Qual é a diferença entre dor no coração e neuralgia Os principais sinais de sintomas

Sintomas desagradáveis ​​que ocorrem na área do coração sempre causam desconforto às pessoas e assustam. A neuralgia intercostal, sintomas à esquerda, na área do coração, em que aparecem em 100% dos casos, indica alguns problemas no corpo.

No entanto, a patologia raramente é associada diretamente a doenças do sistema cardiovascular. Se a neuralgia há muito tempo se torna uma doença crônica que ocorre regularmente, cada paciente deve saber como distinguir seus sintomas das verdadeiras patologias cardíacas.

Talvez você queira saber sobre o novo medicamento - Cardiol, que normaliza perfeitamente a pressão sanguínea. Cardiol cápsulas são uma excelente ferramenta para a prevenção de muitas doenças cardíacas, porque contêm componentes únicos. Este medicamento é superior em suas propriedades terapêuticas a esses medicamentos: Cardiline, Recardio, Detonic. Se você quiser saber informações detalhadas sobre Cardiol, Vá para o site do fabricante. Aqui você encontrará respostas para perguntas relacionadas ao uso deste medicamento, avaliações de clientes e médicos. Você também pode descobrir o Cardiol cápsulas no seu país e as condições de entrega. Algumas pessoas conseguem obter um desconto de 50% na compra deste medicamento (como fazer isso e comprar pílulas para o tratamento da hipertensão por 39 euros, está disponível no site oficial do fabricante).Cardiol cápsulas para o coração

Sintomas de neuralgia

O sintoma mais comum da neuralgia é a dor na região intercostal esquerda ou direita, bem como na área do coração. Em 1-5% dos casos, ocorre patologia bilateral. A dor pode passar da frente para trás, devolvendo a omoplata, localizada acima ou abaixo da área do coração. Além disso, a patologia é caracterizada por sinais:

  • formigamento do lado dolorido à esquerda, bem como diretamente na área do coração, menos frequentemente no lado direito;
  • dormência da pele ou aumento da sensibilidade;
  • a pele fica vermelha, há uma sensação de calor ou frio;
  • é difícil para o paciente respirar, com tosse, os sintomas se intensificam.

Você pode confundir os sinais de neuralgia intercostal com doenças graves, portanto, para um diagnóstico diferencial, é melhor consultar um médico.

O corpo de uma mulher grávida não funciona como sempre, e muitos sintomas de doenças são embaçados, incorretamente interpretados.

A neuralgia intercostal nessa condição pode resultar da compressão das raízes nervosas pelos órgãos. Por esse motivo, os sintomas ocorrem não apenas na área do coração:

  • dor aguda pode estar em qualquer zona à esquerda, menos frequentemente à direita;
  • os sintomas são freqüentemente dados ao estômago e ao coração, escápula;
  • quanto mais longo o prazo, mais fortes os sinais aparecem, após o parto desaparecem quase completamente.

Às vezes, vírus inativos acordam durante a gravidez. Herpes zoster causado pelo herpes é um deles. É caracterizada pela presença de vesículas na pele com subsequente formação de úlceras.

Sinais em crianças

A neuralgia intercostal se desenvolve na infância, principalmente quando o bebê é carregado inadequadamente nos braços. No entanto, até 3 anos, a criança não consegue identificar corretamente os sintomas. Os pais podem reconhecê-los:

  • a criança se queixa de dor no abdômen, esterno ou na lateral das omoplatas;
  • possivelmente gaguejando e chorando;
  • o sono é perturbado;
  • a transpiração se intensifica.

Deve-se lembrar que, com neuralgia intercostal, a dor é especialmente intensa durante o movimento e, quando em repouso, diminui rapidamente.

Existem muitas maneiras de distinguir a dor à esquerda de um ataque cardíaco.

NeuralgiaDistúrbios cardiovasculares
Se ocorrerem sintomas à esquerda, a dor se intensificará com a inspiração e a expiração, bem como ao tentar mudar a pose. Dói muito se eles começam a sentir as costelas.Nas lesões cardíacas, os sintomas persistem constantemente: em pé, em posição deitada.
As sensações de dor envolvem a parte superior do corpo: ombros, peito, região das costelas, omoplatas. A dor persiste por um longo tempo.Dores no coração são dadas na mão esquerda e persistem no esterno, no centro. O desconforto não dura mais que 15 a 16 minutos.
Sedativos, analgésicos, AINEs ajudam.A dor desaparece da nitroglicerina.
O pulso permanece em um estado normal, a pressão raramente muda.O pulso pode aumentar ou diminuir, a pressão aumenta ou diminui acentuadamente, dependendo da doença cardíaca concomitante.

Mas você não pode ignorar as características do corpo de pacientes individuais. Algumas doenças cardíacas são acompanhadas por aumento da dor à esquerda com movimento ou inalação. Para determinar com precisão a doença que causa os sintomas desagradáveis, você deve consultar um médico.

Se os sintomas são apresentados sob as costelas ou na região lombar, é necessário separar os distúrbios da neuralgia intercostal no sistema digestivo e urinário. Além disso, às vezes a patologia é confundida com doenças pulmonares - pneumonia e pleurisia.

Para diagnosticar a doença, você pode entrar em contato com um terapeuta ou um neurologista. Se o médico suspeitar do desenvolvimento de doença cardiovascular, ele será encaminhado a um cardiologista. Para o diagnóstico, são utilizados métodos como ressonância magnética, eletrocardiograma, radiografia, urina e análises ao sangue.

Causas da neuralgia

Um sintoma como neuralgia intercostal acompanha várias doenças. É impossível considerar uma violação como uma patologia independente. O processo se desenvolve sob a influência dos seguintes fatores:

  • Nervo espinhal comprimido no esterno. As principais causas da patologia são protrusão, osteocondrose e hérnia intervertebral.
  • O nervo está constantemente irritado, os músculos entre as costelas ficam inflamados. O desvio pode ocorrer devido ao estresse, trauma ou aumento do esforço físico. Às vezes, causa um mecanismo de hipotermia ou infecção.
  • Alterações hormonais que desencadeiam processos patológicos nas células. Isso é observado na menopausa, durante a gravidez.
  • Imaturidade do aparelho ligamentar. Esse motivo se torna um fator de sintomas desagradáveis ​​na região do coração, com neuralgia intercostal, apenas em crianças, quando os ossos se desenvolvem ativamente, mas os ligamentos atrás deles não têm tempo.

Processos como tumores na medula espinhal ou a exposição constante de produtos químicos ao corpo podem causar um desvio. Outro motivo são as doenças do sistema muscular e esquelético, incluindo esclerose múltipla e destruição das bainhas de mielina dos nervos.

Importante! O diabetes mellitus é uma das causas comuns de neuralgia intercostal associada a distúrbios metabólicos e alterações endócrinas.

Eles levam a uma violação do trauma da coluna vertebral, esterno, costelas. Os sintomas também podem aparecer com tensão muscular constante.

Para que o tratamento da neuralgia intercostal no coração seja correto e eficaz, diferentes métodos devem ser utilizados. Uma abordagem integrada à terapia medicamentosa é a base do tratamento. Aqui está o que você precisa observar e tomar com uma patologia localizada no lado esquerdo ou direito do esterno:

  • é necessário observar repouso na cama por 2-4 dias, para não provocar inflamação;
  • dormir em um travesseiro ortopédico e colchão duro para que não haja recaídas;
  • Para eliminar a dor, são tomados AINEs baseados em ibuprofeno ou diclofenaco, Movalis, Meloxicam, esses medicamentos também eliminam a inflamação;
  • use relaxantes musculares para eliminar os nervos comprimidos - “Sirdalud” ou “Midokalm”;
  • Vitaminas B são necessárias para restaurar a atividade muscular, terminações nervosas e imunidade.

Em casos graves, as injeções são prescritas quando o nervo é comprimido no coração. Na maioria das vezes eles usam analgésicos: Movalis, Ketanol, Milgamma, Novocain, Analgin.

Conselhos! Pomadas aquecedoras ajudam no tratamento da neuralgia com danos nos nervos na área do coração ou ligeiramente mais baixos no lado esquerdo.

Géis à base de veneno de cobra "Viprosal" e "Viratoks" funcionam muito bem. Além de drogas com veneno, Voltaren, Dikloran, Ketanov e Flexen são usados ​​para eliminar os sintomas.

Fisioterapia

Se a neuralgia intercostal ceder no coração, mas sua causa vier de distúrbios na estrutura e no funcionamento da coluna vertebral, nas articulações, então os procedimentos fisioterapêuticos são prescritos:

  • acupuntura;
  • massagem terapêutica com pomadas;
  • osteopatia - efeitos no esqueleto para melhorar a circulação sanguínea, fluxo linfático;
  • Shiatsu - massagem japonesa, que afeta pontos biológicos;
  • Terapia por exercício e ginástica em simuladores com um treinador.

Certifique-se de usar um colchão ortopédico para danos na coluna.

Para combater a patologia intercostal, você pode usar a medicina tradicional. Eles são tomados por via oral na forma de sucos e decocções, ou compressas e pomadas são feitas. É necessário discutir com o médico a possibilidade de usar prescrições:

  • suco de rabanete preto, solução salina de 0,5 l de água e 2 colheres de sopa. l., suco de batatas e cebolas 1 a 1 é usado na forma de compressas;
  • uma decocção de camomila é aplicada na área danificada e tomada oralmente por prescrição;
  • para moagem, use tintura em brotos de bétula (0,5 l de vodka por 200 g).

Um estilo de vida sedentário é uma das razões para o desenvolvimento de doenças do sistema músculo-esquelético após 25 anos em 45% das pessoas. Portanto, a principal maneira de prevenir a neuralgia intercostal e sintomas como dor à esquerda ou na área do coração durante o seu desenvolvimento é a atividade física moderada.

Conselhos! O paciente deve se proteger da hipotermia, tratar doenças hormonais e infecciosas a tempo e também evitar sobrecarga em empurrões.

É importante observar o regime de trabalho e descanso, tempo suficiente para dormir e comer direito. Álcool, tabagismo e outros maus hábitos, incluindo comer demais, provocam o desenvolvimento de neuralgia. É útil para a profilaxia tomar preparações multivitamínicas.

Dor na região do coração e no lado esquerdo no meio das costelas é o principal sintoma da neuralgia intercostal. É fácil confundi-lo com doenças do sistema cardiovascular, portanto, você precisa ser capaz de realizar um diagnóstico diferencial. Para um diagnóstico preciso, uma pessoa precisa consultar um médico.

A neuralgia intercostal (toracalgia) provoca compressão e inflamação dos nervos intercostais. É acompanhado por dor intensa. Esta doença requer um diagnóstico e tratamento corretos prescritos por um neurologista. A automedicação é altamente indesejável, pois a nevralgia pode causar complicações sérias.

Muitas vezes, esta doença ocorre no contexto de outra doença, devido a transformações inflamatórias e degenerativas na coluna vertebral.

Devido ao nervo comprimido com neuralgia costal, a dor aparece no coração, omoplatas, braços

Os motivos que provocam neuralgia são os seguintes:

  • alergia;
  • danos mecânicos no esterno e nas costas;
  • baixa imunidade;
  • hipotermia;
  • patologia do sistema nervoso;
  • defeitos da coluna vertebral (hérnias dos discos intervertebrais, osteocondrose, espondilose deformadora e outros);
  • câncer de pulmão;
  • intoxicação com danos a órgãos internos ou após tomar medicação;
  • doenças bacterianas, por exemplo, tuberculose.

A dor intensa diretamente no peito também é um indicador de várias doenças cardiovasculares.

  • A miocardite é um processo inflamatório no músculo cardíaco que aparece como uma complicação contra infecções (gripe, amigdalite, difteria e outras).
  • Pericardite é uma inflamação da parede externa do coração, geralmente de uma forma pós-infarto, reumática ou infecciosa. Pode ser acompanhado por falta de ar severa.
  • Lesões que resultam em danos ao coração.
  • Neoplasias malignas e benignas que pressionam os órgãos localizados diretamente no peito.
  • A endocardite é uma doença da parede interna de um órgão provocada por infecção, intoxicação ou hematomas.
  • Doença cardíaca coronária - caracterizada por circulação sanguínea prejudicada e fornecimento de oxigênio ao músculo cardíaco. É formado no contexto de várias doenças vasculares, maus hábitos e obesidade.

Caracterização da dor neurológica

Quando uma pessoa fala de dor no peito, apontando para o local da localização, ela a toca. Pela maneira como ele faz isso, pode surgir uma suposição sobre o que exatamente causou esse sintoma. Se o paciente apontar os dedos para onde dói, provavelmente a queixa não se aplica a problemas cardíacos.

Médicos com experiência suficiente, já durante o exame preliminar de uma pessoa doente, são capazes de determinar a causa da doença. Os especialistas têm uma idéia clara da diferença de sintomas, dando origem a suspeitas de dor no coração ou a diagnosticar neuralgia, sabendo exatamente como diferenciá-los. Quando uma pessoa sofre de coração, um diagnóstico preliminar dessa orientação economizará tempo, o que delineia a vida e a morte.

Depois de descrever a dor durante problemas do miocárdio, para entender como distinguir a dor do coração da neuralgia, vamos nos debruçar sobre suas características. A área do peito é inervada por muitos troncos nervosos. Essa parte do corpo humano, além do esqueleto musculoesquelético do tórax, contém órgãos vitais - coração, brônquios, pulmões, grandes troncos vasculares - a aorta, veia cava e seus ramos.

Todos eles têm um complexo sistema de inervação. Através da parte do peito da cavidade do corpo, os nervos passam para os órgãos da cavidade abdominal, ramificando-se para o coração, brônquios e pulmões. Portanto, que tipo de neuralgia existe na região do coração depende de qual tronco nervoso tem um problema.

Para "desvendar a teia" das sensações dolorosas dos tecidos nervosos, é necessário entender onde passa o nervo, como seu trabalho é perturbado, que conexão existe entre os órgãos controlados por ele.

Um ataque de cólica biliar é manifestado por fortes dores no peito, que estão associadas à irritação do nervo vago. Este nervo se ramifica para o coração e órgãos abdominais. Sua irritação se espalha da vesícula biliar para cima. O ataque é acompanhado por um forte batimento cardíaco, sudorese. Não apenas sintomas, mas mesmo um ECG geralmente dá sinais de um ataque cardíaco. Um médico experiente prestará atenção à localização da dor à direita, o que é muito raro para o IM.

A neuropatia envolvendo esses troncos, às vezes chamada de "neuralgia cardíaca", pode causar dor no peito. No total, as pessoas têm 12 pares de nervos intercostais, um dos quais na verdade fica sob a última costela. Reconhecer sua dor não é difícil de aprender. Possui características:

  1. Não está associado a um estado de descanso, atividade física, estresse. Tem um caráter permanente, localização direcionada.
  2. Geralmente é descrito como nítido, costurando, rasgando, espasmódico, dolorido, roendo, atirando.
  3. Muitas vezes, é um cinto - passando no mesmo nível horizontal, como se um cinto envolvesse um corpo. O paciente define claramente o local da dor, seus limites.
  4. Fortalece com tosse, espirros, risos, respiração (durante a inspiração).
  5. Pode ser acompanhado por sintomas de dormência, formigamento, sensação de queimação.

A neuralgia cardíaca tem os seguintes sintomas:

  1. Tensão, tremor dos músculos das costas.
  2. Dormência, formigamento da pele dos espaços intercostais.
  3. Vermelhidão ou palidez da pele, erupção cutânea ao longo do nervo afetado.

As causas da neuralgia intercostal podem ser diferentes. Eles estão associados a danos, compressão ou inflamação desses nervos.

As principais causas de neuralgia intercostal

  • compressão dos troncos nervosos - uma hérnia do disco intervertebral, osteocondrose;
  • lesões no peito (não médicas), costas;
  • infecções virais - uma conseqüência da reativação do vírus da varicela em pessoas que já tiveram catapora (herpes ou herpes zoster);
  • lesões causadas por intervenção cirúrgica anterior (abertura do peito para acesso ao coração, pulmões, diafragma);
  • esforço físico agudo;
  • ficar em uma posição desconfortável por muito tempo;
  • exposição ao calado, levando à inflamação das raízes dos nervos espinhais do segmento torácico,
  • violação de processos metabólicos;
  • hipotermia;
  • estresse;
  • o resultado de uma deficiência de vitaminas do grupo B;
  • infecções respiratórias agudas;
  • gravidez.

As mulheres têm um risco aumentado de problemas na área intercostal desde o final do segundo até o final do terceiro trimestre. Mas as razões que podem afetar o corpo da grávida, causando fenômenos patológicos que complicam o trabalho do sistema nervoso, não são completamente esclarecidas.

Uma mudança no plano hormonal durante a gravidez leva ao relaxamento dos ligamentos e cápsulas articulares de todo o organismo. As articulações das costelas não são exceção. A condição também está associada à pressão do útero em crescimento nos órgãos, tecidos, violação parcial da circulação sanguínea e da circulação de fluidos e desequilíbrio bioquímico.

Esses processos afetam as áreas de distribuição dos troncos nervosos, a neuropatia ocorre e a neuralgia cardíaca se desenvolve. Violações do sistema nervoso simpático aumentam a transpiração, alteram o pulso da mãe expectante. A condição é muito semelhante a um ataque cardíaco. Além disso, durante o esforço físico, as sensações dolorosas também aumentam acentuadamente.

Além disso, existe um mecanismo de impacto direto. Quando a criança continua a crescer, pressiona com o corpo tudo o que está ao seu redor, leva à formação de subluxações das costelas, irritação dos nervos intercostais. A parte inferior das costas, costas, diafragma, nervos passando por eles também sofrem.

O útero grávido pressiona os troncos ciático, lateral, femoral, cutâneo e outros nervos, na articulação do quadril, na articulação sacroilíaca e provoca subluxações das vértebras. Isso causa dor nas costas, cãibras, cãibras musculares, dormência dos membros inferiores e pele das áreas do corpo em que o feto pressiona os troncos nervosos. Quando há um aumento na atividade física, a intensidade da dor pode aumentar.

A sensibilidade gustativa dos 2/3 anteriores da língua é perdida; há uma dor ardente em todo o nervo, principalmente atrás da orelha. Essa condição é 3 vezes mais comum em mulheres grávidas do que em todas as outras pessoas. Os neuropatologistas ainda não conseguem explicar conclusivamente com o que isso está relacionado.

É significativo que a gravidez possa ser a condição favorável que contribui para a manifestação de falha do sistema nervoso. De fato, em mulheres grávidas, neuralgia do ombro e do ciático, síndrome do túnel do carpo, dores de cabeça, meralgia anestésica são igualmente comuns.

No caso de desenvolvimento de patologias do sistema cardiovascular, sensações dolorosas são acompanhadas de queimação, formigamento e forte pressão na região do peito. Tais sintomas aparecem como resultado do desenvolvimento de angina de peito, infarto do miocárdio, pericardite ou inflamação da bolsa cardíaca acompanhada de falta de ar, fadiga, inchaço, ataques de tosse, alterações na pressão arterial e na freqüência cardíaca.

O infarto do miocárdio aparece como resultado do bloqueio das artérias, problemas com o transporte de sangue através do sistema vascular. Tais fenômenos patológicos causam dores curtas, agudas e prementes no peito. Determinar o local exato de sua localização é difícil. As sensações dolorosas cobrem não apenas o tórax, mas também o esôfago, cervical e lombar. O desenvolvimento de infarto do miocárdio é acompanhado pelo aparecimento de suor frio, náusea, vômito.

Ao fechar as paredes dos vasos sanguíneos com placas ateroscleróticas, os cardiologistas diagnosticam angina de peito. Este tipo de patologia determina a restrição do acesso do sangue ao músculo cardíaco na íntegra. A angina de peito aparece com um aumento do esforço físico, que causa excesso de esforço do corpo humano, bem como após situações estressantes que causam fortes emoções negativas.

O tratamento oportuno das patologias do sistema cardiovascular elimina o risco de processos irreversíveis no corpo humano, a morte do paciente. Sabendo como distinguir a dor do coração da neuralgia, você pode salvar a vida de um ente querido, fornecendo a ele os primeiros socorros eficazes.

Muitos pacientes que sentem desconforto na região do peito querem saber o que os causa: dor no coração ou neuralgia. Uma resposta definitiva pode ser obtida após consulta a um especialista especializado que, de acordo com os resultados das medidas de diagnóstico, esclarecerá o diagnóstico e prescreverá tratamento adequado. Seu principal objetivo é aliviar a dor e a recaída.

Dores neurológicas no peito aparecem como resultado do desenvolvimento de várias doenças. Estes incluem:

  • osteocondrose das vértebras torácicas;
  • o estado de protrusão ou o aparecimento de uma hérnia dos discos intervertebrais;
  • lesão na parte superior da coluna vertebral;
  • diagnóstico de neoplasias;
  • danos no peito da coluna devido ao desenvolvimento de tuberculose ou sífilis;
  • espondilose no contexto de osteófitos crescidos;
  • tratamento prematuro de resfriados e doenças infecciosas;
  • alta frequência de hipotermia, choques nervosos, situações estressantes.

Como distinguir a dor do coração da síndrome nevrálgica

O desconforto no esterno pode ser um sintoma de patologias fatais, portanto, ao diagnosticar, é importante diferenciar o mais rápido possível: o coração dói ou a neuralgia se faz sentir. A etiologia da doença pode ser sugerida pela eliminação dos sinais de angina de peito. Um diagnóstico preciso, no entanto, só é possível após o exame do coração e da coluna.

SintomaDor no coraçãoToracalgia
Intensidade de desconfortoForte, compressivo.
Queimação, semelhante à azia - para um ataque cardíaco, sem brilho e dolorido - para origem não coronariana.
Existem dores doloridas, puxando, queimando e costurando que ocorrem por um curto período de tempo ou atormentam dia e noite.
Característica da dorZagrudnayaTinea, agravada pela irritação de pontos individuais e um movimento brusco ("dor nas costas").
Duração da manifestação5-20 minutos, mais tempo com um ataque cardíaco.Não tem duração característica.
Medicamentos ativos"Nitroglicerina"Ibuprofeno e outros AINEs, adesivos de lidocaína, relaxantes musculares
Condição de ocorrênciaEstresse, atividade física. Com angina de peito, uma manifestação durante o sono é característica.Movimentos agudos dos membros superiores e do corpo, risadas, tosse, respirações e exalações profundas, posição corporal desconfortável, permanência prolongada em uma posição. Por razões, é registrado principalmente em adultos.
Outros sinaisMudança na frequência cardíaca e pressão arterial, arritmia, falta de ar.Postura característica com uma inclinação em direção à área afetada, queimação, formigamento, descoloração e sensibilidade da pele.

Raramente é possível reconhecer inequivocamente como a patologia se manifesta e distinguir neuralgia de dor no coração com base apenas em queixas. Isso se deve ao fato de a neurite intercostal não possuir um único quadro clínico típico.

Se a dor no coração não for um caso isolado e durar mais de 15 minutos, você deve consultar imediatamente um médico.

númeroCritérios de diferençaCaracterística de dor no coraçãoCaracterização da dor neurológica
1.Intensidade da dorForte, opressivo, dolorido, de ação curta e desaparece rapidamente após tomar o medicamentoMuito forte, intensificando ao executar movimentos, cuja duração pode ser calculada em dias
2.LocalizaçãoAtrás do esterno ou no nível do 5º espaço intercostalNa direção da localização do nervo intercostal
3.Sintomas adicionaisPalidez da pele, suor frio, falta de ar, inchaçoFortalecendo a dor com movimentos bruscos
4.Fatores que provocam dorEstresse emocional ou físicoNitidez de movimento
5.Medicamentos para alívio da dorNitroglicerinaAnti-inflamatórios não esteróides: Diclofenac, Nimesil, Nurofen, etc.

O aparecimento de qualquer tipo de dor na região do peito sinaliza a necessidade de procurar ajuda médica qualificada. O tratamento oportuno elimina o agravamento de qualquer tipo de doença e o risco de complicações graves.

É bastante difícil distinguir se o coração está perturbado ou neuralgia por sinais externos, uma vez que ambas as condições são caracterizadas por desconforto na região do peito. Manifestações de dor são diferentes. Se os homens são mais propensos a sentir desconforto na parte inferior do peito, então as mulheres - na parte superior.

Um diagnóstico preliminar pode ser feito se você prestar atenção às características do sintoma:

  1. Em primeiro lugar, a neuralgia ocorre devido à compressão das terminações nervosas; portanto, a dor se espalha por todo o seu comprimento; o paciente sente desconforto não apenas no peito, mas também na área da omoplata ou nas costas.
  2. O segundo critério diagnóstico é a duração da síndrome da dor. Nas patologias cardíacas, o desconforto é perturbado por vários minutos. A neuralgia provoca dores doloridas ou costuradas que não desaparecem por mais de 20 minutos.
  3. A terceira característica é o efeito de um fator provocador. Nesta base, é mais fácil distinguir neuralgia intercostal e osteocondrose de dor no coração. Este último ocorre num contexto de estresse severo, após esforço físico, experiências emocionais. Mas você precisa entender que a neuralgia geralmente se desenvolve como resultado de patologias cardiovasculares. Na osteocondrose, a intensidade da dor aumenta com o movimento, enquanto nas patologias cardíacas essas alterações não são observadas.
  4. O último critério diagnóstico é o efeito dos medicamentos na condição do paciente. Com dores no coração, o paciente sente alívio após tomar nitroglicerina, enquanto o medicamento não ajuda nas fibras nervosas comprimidas. Com a patologia cardíaca, uma diminuição da atividade física também ajuda, o que não resulta em neuralgia.

Para distinguir a doença cardíaca da neuralgia, é necessário prestar atenção à natureza dos fenômenos que a acompanham. Com sinais de doenças cardíacas, a pressão arterial geralmente aumenta. A disfunção orgânica leva a uma violação do ritmo cardíaco. Para interromper esses sintomas, os medicamentos apropriados ajudam. A pressão após tomar “Valocordin” é normalizada, e “Nitroglicerina” elimina arritmia.

Se olharmos para as causas desses distúrbios, podemos entender as diferenças na dor do músculo cardíaco e na neuralgia em adultos. A dor no coração se desenvolve devido a infarto do miocárdio, embolia pulmonar, miocardite, pericardite, aneurisma da aorta, hipertensão, angina de peito. Cada um desses fatores leva a vários sintomas.

Com a angina de peito, a dor irradia para o braço esquerdo, pescoço ou sob a omoplata.

A intensidade da síndrome é diversa. A dor incomoda por vários segundos ou minutos (às vezes até 20). No final de um ataque de angina de peito, o paciente sente falta de ar. Pode haver um medo da morte.

Com um ataque cardíaco, existem:

  • branqueamento da pele;
  • sudorese profusa;
  • aumento da respiração e aumento da intensidade da dor durante o movimento;
  • medo da morte.

Nas doenças inflamatórias do coração (pericardite, miocardite), a síndrome da dor geralmente adquire um caráter puxador, e sua intensidade aumenta o estresse físico. Ao mesmo tempo, falta de ar, arritmia e aumento da temperatura corporal são observados.

O aneurisma da aorta é indicado por sensações dolorosas prolongadas que se preocupam por vários dias. O tromboembolismo é indicado por sinais característicos da primeira doença. Mas, diferentemente da angina de peito, a dor não se espalha para outros departamentos e está localizada no peito. Os seguintes sintomas também são possíveis:

  • lábios e pele azuis;
  • uma queda acentuada na pressão sanguínea;
  • palpitações cardíacas;
  • dispnéia.

Com a hipertensão, a síndrome da dor ocorre acentuadamente, causada pelo aumento da pressão arterial. Esta doença cardíaca é caracterizada pelos seguintes sintomas:

  • dor de cabeça;
  • pontos cegos diante dos olhos;
  • Goosebumps
  • perturbação da marcha.

Além dessas razões, o coração muitas vezes dói com os nervos. Nesse caso, o sintoma deixa de incomodar assim que o estado mental do paciente é restaurado.

A neuralgia, como uma doença cardíaca, ocorre em um contexto de estresse muscular e emocional. Os fatores provocadores que causam compressão das fibras nervosas incluem:

  • ferimentos ou outros danos ao peito;
  • hérnias e outras patologias que afetam o sistema músculo-esquelético;
  • doenças infecciosas e virais;
  • hipotermia frequente;
  • gravidez;
  • depósitos de sal na coluna vertebral;
  • deficiência de vitaminas do grupo B.

Geralmente, com uma lesão no peito, a dor se espalha ao longo da costela (geralmente a mais baixa). Essa manifestação não é típica para um coração doente.

Como nem sempre é possível determinar o tipo de dor - um problema no coração ou se preocupa com neuralgia, é necessário prestar atenção à natureza do sintoma e aos sinais que o ajudam a estabelecer o tipo de violação. A compressão das fibras nervosas causa neuralgia e a dor é caracterizada pelos seguintes recursos:

  • costura, corte, ondulado;
  • a intensidade da manifestação da síndrome aumenta com inspiração, movimento;
  • a dor pode ser perturbadora por vários dias;
  • a intensidade do sintoma aumenta com a palpação;
  • o aparecimento de dores distantes na escápula, pescoço, peito e em todo o comprimento do nervo;
  • diminuição da sensibilidade na área problemática, o que não é típico para doenças cardíacas;
  • cãibras musculares;
  • branqueamento da pele;
  • queda de temperatura local.

Nesse sentido, com sintomas de neuralgia no coração, o tratamento é determinado pela natureza dos distúrbios concomitantes. Simultaneamente aos fenômenos indicados, surgem outros sinais que provocaram neuralgia na região do coração. Em particular, na neuralgia intercostal, os sintomas à esquerda são complementados por erupções vesiculares com exacerbação de herpes zoster.

Nas doenças cardíacas, a síndrome da dor está localizada principalmente na parte superior do peito. Tais patologias provocam uma acentuada deterioração da condição do paciente até desmaios.

Somente estudos clínicos ajudam a entender se o coração dói ou a causa do desconforto na neuralgia. É impossível distinguir ambos os estados com base apenas na coleta de informações sobre a condição do paciente, porque a neuralgia cardíaca é caracterizada por sintomas que ocorrem com uma variedade de doenças, incluindo patologias respiratórias.

Se o eletrocardiograma não revelar desvios, aplique:

  • angiografia coronariana;
  • ecocardiograma;
  • Ultra-som do coração;
  • RM (raramente usada para detectar alterações degenerativas no coração).

A angiografia coronariana é um estudo que pode ajudar a distinguir um ataque cardíaco da neuralgia. Durante o procedimento, um agente de contraste é introduzido nos vasos para determinar a velocidade da passagem do sangue. O método permite detectar a presença de bloqueios ou estenose, bem como a localização desses distúrbios.

Um ecocardiograma fornece informações sobre o estado atual das paredes cardíacas, defeitos de órgãos e o curso dos processos inflamatórios. Estes últimos também são diagnosticados com base nos resultados de um exame de sangue bioquímico.

Se necessário, é prescrita uma tomografia da coluna vertebral. Este procedimento é realizado se não forem detectados desvios na condição ou no trabalho do coração.

A neuralgia cardíaca é tratada principalmente com medicamentos selecionados, dependendo das características do fator causal. O regime de tratamento é individual para cada paciente, a duração do tratamento é determinada levando em consideração a gravidade do caso.

Terapia de droga

Caracterização da dor neurológica

É quase impossível entender de forma independente o que provocou a sensação de dor na região do coração, uma vez que se manifesta igualmente em diferentes condições de saúde. Assim que houver dor no peito, é recomendável procurar a ajuda de um médico. Somente um diagnóstico completo pode identificar a verdadeira causa do desconforto.

Sob qualquer hipótese sobre doença cardíaca ou neuralgia, procure atendimento médico. Você não precisa se envolver em tratamento por conta própria, pois está cheio de deterioração ou morte. Após um estudo detalhado, o especialista determinará o diagnóstico correto e prescreverá o tratamento apropriado para ele.

Para determinar o que se tornou o fator na aparência de cãibras no peito, os médicos usam os seguintes métodos de diagnóstico:

  • Eletrocardiograma. É realizado de duas maneiras - em uma posição inativa e após um pequeno esforço físico. Usando um ECG, o batimento cardíaco é verificado e os distúrbios no sistema condutor são detectados. O método ajuda a detectar isquemia e ataque cardíaco.
  • Coronarografia (estudo do leito coronariano). Ao introduzir um meio de contraste, ajuda a determinar a perviedade dos vasos e da aorta. Durante o estudo da distribuição da substância, é possível identificar problemas das paredes dos vasos sanguíneos.
  • Ecocardiografia. Este estudo utiliza ultra-som, com o qual você pode determinar o volume da câmara cardíaca e a espessura das paredes do órgão. O método permite descobrir se existem processos inflamatórios ou defeitos cardíacos.

Se todos os métodos acima não revelaram doenças cardíacas, é necessário continuar o exame para estabelecer problemas com o sistema nervoso periférico.

Sob essas circunstâncias, os seguintes métodos de diagnóstico são usados:

  • estudos clínicos de sangue e urina;
  • sangue por ELISA para anticorpos para vírus herpes simplex;
  • Ressonância magnética da coluna, com suspeita de hérnia ou neoplasia;
  • eletroneurografia, com hematomas;
  • radiografia do tórax e coluna vertebral.

Dor no coração ou neuralgia - distinguir um especialista após um exame completo, com base no qual ele prescreverá um curso de tratamento.

Cardiolos ogistas estão envolvidos na detecção de dores no coração. O tratamento da doença prevê terapia medicamentosa após a obtenção dos resultados das medidas de diagnóstico. A natureza da dor na região do peito oferece uma oportunidade para sugerir a presença de doença cardíaca, o sistema vascular. Para esclarecer o diagnóstico, a passagem é atribuída:

  • eletrocardiografia, que se refere a um estudo diagnóstico desenvolvido para detectar anormalidades no ritmo cardíaco e na função de seu sistema condutor;
  • coronarografia, que oferece a oportunidade de identificar locais de localização e o grau de estreitamento das artérias;
  • ecocardiograma, que envolve o exame ultrassonográfico do coração, a identificação de seus defeitos de natureza congênita ou adquirida, a determinação da espessura das paredes vasculares, a avaliação do sistema valvar.

Com exceção das patologias cardíacas, é prescrito um computador ou ressonância magnética da coluna torácica. Os resultados obtidos são a base para identificar as causas de dor no coração ou neuralgia. O tratamento prescrito pelo cardiologista é complementado pela estrita adesão a uma dieta nutricional e redução da atividade física.

Também é estritamente proibido fumar produtos de tabaco e beber álcool, independentemente da concentração de etanol neles contida. Somente médicos podem diagnosticar neuralgia ou dor no coração. O autotratamento de uma síndrome desagradável na região do peito pode causar sérias complicações e a morte do paciente.

A forma aguda da neuralgia intercostal, que está associada a um golpe de faca, desaparece com o tempo e passa para o estágio de dor dolorosa somente após a tomada de formas de dosagem anti-inflamatórias não esteróides na forma de comprimidos, géis, pomadas, injeções. O uso de nitroglicerina ou drogas cardíacas não ajudará a eliminar os sintomas da patologia.

Existem também métodos de exame mais precisos, incluindo exame em aparelho de ultrassom e ressonância magnética e eletroneuromiografia.

Com a ajuda do ultra-som e um tomógrafo, você pode ver a presença de compressão do tecido nervoso do lado de fora. Pode ser um cisto, um tumor, inflamação. E também existe um distúrbio local da circulação sanguínea na área da dor. Essa é uma grande vantagem no diagnóstico, pois você pode ver o foco, que pode ser eliminado com a ajuda do tratamento cirúrgico.

O diagnóstico da osteocondrose tornou-se muito mais fácil, graças ao dispositivo de ressonância magnética, pois permite ver a causa da compressão das raízes nervosas que surgiu nos discos intervertebrais, também é possível ver espondilolistese - deslocamento das vértebras ou violação na a medula espinhal, como estenose - estreitamento do canal medular.

Os tomógrafos são de dois tipos, que permitem identificar peças menores, com até 1 mm de tamanho e que podem revelar detalhes de 5 mm ou mais. Depende do campo magnético, no primeiro caso é igual a 1,5 Tesla e no segundo, 0,4 Tesla é suficiente.

Além disso, o procedimento neste dispositivo tem contra-indicações, a mais importante delas é a presença de objetos de metal no corpo. O campo magnético do tomógrafo não apenas atrai o objeto para si, mas também o aquece.

Se ocorrer neuralgia devido a hipotermia ou movimento estranho, uma ressonância magnética será inútil.

A eletroneuromiografia examina todo o sistema nervoso e determina a falha do impulso nervoso

A eletroneuromiografia ou ENMG diagnostica uma violação do comportamento de um impulso irregular ao longo de um nervo selecionado. Este procedimento começa com uma leve irritação do nervo por corrente elétrica, de outro modo, por neuroestimulação. Se o nervo é motor, ocorre irritação muscular e é feita uma análise da resposta muscular.

Se um nervo com neuralgia é examinado, a reação à irritação é avaliada. Este procedimento é indolor. Acontece que, ao conduzir ENMG, os elétrons da agulha são introduzidos nos músculos, o que pode causar formigamento e queimação nos músculos. As agulhas são semelhantes às usadas para acupuntura.

Um diagnóstico preliminar é feito dependendo do histórico médico e das queixas do paciente. Antes que você possa distinguir a neuralgia intercostal da dor no coração, geralmente são realizados testes gerais da condição do miocárdio, estrutura e tamanho do órgão e da coluna.

Eletrocardiografia Se houver suspeita de doença cardiovascular (coronagênica), o método diagnóstico mais informativo e simples é o ECG. Permite detectar arritmia, examinar a condição do sistema adrenal do miocárdio e descobrir se o paciente apresenta anormalidades características de isquemia e ataque cardíaco. Para confirmar o diagnóstico de angina de peito, um eletrocardiograma pode ser realizado em repouso, com carga e remoção diária de um cardiograma pelo método Holter.

Coronarografia Para determinar a causa e o grau de estreitamento do lúmen das artérias coronárias, é realizado um exame radiológico com meio de contraste. De acordo com a sua distribuição nos vasos do coração, conclui-se a necessidade de intervenção cirúrgica (cirurgia de stent ou bypass).

Ecocardiografia. Se a patologia coronogênica é excluída e o quadro clínico é caracterizado por dor dolorosa e ausência de sinais de distúrbios vasculares (falta de ar, lábios azuis, reações a medicamentos), a estrutura do coração é examinada. O EchoCG permite visualizar o trabalho do corpo, medir a espessura de suas paredes, o volume das câmaras e os parâmetros das válvulas.

Tomografia da coluna vertebral. Se a doença cardíaca for excluída, são sugeridas neuralgia e lesões na coluna, às quais as fibras intercostais são adequadas. O principal método para diagnosticar patologias de nervos e coluna é a tomografia (ressonância magnética ou computada). Com a ajuda de inúmeras imagens, o médico de diagnóstico avalia a forma, o volume, a posição relativa das vértebras, a condição dos discos intervertebrais e a possível destruição das características do tecido ósseo dos tumores cancerígenos.

Doente no esterno pode com as seguintes doenças do sistema músculo-esquelético:

  • osteocondrose (pode diferir por um quadro clínico desfocado);
  • lesões com deslocamento das vértebras e costelas, fibras nervosas comprimidas;
  • neoplasia maligna da coluna vertebral;
  • dano ósseo em algumas doenças sistêmicas (sífilis, tuberculose);
  • hérnia e disco intervertebral abaulado;
  • espondilose (crescimento ósseo em forma de coluna vertebral).

Portanto, a dor no esterno nem sempre é um problema cardíaco. Distúrbios de natureza nevrálgica, patologia do sistema músculo-esquelético e até disfunções digestivas podem dar um quadro clínico. Portanto, antes de iniciar o tratamento, você deve passar por um exame médico completo para identificar a causa exata da dor no peito. Um ECG ajudará com 99% de certeza a excluir ou confirmar uma fonte cardiogênica de desconforto.

Diferenciação de desconforto

É possível distinguir neuralgia intercostal e patologias cardíacas, inclusive pela localização da dor. Na toracalgia, o desconforto é cinturão, mas é necessariamente manifestado pela sensibilidade de vários pontos nos quais as fibras afetadas estão localizadas. Com o desenvolvimento da neurite, a área da dor pode migrar do esterno, capturando a coluna vertebral e a área das omoplatas. O paciente neste caso geralmente não é capaz de determinar o ponto de partida.

O desconforto se espalha ao longo da fibra afetada. A dor refletida na neurite pode ser sentida na escápula, região lombar e região subclávia. Na patologia cardíaca, é geralmente observado no ombro e no braço esquerdo.

No entanto, o caso mais frequente da localização do ponto de dor na neuralgia é o espaço intercostal. Na região do coração, as raízes nervosas são danificadas, em regra, nas mulheres. Com a toracalgia do lado esquerdo nos homens, a dor é mais sentida nas costelas inferiores, mascarando a patologia como uma doença do trato digestivo.

Como as dores do coração se manifestam

Dor no coração ou neuralgia - apenas um médico pode distinguir em precisão de acordo com os resultados do exame. Mas, para atendimento de emergência, você precisa saber quais características distintivas têm doenças em ataques cardíacos. Com várias lesões dos músculos do coração, a localização, intensidade e frequência dos espasmos serão diferentes.

Essa patologia é caracterizada por cortar ou apertar dores diretamente no coração, espalhando-se por todo o esterno e estendendo-se sob a omoplata esquerda, pescoço e braço. A frequência dos espasmos pode ser de 2 a 20 minutos. Uma mudança na posição do corpo não traz alívio. A dor é acompanhada por pânico, medo da morte, falta de oxigênio, asfixia.

Esta condição é acompanhada por dor compressiva aguda no peito, irradiando para a coluna. Palidez da pele, sudorese intensa, respiração frequente. Existe um medo da morte, uma pessoa não pode se mover, é possível a perda de consciência.

3. Pericardite e miocardite.

Essas doenças são caracterizadas por dor moderada ou aguda. Aparece dor de desenho ou corte. Com pericardite, sua localização na maioria dos casos na parte superior do órgão e na mão direita. Com miocardite - sob as costelas ou sob a omoplata esquerda, ligeiramente mais alta que a parte superior do coração. Ambas as doenças também são acompanhadas por falta de ar, febre, arritmia.

4. Aneurisma da aorta.

Essa patologia pode ser acompanhada de dor prolongada na parte superior do tórax. A força dos espasmos aumenta com qualquer tentativa de movimento.

5. Tromboembolismo da artéria pulmonar.

As dores desta doença são as mesmas da angina de peito, a única diferença é que elas não se manifestam em outras partes do corpo. Além disso, o tromboembolismo é caracterizado por:

  • cianose grave dos lábios e pele;
  • uma queda acentuada na pressão;
  • cardiopalmo;
  • falta de ar.

Dores agudas de pressão na região do coração e na cabeça aparecem com um aumento repentino de pressão, o que é típico da hipertensão. Os sintomas que o acompanham serão vermelhidão do rosto, aparecimento de problemas de visão ("arrepios" e manchas na frente dos olhos), tonturas.

Como as dores do coração se manifestam

4. Aneurisma da aorta.

A dor no coração é desencadeada pela neuralgia, porque na maioria dos casos os nervos localizados na área do peito são afetados. Apesar do fato de a localização das cãibras nas duas doenças ser a mesma, os sintomas da neuralgia são significativamente diferentes dos sintomas das doenças cardíacas.

  1. Dor intensa, agravada pela respiração, tosse, movimento.
  2. Sensações prolongadas de dor de natureza ardente ou cortante.
  3. Incapacidade de tocar a região intercostal, pois a dor se intensifica com a pressão. As falsas sensações de espasmo no coração podem ser desencadeadas pela sua propagação no peito, braços, pescoço e m />
  4. A sensibilidade desaparece na área do nervo inflamado, aparecem arrepios.
  5. Convulsões, transpiração excessiva, palidez da pele são observadas.
  6. A área do corpo em que o nervo inflamado está localizado começa a congelar. Isto é devido a uma diminuição da temperatura nele.
  7. Muito raramente, a nevralgia é acompanhada de vômito.

Terapia para dor no coração

As doenças cardíacas, como a nevralgia, devem ser tratadas sob a supervisão de um especialista. Você só pode fornecer assistência de emergência por conta própria.

Com fortes dores no coração enquanto espera pelo médico, deve:

  1. ajudar o paciente a ficar em uma posição semi-sentada;
  2. coloque uma cápsula de nitroglicerina embaixo da língua;
  3. faça uma massagem cardíaca fraca com duração de 5 minutos.

Após o exame, a terapia dependerá do diagnóstico. Existe um regime de tratamento específico para todas as doenças cardíacas.

Para eliminar os sintomas de isquemia, ataque cardíaco e insuficiência cardíaca, os seguintes medicamentos são prescritos:

  • Nitroglicerina e medicamentos à base dele aliviam um ataque cardíaco;
  • Iso-Mac 20 elimina os sintomas da doença, alivia a dor;
  • O nitrosorbida aumenta a resistência do músculo cardíaco à atividade física;
  • O Olikard Retard reduz a demanda de oxigênio no miocárdio, tem um efeito de expansão coronariana;
  • Efoks Long tem o mesmo efeito que o olikard;
  • Pectrol é um análogo de Olikard.

Os seguintes agentes são usados ​​para melhorar a composição sanguínea e perviedade vascular, além de aliviar a inflamação:

  • Clipodogrel;
  • Aspirina;
  • Cardiomagnil.

No tratamento de arritmias e hipertensão, são prescritos betabloqueadores que normalizam o ritmo cardíaco.

Este grupo inclui:

Além disso, em combinação com os medicamentos acima ou para assistência emergencial, o médico pode recomendar tomar os seguintes medicamentos:

  • Lasix alivia o espasmo durante um ataque (tomado em combinação com magnésio, sódio, cálcio);
  • Clortalidona reduz a pressão e reduz a dor;
  • O verapamil tem um efeito anti-hipertensivo, antiarrítmico e antianginal;
  • Gallopomil previne infarto do miocárdio recorrente, ajuda a eliminar um ataque de angina de peito;
  • Diltiazem aumenta o fluxo sanguíneo coronário, normaliza a frequência cardíaca, reduz o tônus ​​dos músculos lisos das artérias;
  • Antagonistas do cálcio eliminam espasmos dos vasos sanguíneos;
  • Digoxina e Strofantin eliminam instantaneamente a causa e os sintomas de um ataque cardíaco.

Além disso, durante o tratamento, será necessário observar as seguintes condições:

  1. limitar atividade física;
  2. realizar diariamente exercícios de um complexo especialmente selecionado de terapia por exercício;
  3. aderir ao descanso de cama.

As doenças cardíacas, como muitas outras, são mais fáceis de prevenir do que curar.

Medidas preventivas incluem:

  • recusa de maus hábitos (tabagismo, álcool);
  • dieta balanceada que não permite a obesidade;
  • recusando muito sal;
  • educação física;
  • controle da pressão arterial;
  • dormir pelo menos 8 horas por dia;
  • consulta anual com um cardiologista.

Além disso, para prevenir e em combinação com o uso de medicamentos para o tratamento da dor no coração, você pode usar receitas da medicina tradicional. Decocções de ervas medicinais ajudarão a fortalecer os vasos sanguíneos, normalizar a pressão sanguínea e a função cardíaca. Antes de iniciar o tratamento em casa, você precisa descobrir com seu médico se existem contra-indicações.

A maioria das doenças que causam dor no coração ou crises de neuralgia são tratadas com sucesso. O principal é reconhecer os sintomas da doença a tempo e procurar ajuda médica.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

Svetlana Borszavich

Clínico geral, cardiologista, com trabalho ativo em terapia, gastroenterologia, cardiologia, reumatologia, imunologia com alergologia.
Fluente em métodos clínicos gerais para o diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas, bem como eletrocardiografia, ecocardiografia, monitoramento de cólera em um eletrocardiograma e monitoramento diário da pressão arterial.
O complexo de tratamento desenvolvido pelo autor ajuda significativamente com lesões cerebrovasculares e distúrbios metabólicos no cérebro e doenças vasculares: hipertensão e complicações causadas pelo diabetes.
O autor é membro da Sociedade Europeia de Terapeutas, participante regular de conferências e congressos científicos na área de cardiologia e medicina geral. Ela participou repetidamente de um programa de pesquisa em uma universidade particular no Japão no campo da medicina reconstrutiva.

Detonic