do ácido etil alfabromisovaleriânico - 12, 42 mg;
  • fenobarbital - 11,34 mg;
  • óleo de hortelã-pimenta - 0,88 mg.

A liberação de corvalol também é feita na forma de gotas:

  • d / oral. Aproximadamente. fl. 25 ml, em um pacote, No. 1
  • d / oral. Aproximadamente. fl. 50 ml, em um pacote, No. 1
ComposiçãoPillsDrops
Ácido etil alfabromisovalerânico12,42 mg2%
Fenobarbital11,34 mg1,82%
Óleo de menta0,88 mg0,14%
ExcipientesbetadexEtanol
lactose
Amido de batataHidróxido de sódio
Sais de magnésioA água purificada

Corvalol ajudará a reduzir a tensão do sistema cardiovascular, afetando benéficamente a pressão sanguínea e ajudando a prevenir espasmos dos vasos cardíacos.

Graças ao éter etílico, o medicamento possui uma propriedade calmante e antiespasmódica: a excitabilidade do sistema nervoso central diminui e os músculos dos vasos relaxam. O fenobarbital ajuda a reduzir a excitabilidade do córtex cerebral, devido à qual o medicamento tem efeito hipnótico e efeito psicotrópico. O óleo de hortelã-pimenta ajuda a expandir os vasos do coração.

  • estado inquieto;
  • insônia;
  • desordens do tipo neurose;
  • taquicardia;
  • 1ª etapa da hipertensão;
  • dor de cabeça
  • superexcitação do corpo;
  • espasmos dos vasos do coração ou intestinos.

Corvalol deve ser tomado com cuidado, pois este medicamento também possui várias contra-indicações.

Muitas vezes, as pessoas, especialmente os idosos, esperando o efeito milagroso do Corvalol, o usam na dose máxima. Às vezes, a dose é até excedida sem pensar que cada medicamento tem suas próprias contra-indicações:

  • gravidez;
  • período de lactação;
  • idade até 18 anos;
  • epilepsia;
  • alcoolismo;
  • lesão cerebral;
  • insuficiência hepática;
  • falência renal;
  • insuficiência de lactase;
  • intolerância individual aos componentes da droga.

O que é prescrito?

Devido ao fato de o Corvalol ter efeitos sedativos, vasodilatadores e antiespasmódicos, seu escopo é extenso. Use um medicamento para tratar essas doenças:

  • taquicardia;
  • estreitamento do lúmen dos vasos sanguíneos;
  • insônia;
  • espasmos intestinais;
  • cólica biliar;
  • neuroses;
  • irritabilidade excessiva;
  • hipertensão precoce;
  • náusea;
  • dor de cabeça;
  • responsabilidade do sistema nervoso autônomo;
  • hipocondria;
  • distúrbios de sono;

Corvalol com taquicardia

Geralmente, o Corvalol é bem tolerado pelos pacientes, mas com ingestão prolongada e descontrolada, aumento da dosagem e tendência a reações alérgicas a medicamentos, os seguintes efeitos colaterais são possíveis:

  • crises de tontura;
  • sonolência excessiva;
  • perda de orientação;
  • náusea;
  • vômitos;
  • estado oprimido;
  • erupção cutânea;
  • rinite;
  • uma diminuição acentuada da pressão arterial;
  • conjuntivite;
  • falta de coordenação;
  • apatia.

Se um dos sintomas da overdose de Corvalol aparecer, você deve parar de tomar o medicamento e os efeitos colaterais desaparecerão. Se isso não acontecer, a lavagem gástrica deve ser feita. A droga é um medicamento potente, portanto pode ser viciante. Antes de usar, você precisa consultar um médico. A automedicação pode prejudicar o corpo ainda mais do que a própria doença.

“Corvalol” é um fármaco combinado, inclui fenobarbital, óleo de hortelã-pimenta, éster etílico de ácido alfa-bromisovaleriânico. A droga tem um efeito calmante, vasodilatador, antiespasmódico, melhora o adormecimento natural. “Corvolol” é prescrito como um sedativo e vasodilatador para taquicardia sinusal, cardialgia, hipertensão, insônia, labilidade autonômica, condições neuróticas, síndrome de hipocondria, irritabilidade. Devido ao efeito antiespasmódico, o medicamento é usado para cólicas intestinais e biliares.

“Corvalol” é tomado antes das refeições, duas a três vezes ao dia, 15-30 gotas. Previamente, as gotas são dissolvidas em 30-50 ml de água. Uma dose única pode ser aumentada para 30-40 gotas com espasmos vasculares, taquicardia. As crianças são prescritas de 3 a 15 gotas do medicamento. Os comprimidos de Corvalol são tomados uma ou duas piadas duas a três vezes ao dia antes das refeições. Com taquicardia, você pode tomar até três comprimidos de cada vez.

A duração de tomar Corvalol é determinada pelo médico de acordo com as indicações individuais. Durante a administração do medicamento, deve-se ter extrema cautela ao controlar mecanismos, dirigir veículos, realizar atividades que exijam concentração, velocidade de reação. Você não pode tomar a droga ao mesmo tempo com álcool, o que aumenta a ação do Corvalol e exacerba os efeitos colaterais.

korvalol pri tahikardii 2 1 - O Corvalol ajuda na taquicardia e como tomá-lo

“Corvalol” está contra-indicado na insuficiência renal e hepática grave, durante o aleitamento, com hipersensibilidade identificada. O medicamento é usado com cautela durante a gravidez. “Corvalol” pode causar uma diminuição da frequência cardíaca, sonolência, tonturas, prejudicar a capacidade de concentração, alergias. O uso prolongado da droga pode levar ao vício, dependência e causar abstinência.

As conseqüências de se acostumar com o remédio são naturais: uma diminuição na eficácia da dose normal leva à necessidade de aumentá-la; Como resultado, os sintomas de overdose se desenvolvem e se intensificam. Uma overdose de Corvalol manifesta-se em uma diminuição da pressão, depressão do sistema nervoso, nistagmo, conjuntivite, ataxia, envenenamento crônico por bromo (rinite, diátese hemorrágica). Há comprometimento da coordenação motora, depressão, apatia). O tratamento de overdose consiste em terapia sintomática.

Beber Corvalol é aconselhável após consultar um médico. O especialista deve examinar a atividade do coração e garantir que a taquicardia ocorra devido a distúrbios semelhantes à neurose.

Você pode usar o medicamento apenas com um estudo completo das instruções. Em caso de deterioração do bem-estar, aparecimento de dor no coração ou abdômen, pânico ou depressão, uma pessoa deve parar de usar o medicamento e consultar um médico imediatamente.

A dose recomendada para taquicardia é de 40 a 50 gotas. Corvalol deve ser diluído em uma pequena quantidade de água e tomado 3 vezes ao dia antes das refeições. A duração do tratamento é prescrita pelo médico individualmente, dependendo da condição do paciente. Ao usar a droga, o álcool é proibido, pois há uma grande carga no fígado.

Uma overdose é perigosa para pacientes com taquicardia, pois isso leva a uma diminuição da pressão sanguínea e à inibição do cérebro. Portanto, o paciente precisa de lavagem gástrica. Na pior das hipóteses, uma dose em excesso contribui para:

  • acelerar a frequência cardíaca;
  • perda de consciência;
  • abaixando a pressão sanguínea;
  • ataxia.

Uma vantagem significativa do Corvalol, como medicamento usado no tratamento de patologias cardíacas, é que ele é mais ou menos facilmente tolerado pelos pacientes na grande maioria dos casos. Apesar de sua tolerância fácil, como qualquer medicamento, o Corvalol tem vários efeitos colaterais e contra-indicações.

Os efeitos colaterais incluem as seguintes reações, que são registradas em alguns pacientes enquanto toma o medicamento:

  • crises de tontura;
  • crises de sonolência excessiva (devido à sedação);
  • diminuição da capacidade de concentração.

Os possíveis efeitos colaterais também incluem reações alérgicas, que são registradas se uma pessoa tem intolerância a um ou mais componentes do medicamento.

Corvalol não é recomendado para tratamento a longo prazo, pois isso pode resultar em intoxicação por bromo.

Os sintomas característicos do envenenamento por bromo incluem:

  • desordens do espectro depressivo;
  • apatia;
  • rinite e conjuntivite;
  • mudanças na coordenação dos movimentos, suas violações.

Durante o estudo dos efeitos da droga, também foram registrados casos de desenvolvimento de dependência de seu uso.

Se o uso de Corvalol causar reações alérgicas, você terá que procurar uma alternativa para este medicamento, pois seu uso posterior é impossível.

Além de reações alérgicas, as contra-indicações incluem:

  • o período de gravidez e amamentação;
  • alterações patológicas no funcionamento dos rins;
  • formas graves de insuficiência hepática.

Ao usar Corvalol, deve-se lembrar que é possível o desenvolvimento de uma overdose do medicamento.

A taquicardia é perigosa no calor e quais os métodos de prevenção existentes neste caso - leia aqui.

Os sintomas de uma overdose incluem:

  • crises graves de tontura e sonolência;
  • uma diminuição acentuada da pressão arterial;
  • o aparecimento de náuseas e vômitos, o que não traz alívio.

Uma overdose do medicamento é interrompida, conduzindo o tratamento de acordo com os sintomas. Se a dose não for muito alta, a condição do paciente volta ao normal. Se o envenenamento for grave, é preciso lavar o estômago e não atrasar o atendimento aos médicos.

Devido à combinação de fenobarbital e 75% de etanol, vale a pena limitar as atividades associadas ao tempo de atenção prolongado e exigir uma boa taxa de reação. Por exemplo, é necessário dirigir com cautela e é melhor abandonar a direção durante a terapia medicamentosa.

Corvalol não é usado para taquicardia de pressão arterial baixa, pois esse medicamento pode diminuir ainda mais o nível de pressão arterial, o que agravará o ataque. Antes de usar o medicamento para interromper a taquicardia, é obrigatória a medição da pressão arterial para garantir que o uso do medicamento não a torne pior.

Condicionalmente, a reação adversa ao tomar Corvalol pode ser dividida em três grupos:

  1. Ações que ocorrem com uma overdose. Com a taquicardia, é perigoso abusar da droga, pois isso fará com que a pressão arterial diminua e o trabalho do estômago da cabeça seja inibido. Para interromper os sintomas, você precisa enxaguar o estômago. Em casos graves de overdose, são possíveis as seguintes ações:
  • a frequência cardíaca irá acelerar;
  • o paciente perderá a consciência;
  • a pressão sanguínea diminuirá;
  • ataxia - um distúrbio neuromuscular da atividade motora.
  1. Ações causadas por órgãos internos. Pode provocar vômitos e náusea, diminuição da frequência cardíaca e tonturas, sonolência e perda de espaço. Estas são reações dos órgãos digestivos, sistemas cardiovascular e nervoso.
  2. Viciante devido ao uso prolongado. Como regra, essa reação adversa se manifesta em um nível psicológico, quando uma pessoa pode se acalmar com o menor estresse somente depois de tomar o medicamento. Ao mesmo tempo, a ingestão frequente de Corvalol contribui para o acúmulo de bromo contido no éter etílico. Isso causa inibição do sistema nervoso, depressão e coordenação prejudicada.

Atividades esportivas

Tanto quanto eu sei, este medicamento é prescrito a partir dos 7 anos de idade, primeiro uma pequena dose de 5-7 gotas foi prescrita e agora já são 20-25 gotas. Não pode ser tomado mais de 3 vezes por dia, o curso do tratamento não é superior a 10 dias.

Contra-indicações

Mesmo um medicamento útil como o Corvalol tem algumas contra-indicações que devem ser consideradas ao usá-lo:

  1. Intolerância individual.
  2. Gravidez.
  3. Período de lactação.
  4. Crianças menores de 18 anos, embora as opiniões de especialistas sobre esse assunto sejam diferentes, pois vários médicos permitem que o Corvalol seja usado na prática pediátrica a partir dos 12 anos.
  5. Grave comprometimento da função hepática / renal.
  6. Má absorção.
  7. Deficiência de lactase.
  8. Alergia à lactose.
  9. Porfiria.
  10. Alcoolismo.
  11. Miastenia grave.
  12. Depressão.
  13. Vício.

É importante lembrar que Corvalol não deve ser tomado com baixa frequência cardíaca e hipotensão!

Existem vários medicamentos que, juntamente com o Corvalol, encontraram seu lugar na prática médica, por exemplo, remédio para mãe e outros remédios à base de plantas. Mas, graças à composição combinada e equilibrada do Corvalol, ainda é um dos remédios favoritos e frequentemente usados ​​para pressão alta e aumento da freqüência cardíaca. Afinal, não é fácil, as análises sobre a ação do Corvalol são apenas positivas e são acompanhadas pelas recomendações dos próprios pacientes para receber esse remédio.

Qualquer forma de Corvalol é proibida com essas indicações:

  • intolerância individual a substâncias na composição da droga;
  • gravidez e lactação;
  • idade dos anos 18;
  • o uso de drogas contendo álcool;
  • epilepsia;
  • lesão cerebral;
  • insuficiência renal, hepática ou lactase.

Você não deve tomar o medicamento para pessoas alérgicas aos componentes do medicamento, mães grávidas e lactantes, bem como pacientes, se elas tiverem histórico de tais diagnósticos:

  • insuficiência hepática;
  • insuficiência renal;
  • pressão sanguínea baixa;
  • alcoolismo e vários estágios de intoxicação;
  • dependência de drogas;
  • hipersensibilidade ao barbitúrico.

Tatyana Jakowenko

Editor-chefe da Detonic revista online, cardiologista Yakovenko-Plahotnaya Tatyana. Autor de mais de 950 artigos científicos, inclusive em revistas médicas estrangeiras. Ele tem trabalhado como um cardiologista em um hospital clínico há mais de 12 anos. Possui modernos métodos de diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares e os implementa em suas atividades profissionais. Por exemplo, usa métodos de reanimação do coração, decodificação de ECG, testes funcionais, ergometria cíclica e conhece muito bem a ecocardiografia.

Por 10 anos, ela tem participado ativamente de vários simpósios médicos e workshops para médicos - famílias, terapeutas e cardiologistas. Ele tem muitas publicações sobre estilo de vida saudável, diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas e vasculares.

Ele monitora regularmente novas publicações de europeus e americanos cardiolrevistas científicas, escreve artigos científicos, prepara relatórios em conferências científicas e participa em conferências europeias cardiology congresses.

Detonic