Dor no coração do peito nos homens sintomas sinais característicos da doença

Como já mencionado, o desconforto no peito pode ter diferentes razões. A doença cardíaca é determinada por alguns sinais característicos. Você deve saber que o "núcleo" geralmente não experimenta sensações desagradáveis. Ao mesmo tempo, uma pessoa com outras patologias pode reclamar que é difícil respirar, seu coração dói. No entanto, esses sintomas não terão nada a ver com doenças cardíacas.

1. Dores compressivas por trás do esterno, estendendo-se para as costas, braço, pescoço, mandíbula, especialmente para o lado esquerdo. Acompanhado por falta de ar, sudorese, náusea.

2. A dor surge após o exercício físico ou psicológico, desaparece durante o descanso e após a ingestão de nitroglicerina.

3. A falta de ar ocorre durante o esforço, mesmo durante o trabalho diário não muito difícil, enquanto se come, enquanto está deitado. Na véspera de um ataque, uma pessoa pode dormir sentada ou sofrer de insônia.

4. O cansaço aumentado do trabalho normal pode assombrar uma pessoa vários meses antes de um ataque.

5. Os homens podem sofrer de disfunção erétil por vários anos antes de serem diagnosticados com doença cardíaca coronária.

6. Inchaço - um dos sinais característicos de um mau funcionamento do coração. A princípio, eles são insignificantes, mas gradualmente se tornam mais visíveis, o que é especialmente evidente nos anéis nos dedos e nos sapatos. Se o edema aparecer, é necessário ser examinado por um cardiologista ou terapeuta.

7. Apnéia noturna ou parada respiratória durante o sono e ronco podem sinalizar uma predisposição para um ataque cardíaco.

Vamos entender como as dores no peito no coração aparecem nas mulheres, os sintomas e as causas de tais condições, especialmente os sinais de patologias cardíacas e extracardíacas.

O desconforto no peito nem sempre é devido à patologia cardíaca, mas as dores no coração têm características próprias, o que possibilita distingui-las de todas as outras. É:

  • a sensação de queimação por trás do esterno (mais de 90%), as sensações de costura já são motivo de dúvida em sua origem cardíaca;
  • desconforto grave é raro, apenas em condições agudas, ataque cardíaco;
  • via de regra, as sensações são longas, dolorosas, mas não muito intensas;
  • sempre pare com nitroglicerina;
  • não está associado a uma mudança na posição do corpo;
  • indiferente à palpação do esterno ou costas;
  • não dependa da profundidade da respiração.

Esses sinais são levados em consideração pelos médicos no primeiro exame, mas há uma exceção a qualquer regra, portanto, eles não devem ser considerados verdade no último recurso.

Talvez você queira saber sobre o novo medicamento - Cardiol, que normaliza perfeitamente a pressão sanguínea. Cardiol cápsulas são uma excelente ferramenta para a prevenção de muitas doenças cardíacas, porque contêm componentes únicos. Este medicamento é superior em suas propriedades terapêuticas a esses medicamentos: Cardiline, Recardio, Detonic. Se você quiser saber informações detalhadas sobre Cardiol, Vá para o site do fabricante. Aqui você encontrará respostas para perguntas relacionadas ao uso deste medicamento, avaliações de clientes e médicos. Você também pode descobrir o Cardiol cápsulas no seu país e as condições de entrega. Algumas pessoas conseguem obter um desconto de 50% na compra deste medicamento (como fazer isso e comprar pílulas para o tratamento da hipertensão por 39 euros, está disponível no site oficial do fabricante).Cardiol cápsulas para o coração

Sintomas principais

O coração doente de uma mulher nem sempre se lembra de vários sintomas, sinais e sensações desagradáveis. Pode ficar em silêncio por anos ou ocasionalmente dizer que é ruim para ele com uma sensação de desconforto por trás do esterno. Mas se uma mulher observa os seguintes sintomas:

  • queimação ou sensação de peso no peito após esforço físico ou tensão nervosa;
  • náusea
  • falta de ar espontânea ao caminhar;
  • fadiga crônica;
  • dormência dos membros;
  • libido diminuída;
  • apneia do sono, ronco;
  • pasto é uma ocasião para visitar um médico.

É necessário entender a causa das sensações para fazer um diagnóstico a tempo e iniciar uma terapia adequada.

Os sinais de doença cardíaca não têm uma conexão clara com a localização do desconforto. Mas existem alguns recursos típicos:

  • causas extracardíacas se manifestam em um ponto específico, cardíaco - derramado no peito, pode irradiar;
  • queimação no estômago pode ter duas razões: gastrite ou infarto do miocárdio, os sintomas subjacentes neste caso são sintomas concomitantes;
  • a localização da dor no lado esquerdo do tórax geralmente indica patologia cardíaca.

Ao mesmo tempo, eles distinguem:

  • localização típica das mulheres, também é chamado de esterno (central) ou do lado esquerdo. As sensações de costura neste caso indicam causas extracardíacas, mas quando a superfície frontal do tórax é sensível ao nível das glândulas mamárias e a dor é premente, esse é o miocárdio que envia um sinal de SOS. Irradia para o ombro esquerdo, braço, lado esquerdo do pescoço, articulação do ombro;
  • localização atípica, considerada local de desconforto na metade direita do tórax, região epigástrica, garganta. Às vezes, com o arranjo do lado direito do órgão (dextrocardia), tudo é refletido.

É especialmente importante não confundir as manifestações metastáticas do câncer de mama e outras causas de dor no peito de natureza diferente.

Coração

VascularInflamatórioAutoimune e congênita
O infarto do miocárdioPericarditeProlapso da válvula mitral
Doença cardíaca coronária, angina de peitoMiocarditeCardiopatias
Dissecção aórticaEndocarditeCardiomiopatia
Embolia pulmonar (embolia pulmonar)Arritmias

Hipertensão, não pneumotórax traumático - também pode causar desconforto no coração.

Quais são as causas da dor no peito esquerdo em homens

Descobrindo por que as dores nos seios nos homens, vale a pena notar que as dores constantes e severas podem ser um sinal de uma ampla gama de doenças:

  • Violação do trato digestivo, em particular, problemas com o estômago.
  • Doenças associadas ao sistema músculo-esquelético.
  • Condições patológicas causadas por uma lesão no peito.
  • Doenças do sistema cardiovascular.
  • Neurose, telhas.
  • Patologia das glândulas mamárias.

O exame em uma instituição médica começa com a localização da dor, pois o diagnóstico adicional depende em grande parte de onde dói (no centro, direita, esquerda).

A dor severa ou moderada no esterno esquerdo nos homens causa a maior preocupação, porque eles são capazes de indicar doenças cardíacas:

  • Infarto do miocárdio - com patologia, ocorre uma síndrome da dor ardente, na qual parece que uma estaca estava presa no coração. Às vezes, uma sensação de peso severo, contração. As dores geralmente aparecem à noite ou pela manhã e ocorrem em ondas - depois diminuem um pouco, depois se intensificam, mas não passam completamente.
  • Angina de peito - esta doença é caracterizada pelo aparecimento de dor ardente durante o esforço físico. A dor é acompanhada de ruptura, peso, às vezes cede à mão esquerda, sob a omoplata esquerda ou no pescoço. O ataque dura de 1 a 15 minutos e geralmente termina com a cessação do exercício.

Além disso, a dor no peito à esquerda aparece com tensão muscular causada pelo exercício, tosse e neuralgia intercostal irradiando para a região do coração. Outra razão possível é a discinesia biliar. Com espasmos nos ductos biliares e na vesícula biliar, ocorre dor semelhante à angina de peito no lado esquerdo do esterno.

Muitas pessoas costumam atribuir dor no peito a problemas cardíacos, mas isso nem sempre é o caso. Freqüentemente, algumas doenças dos sistemas digestivo e respiratório, sistema músculo-esquelético, várias lesões e distúrbios da neurologia são manifestadas de maneira semelhante.

A dor no coração é caracterizada por uma grande variedade de tipos, sintomas e causas de sua origem. No peito, ele pode esmagar, esfaquear, queimar, lamentar-se etc. - qualquer sensação pode ser facilmente atribuída à dor no coração. O desconforto na área do coração pode surgir espontaneamente e cessar, sua duração é bastante incerta - tudo depende da causa.

Se sentir dor na região do peito, lembre-se do estado de saúde recente - os primeiros sinais de mau funcionamento do sistema cardiovascular geralmente aparecem muito antes do primeiro ataque cardíaco. Com o tempo, prestando atenção neles e tomando as medidas necessárias, você pode impedir o desenvolvimento grave da maioria das doenças cardíacas.

Os primeiros sinais incluem:

  • Dor atrás das costelas. Essa dor pode ser causada nas costas, pescoço, braço, mandíbula. Na maioria dos casos, o lado esquerdo do corpo é afetado. Essas sensações são frequentemente acompanhadas por falta de ar, náusea, transpiração excessiva.
  • Desconforto após esforço físico, situações estressantes. O desconforto neste caso desaparece após um bom descanso ou a ingestão de nitroglicerina.
  • A falta de ar aparece. Com problemas no coração, mesmo com pequenos esforços físicos, a ingestão de alimentos pode causar isso. Essa fadiga severa das atividades diárias pode aparecer muito mais cedo que os sintomas mais graves.
  • Parada respiratória frequente durante o sono, ronco alto. Leia mais sobre dor no coração à noite aqui.
  • Inchaço. Inicialmente, é difícil notar o inchaço, mas com o tempo, eles aumentam. Torna-se mais difícil para uma pessoa calçar e remover anéis.

Para determinar a causa exata da dor, você precisa se submeter a um exame prescrito por um cardiologista ou cirurgião cardíaco. Obrigatório para esses problemas será um eletrocardiograma (ECG), que pode ser realizado tanto em repouso quanto com esforço físico adicional, às vezes as gravações de ECG podem ser realizadas ao longo do dia para monitorar as leituras.

Os sopros cardíacos são detectados pela fonocardiografia. O ecocardiograma é usado para estudar a condição das válvulas, os músculos do coração e a velocidade do movimento sanguíneo, sendo realizada por ondas ultrassônicas. As artérias coronárias são examinadas por angiografia coronariana e o suprimento insuficiente de sangue para o coração é detectado pela cintilografia do miocárdio.

A dor não cardíaca é examinada por raio-x, recorrendo frequentemente a consultas com um neurologista e ortopedista. Você também pode precisar visitar outros médicos, dependendo da causa identificada de dor no coração.

O desconforto no peito associado a doenças cardíacas pode ocorrer por várias razões.

Vale destacar as principais doenças cardiológicas e seus sintomas característicos:

  • Doença cardíaca É adquirido e congênito. Durante muito tempo, pode não se manifestar de forma alguma. Às vezes, a dor ocorre no coração, que está cortando, costurando ou doendo. O paciente neste caso geralmente tem pressão alta.
  • Infarto do miocárdio e infarto do miocárdio. Um ataque cardíaco é caracterizado por uma forte dor aguda, que é aplicada no lado esquerdo das costas e no peito. Muitas vezes acompanhada pelo surgimento de um medo da morte em um paciente. A respiração acelera. Os remédios convencionais para dor no coração não ajudarão aqui, e os movimentos podem intensificar a dor. Leia mais sobre como reconhecer um ataque cardíaco por dor no coração, leia aqui.
  • Miocardite. Com isso, surge uma dor bastante fraca, dolorida ou costurada, irradiando para o ombro ou pescoço esquerdo. A atividade física aumentará essa dor, a nitroglicerina é inútil.
  • Cardiomiopatia A maioria das pessoas com essa patologia tem dor que muda com o desenvolvimento da doença. No início, a dor é prolongada, não depende de esforço físico, a nitroglicerina não é eficaz com ela. Então a síndrome da dor começa a ocorrer espontaneamente ou após esforço físico, mas aqui a administração de nitroglicerina já tem efeito. A localização da dor é diferente, geralmente as sensações se espalham por uma grande área.
  • Esfoliante aneurisma da aorta. Ela é caracterizada por uma dor aguda e extremamente forte na região do peito. O grau de dor pode ser tão severo que leva à perda de consciência. É necessário atendimento médico de emergência.
  • Angina de peito. Com essa patologia, observa-se dor maçante, o esterno aperta, comprime. Essa dor geralmente se estende à mandíbula, braço esquerdo, pescoço, omoplatas. Manifesta-se com mais freqüência após choques emocionais, sobrecarga física e mudanças de temperatura. Pode durar alguns segundos ou algumas dezenas de minutos. Com um ataque de angina de peito, o paciente tem um batimento cardíaco rápido, falta de ar, tontura, fraqueza, uma sensação de medo. A recepção da nitroglicerina bem para um ataque. A posição e a frequência da dor não afetam a posição do corpo.
  • Embolia pulmonar. É caracterizada por intensa dor no peito nos estágios iniciais. Quando a inspiração se intensifica, a dor é semelhante à angina de peito, mas sem irradiação. Analgésicos não funcionam. O coração de uma pessoa começa a bater mais rápido, ele sufoca, sua pressão arterial cai acentuadamente, sua pele fica azul. É necessária atenção médica urgente.
  • Arritmia. Existem vários tipos dessa patologia, caracterizados por várias alterações na frequência cardíaca. Para a maioria deles, o sintoma unificador é a irradiação da dor na mão esquerda.
  • Pericardite. O sintoma mais comum desse processo inflamatório é considerado dor incômoda na região do coração. A parte central do tórax costuma ser o local da localização da dor, às vezes o retorno da síndrome da dor ao pescoço, braço e costas também é característico. Tossir e engolir aumentam o desconforto. Na posição supina, a condição do paciente é agravada, o mais ideal é a posição sentada. Há um batimento cardíaco rápido.
  • Isquemia. A manifestação mais comum de doença cardíaca coronária é um ataque de angina de peito. O estresse físico geralmente causa uma exacerbação da doença coronariana e, em repouso, o bem-estar de uma pessoa melhora.
  • Doença valvar. Os principais sintomas de tais patologias incluem: fraqueza, falta de ar, desconforto no peito, tontura, insuficiência cardíaca. O desenvolvimento assintomático dessas doenças também é possível. Muitas vezes, eles se tornam a causa da insuficiência cardíaca, que causa inchaço nas pernas, inchaço e obesidade.

Nem toda dor no coração está associada a ela, às vezes elas podem ser um sintoma de doenças e lesões completamente independentes do trabalho do sistema cardiovascular. Os mais comuns incluem:

  • Neuralgia intercostal. Muitas vezes confundido com dor no coração. É semelhante às sensações com angina de peito com algumas diferenças. A neuralgia intercostal é caracterizada por dor aguda, agravada por vários movimentos, incluindo o processo de respiração, tosse, deglutição. Pode durar indefinidamente. A localização é ponto, entre as costelas, geralmente dá para as costas.
  • Osteocondrose. Para osteocondrose torácica, dor inerente irradiando para as costas, abdome superior. O desconforto é agravado por qualquer movimento. Às vezes, há uma sensação de dormência no braço esquerdo e na região interescapular. Como a neuralgia intercostal, a dor na osteocondrose é frequentemente atribuída à angina de peito. É fácil distingui-los tomando nitroglicerina - não ajuda com osteocondrose e neuralgia. Leia mais sobre como distinguir dor da osteocondrose mamária da dor com angina de peito - leia aqui.
  • Doenças digestivas. Muitas vezes, a causa da dor no peito são espasmos musculares das paredes do estômago. Eles são caracterizados por azia, náusea e vômito. Essa condição geralmente dura mais tempo que a dor cardíaca padrão. Existe uma relação direta entre dor e ingestão de alimentos, que pode aparecer com o estômago vazio e desaparecer após a saturação. Na forma aguda da pancreatite, existem dores bastante graves semelhantes ao estado pré-infarto. Às vezes, um espasmo da vesícula biliar pode ser confundido com dor no coração - nesse caso, a dor é freqüentemente atribuída à área do peito onde o coração está localizado. A hérnia esofágica também é bastante semelhante à angina de peito, na maioria das vezes se manifesta durante o sono. Mudar a posição do corpo humano para vertical com essa hérnia melhora o bem-estar.
  • Distúrbios do sistema nervoso central. Para patologias desse tipo, dor no peito prolongada à esquerda é característica. Os sintomas nesta condição são expressos em dores constantes, periodicamente agudas. A neurose é caracterizada por distúrbios do sono, aumento da ansiedade, irritabilidade e outros problemas do plano vegetativo. Em um eletrocardiograma, é difícil distinguir neuroses desse tipo de doenças cardíacas coronárias.

O que pode ser feito?

Diagnóstico, dependendo das condições do início da dor e sintomas relacionados

Se houver dor no peito à direita em homens, os médicos suspeitam de problemas na coluna. Escoliose, osteocondrose, deposição de sal - todas essas patologias causam sensações dolorosas graves que aparecem durante o esforço físico ou durante uma estadia prolongada em uma posição desconfortável.

Com uma lesão no lado direito do peito, a dor geralmente não aparece imediatamente, mas vários dias após o dano. Sentimentos desagradáveis ​​aumentam com inspiração, a localização da dor é claramente sentida.

A dor na região do peito é acompanhada não apenas por doenças cardíacas, mas também por patologias de origem diferente. Podem ser lesões, doenças da coluna, sistema respiratório, sistema digestivo ou nervoso e outros. De qualquer forma, apenas um médico pode reconhecer isso com a ajuda de estudos instrumentais.

Os sinais de um ataque cardíaco podem variar. O quadro clínico clássico de um ataque cardíaco se desenrola, por via de regra, como segue:

sensação de peso, pressionando ou comprimindo a dor no centro do peito, atrás do esterno e no braço;

irradiação de dor no braço esquerdo, pescoço, dentes inferiores, garganta, costas;

tonturas, sudorese, palidez da pele, náusea, às vezes vômitos;

uma sensação de peso no abdômen, queimação no peito, reminiscente de azia;

medo da morte, ansiedade, fraqueza severa;

pulso instável e frequente.

Um ataque cardíaco pode ocorrer de outra maneira. Os sintomas podem estar ausentes, que é a insidiosidade da doença. Uma pessoa pode se queixar de desconforto na região do peito e não sentir nenhuma sensação - esse é um ataque cardíaco indolor.

em seus sintomas, assemelha-se a insuficiência cardíaca aguda: falta de ar, asfixia, lábios e pontas dos dedos azuis, perda de consciência.

Um ataque cardíaco dura cerca de meia hora, é impossível parar com a nitroglicerina.

A doença arterial coronariana se manifesta por ataques de angina. Nesse caso, como o coração dói? Os sintomas são geralmente os seguintes:

interrupções no trabalho do coração;

Com isquemia do coração, os pacientes reclamam de desconforto no peito: pressão, peso, transbordamento, queimação. A dor pode ser causada nos ombros, omoplata, braços, pescoço, mandíbula e garganta. Geralmente ocorre durante o estresse físico e emocional e para em repouso.

Com a angina de peito, a dor pode ocorrer a qualquer momento. Muitas vezes, neste caso, o coração dói à noite. Este formulário é desfavorável.

A dor na metade esquerda do peito é causada por dois tipos de causas:

  1. cardiológico, causado por doenças do coração e dos vasos que o suprem;
  2. não cardiológico, iniciado por muitas outras patologias. Eles têm sua própria divisão, dependendo do sistema orgânico que causou a síndrome.

O fato de o coração doer é indicado por esses sinais:

  • localização da dor: atrás do esterno e à esquerda, na borda esquerda da clavícula;
  • o personagem pode ser diferente: dolorido, costurado, opressivo ou sem graça;
  • não acompanhada de dor nos espaços intercostais ou nas vértebras;
  • não há conexão com um certo tipo de movimento (por exemplo, girar a mão em uma articulação do ombro ou levantar a mão), a dor geralmente aparece após o exercício;
  • pode haver uma conexão com a ingestão de alimentos - a dor no coração com angina de peito pode estar associada à ingestão de uma quantidade abundante de alimentos ou à caminhada imediatamente após a ingestão, mas não é acompanhada por distúrbios de azia, arroto ou fezes;
  • pode dar para a mão esquerda (especialmente o dedo mindinho da mão), a metade esquerda da mandíbula, a área da omoplata esquerda, mas ao mesmo tempo não há violação da sensibilidade da mão, não congela, não enfraquece, a pele não começa a empalidecer e o cabelo cai.

Considere as características adicionais da síndrome da dor:

  1. Se a dor ceder à omoplata, pode ser: angina de peito, espasmo esofágico, infarto do miocárdio, cardioneurose.
  2. Quando a dor se intensifica durante a inspiração, isso indica: neuralgia intercostal, pleurisia ou miosite dos músculos intercostais. Quando a intensidade da síndrome da dor aumenta com uma respiração profunda, pode ser: pneumonia ou tromboembolismo pulmonar. Nos dois casos, uma condição geral piora, mas com pneumonia isso ocorre gradualmente e, com embolia pulmonar, a contagem continua por alguns minutos.
  3. Se a síndrome da dor se intensificar com o movimento, isso pode ser um sinal de osteocondrose da região cervical ou torácica.
  4. Quando há dor estendendo a mão, uma pessoa pode ter uma das seguintes doenças:
    • osteocondrose;
    • miosite dos músculos intercostais no lado esquerdo;
    • infarto do miocárdio;
    • angina de peito;
    • síndrome de dor interescapular;
    • endocardite;
    • pneumotórax.
  5. Quando a dor é acompanhada por falta de ar:
    • infarto do miocárdio;
    • pneumotórax;
    • embolia pulmonar;
    • pneumonia;
    • ruptura de um aneurisma da aorta.
  6. Se aparecer fraqueza e dor na área do coração, pode ser tuberculose, pleurisia, pericardite, aneurisma da aorta esfoliante, pneumonia.
  7. A combinação de "dor de tontura" é característica de:
    • prolapso da válvula mitral;
    • cardiomiopatia;
    • cardioneurose;
    • osteocondrose ou hérnia da coluna cervical, acompanhada de compressão da artéria vertebral.

Doença cardíaca inflamatória

A dor é o principal sintoma da pericardite, ou inflamação do revestimento externo do coração. É sentida no meio do peito, às vezes dá para as costas, pescoço, braço, aumenta ao engolir, inalar, tossir e também deitar. Em uma posição sentada ou inclinada para a frente, algum alívio vem. A respiração dos pacientes é geralmente superficial.

Com a inflamação do músculo cardíaco, até 90% dos pacientes se queixam de dor. Trata-se de uma dor costurada, prensada ou dolorida na região do coração, que não depende de atividade física, mas pode se intensificar um dia após a carga. Não passa da nitroglicerina.

Prolapso da válvula mitral

Com patologias valvares, os sintomas não refletem a gravidade da doença. Uma pessoa pode não ter queixas, mas é difícil ficar doente. Os sintomas podem ser os seguintes:

falta de ar, falta de ar durante as atividades diárias e durante o esforço, bem como quando deitado;

desconforto (peso, pressão) no peito durante o esforço, inalação de ar frio;

tontura, fraqueza geral;

distúrbios do ritmo: pulso irregular, batimento cardíaco acelerado, interrupções no trabalho do coração.

Com doenças valvares, a insuficiência cardíaca pode se desenvolver com sinais característicos: inchaço das pernas, inchaço e ganho de peso.

A dor geralmente ocorre no peito esquerdo e não está associada ao estresse. Tem um caráter premente, dolorido ou dolorido e não passa da nitroglicerina. Além disso, são possíveis dores de cabeça noturnas e matinais, tonturas, desmaios, palpitações frequentes, sensação de falta de ar.

Dor no centro do peito

Quando a dor na mama em homens na parte central, as doenças do trato gastrointestinal e do sistema respiratório são inicialmente consideradas, embora em geral uma condição dolorosa cause muitos fatores:

  • Embolia pulmonar - quando um coágulo sanguíneo bloqueia um coágulo sanguíneo, a pessoa desenvolve dor, falta de ar, saltos de pressão. Com base no tamanho do trombo, as consequências da patologia variam do mal-estar à morte.
  • Osteocondrose da coluna torácica - com uma doença, discos intervertebrais danificados comprimem os nervos, o que causa dor.
  • Neurose ou cardioneurose - pressionando a dor no esterno é acompanhada por palpitações cardíacas, dificuldade em respirar. A causa dessas doenças é abuso de álcool, junk food, tabagismo, emocionalidade excessiva, estresse.
  • Úlcera gástrica, 12 úlcera duodenal - a dor lembra um coração e está intimamente associada à ingestão de alimentos. Com a úlcera gástrica, eles aparecem imediatamente após a ingestão, o duodeno 12 - geralmente com o estômago vazio à noite.
  • Refluxo gastroesofágico - a irritação do esôfago leva a fortes dores no umbigo e, muitas vezes, na região do peito.
  • Pleurisia - com o desenvolvimento de uma doença, a dor no peito nos homens surge da irritação das terminações nervosas da pleura e fica mais forte ao tossir, inalar, rir ou espirrar.
  • Pneumonia - com pneumonia, o grau de dor depende da gravidade da doença e varia de dor e moderada a aguda e aguda.
  • Tuberculose - dor no peito é observada simultaneamente com fraqueza geral, febre baixa e algumas vezes - corrimento sangrento durante a tosse.
  • Bronquite - a infecção está localizada nos brônquios, então os homens se queixam de dor atrás do esterno. Um sinal característico da doença é a tosse, primeiro seca e depois úmida.
  • Tumores - com o desenvolvimento de uma neoplasia nos pulmões, a dor no peito é frequentemente acompanhada de febre e expectoração sangrenta.

Cardiomiopatia

Quase todos os pacientes com esse diagnóstico apresentam dor. É especialmente pronunciado com cardiomiopatia hipertrófica. A dor muda com o curso da doença. No começo prolonga-se, não se une de maneira alguma à atividade física, não para da nitroglicerina, localiza-se em lugares diferentes. No futuro, há dores ou convulsões espontâneas após o exercício, que são interrompidas pela nitroglicerina, embora nem sempre.

Diagnóstico

Examinamos as patologias que causam dor, localizadas na metade esquerda do tórax. Agora vamos analisar que dor cada um deles causa.

É uma dor maçante

A dor dolorosa é característica para:

  • angina de peito;
  • miocardite;
  • cardioneurose;
  • úlcera gástrica e 12 úlcera duodenal;
  • escoliose;
  • osteocondrose da coluna torácica;
  • exacerbações de pancreatite.

A dor na costura ocorre quando:

  • infarto do miocárdio;
  • pericardite;
  • cardioneurose;
  • cardiomiopatia hipertrófica;
  • distonia neurocirculatória;
  • neuralgia intercostal;
  • pneumonia;
  • pleurisia;
  • tuberculose;
  • telhas;
  • câncer de pulmão ou brônquio.

Personagem pressionando

Pressionar a dor pode ser uma manifestação de:

  • angina de peito;
  • miocardite;
  • prolapso da válvula mitral;
  • pericardite;
  • um corpo estranho do esôfago (neste caso, é observado o fato de engolir algum objeto não comestível, por exemplo, espinha de peixe);
  • cardiomiopatia;
  • distrofia miocárdica;
  • tumores cardíacos (por exemplo, mixoma);
  • envenenamento por drogas, álcool, drogas, compostos orgânicos de fósforo, venenos. Nesse caso, existe o fato de tomar remédios, álcool, tratar plantas de pragas e assim por diante;
  • úlceras estomacais na junção com o esôfago.

A palavra "dor aguda" geralmente é usada apenas para descrever infarto do miocárdio. Além de cardialgia de natureza semelhante, há uma deterioração geral da condição, suor frio, estado de desmaio e arritmias cardíacas. Radiação de cardialgia - na omoplata esquerda, braço.

Dor intensa ocorre quando:

  • infarto do miocárdio;
  • osteocondrose cervical e torácica;
  • neuralgia intercostal, causada principalmente por telhas;
  • embolia pulmonar;
  • ruptura do aneurisma da aorta dissecante;
  • miocardite.

A dor constante é característica da osteocondrose. Não há piora da condição, mas "arrepios" e dormência na mão esquerda, uma diminuição de sua força, podem ser observados. Uma queixa semelhante é descrita e pericardite - inflamação do revestimento externo do coração - bolsa cardíaca. Também é caracterizada por mal-estar geral e febre.

Se uma dor surda for sentida na área do coração, pode ser:

  • síndrome da parede torácica anterior;
  • hipertensão arterial (neste caso, pressão alta é registrada);
  • sobrecarga dos músculos intercostais, por exemplo, com treinamento físico muito ativo ou reprodução prolongada de instrumentos de sopro.

A dor aguda ocorre com pleurisia ou pericardite. Ambas as doenças são caracterizadas por febre e fraqueza.

Dor irritante

É característico para:

  • trombose
  • distonia neurocirculatória;
  • angina de peito;
  • osteocondrose;
  • doenças do trato gastrointestinal.

Esse sintoma é observado no infarto do miocárdio; nesse caso, haverá uma acentuada deterioração da condição; pode haver uma turvação da consciência devido ao choque da dor. A dor em uma neurose também é descrita de maneira semelhante, quando surgem distúrbios psicoemocionais.

Para descobrir por que o peito no homem dói, você precisa entrar em contato com um dos seguintes especialistas:

  • terapeuta;
  • traumatologista;
  • cardiologista;
  • gastroenterologista;
  • infectologista.

Para estabelecer a causa, um especialista pode prescrever uma ampla gama de procedimentos de diagnóstico, dependendo da localização da síndrome da dor e dos sintomas associados:

  • exames de sangue e urina;
  • radiografia;
  • Ultra-som do peito e coração;
  • Ressonância magnética ou tomografia computadorizada;
  • ECG;
  • angiografia de vasos coronários;
  • estudos do estômago, etc.

O que fazer?

Se o peito dói nos homens, esse é um motivo sério para procurar ajuda médica. A automedicação e a esperança de que ela “resolva” por si só pode levar a complicações graves; portanto, com dores regulares e graves, você deve, sem demora, fazer uma visita a uma instituição médica.

  • Com dor dolorosa, você pode tomar analgésicos antes de visitar um médico.
  • Se você suspeitar de um infarto do miocárdio ou quando os analgésicos não ajudarem, chame imediatamente uma ambulância.
  • A dor causada por problemas gastrointestinais ajudará a aliviar a aveia, algumas colheres de mel ou leite fresco. Eles criarão um efeito envolvente e aliviarão temporariamente a dor.

Esta é a primeira pergunta que vem à mente de uma pessoa com dor no peito. Se houver suspeita de que o coração ainda dói, ou seja, um ataque de angina ou ataque cardíaco, você precisa agir da seguinte maneira:

Primeiro de tudo, você precisa se acalmar e sentar. O pânico apenas agrava a condição.

Tente mudar a posição do corpo. Se ficou mais fácil, é possível que não seja o coração que dói. Se a dor não diminuiu, mas continua a aumentar e é compressiva ou opressiva, é possível que seja angina de peito.

Na sala, você precisa abrir a janela para tomar ar fresco.

Nada deve restringir a respiração; portanto, a gola da roupa deve ser desapertada ou despida até a cintura.

Coloque um comprimido de nitroglicerina sob a língua, com angina de peito, a dor deve diminuir rapidamente. Se depois de 15 minutos não tiver passado, tome outro comprimido e chame uma ambulância. Se for um ataque cardíaco, a nitroglicerina não ajudará.

Se você tem dor no coração, o que fazer:

  • Pare de executar qualquer ação, tome uma posição semi-reclinada, coloque as pernas logo abaixo do corpo (se houver tontura, acima da posição do tronco).
  • Desaperte todas as roupas que interferem, peça para abrir as janelas.
  • Se a dor for semelhante à descrita para a angina de peito, tome "Nitroglicerina" sob a língua. Se a síndrome for interrompida por 1-2 comprimidos (eles agem dentro de 1,5 a 3 minutos), consulte o terapeuta no mesmo dia ou no dia seguinte para diagnosticar doenças cardíacas coronárias e prescrever o tratamento apropriado. Você não pode beber mais comprimidos - a partir deles, entre outras coisas, a pressão diminui (a dor de cabeça do PS após tomar nitroglicerina é um fenômeno normal, é removida pelo Validol ou Corvalment, que contém mentol).
  • Se a nitroglicerina não ajudar, e houver dificuldade em respirar, fraqueza, desmaio, palidez severa - chame uma ambulância, certifique-se de indicar que há uma dor no coração. Anteriormente, você pode tomar um comprimido de analgésico: “Diclofenac”, “Analgin”, “Nimesil” ou outro.
  • Se a dor na região do coração desapareceu depois que você parou, essa condição requer um diagnóstico precoce usando um cardiograma e ultra-som do coração. Não prestar atenção ameaça agravar a situação com o desenvolvimento de insuficiência cardíaca.

O tratamento é prescrito apenas por um médico - com base nos resultados do exame. A automedicação é inaceitável, uma vez que as doenças manifestadas por esse sintoma são radicalmente diferentes. A automedicação, por exemplo, osteocondrose, que na verdade é miocardite, pode levar ao desenvolvimento de insuficiência cardíaca, quando qualquer movimento incorreto será acompanhado por falta de ar, sensação de falta de ar e inchaço.

Assim, a síndrome da dor localizada na região do coração pode ser causada não apenas por doenças cardíacas. Mais frequentemente, suas causas são patologias das costelas e músculos intercostais, coluna, esôfago e estômago. Para começar a avançar na direção do diagnóstico, você precisa apresentar suas queixas ao terapeuta.

Doença cardíaca

1. Neuralgia intercostal. Muitas vezes é confundido com dor no coração, mas na verdade existem diferenças significativas. Na neuralgia intercostal, a dor é intensa, intensa, intensificando-se com a inspiração e a expiração profundas, reviravoltas do corpo, movimentos bruscos, tossindo, rindo, espirrando. Ela pode soltar em alguns minutos, mas pode durar várias horas e dias.

2. Osteocondrose torácica e cervical. É fácil confundi-lo com angina de peito. Parece a uma pessoa que seu coração dói, sua mão fica dormente, geralmente a esquerda, e a área entre as omoplatas causa dor nas costas, no abdome superior, se intensifica com a respiração e o movimento. Especialmente se assemelha ao coração, se ocorrer à noite, enquanto uma pessoa experimenta medo. A principal diferença da angina de peito é que a nitroglicerina não ajuda.

3. Doenças do sistema nervoso central. Nesse caso, os pacientes reclamam que seu coração costuma doer. Como regra, os pacientes descrevem sua condição de maneiras diferentes. A dor pode ser permanente e de curto prazo, dolorida e aguda. Em caso de neurose, geralmente estão presentes vários distúrbios autonômicos: irritabilidade, ansiedade, insônia ou sonolência, febre ou frio nas extremidades, secura ou aumento da umidade da pele, dor nos músculos, estômago,

Normalmente, pessoas com neurose muito coloridas e detalhadas descrevem os numerosos sintomas que objetivamente não correspondem ao verdadeiro estado de uma pessoa. Ao mesmo tempo, os "núcleos" são muito mesquinhos ao descrever seus sentimentos. Pode ser difícil distinguir cardioneurose de isquemia cardíaca, uma vez que não há alterações no ECG.

4. Violações do trato digestivo. Dor causada por patologias do sistema digestivo, mais longas que cardíacas, acompanhadas de náusea, vômito, azia, dependem da ingestão de alimentos. Às vezes, a pancreatite aguda é confundida com um ataque cardíaco: dor intensa com náusea e vômito. Dor com espasmo da vesícula biliar e ductos pode causar no lado esquerdo do tórax, pelo que parece que o coração dói. O que beber para descobrir com certeza? Se os antiespasmódicos ajudaram, então problemas com o trato digestivo.

5. Doenças dos pulmões. Com pneumonia, podem ocorrer dores semelhantes ao coração. Com pleurisia, ocorre dor aguda, é limitada, pior com tosse e inalação.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

Svetlana Borszavich

Clínico geral, cardiologista, com trabalho ativo em terapia, gastroenterologia, cardiologia, reumatologia, imunologia com alergologia.
Fluente em métodos clínicos gerais para o diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas, bem como eletrocardiografia, ecocardiografia, monitoramento de cólera em um eletrocardiograma e monitoramento diário da pressão arterial.
O complexo de tratamento desenvolvido pelo autor ajuda significativamente com lesões cerebrovasculares e distúrbios metabólicos no cérebro e doenças vasculares: hipertensão e complicações causadas pelo diabetes.
O autor é membro da Sociedade Europeia de Terapeutas, participante regular de conferências e congressos científicos na área de cardiologia e medicina geral. Ela participou repetidamente de um programa de pesquisa em uma universidade particular no Japão no campo da medicina reconstrutiva.

Detonic