Meu coração dói e dá na minha mão esquerda

Examinamos as patologias que causam dor, localizadas na metade esquerda do tórax. Agora vamos analisar que dor cada um deles causa.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

É uma dor chata

A dor dolorosa é característica para:

  • angina de peito;
  • miocardite;
  • cardioneurose;
  • úlcera gástrica e 12 úlcera duodenal;
  • escoliose;
  • osteocondrose da coluna torácica;
  • exacerbações de pancreatite.

A dor na costura ocorre quando:

  • infarto do miocárdio;
  • pericardite;
  • cardioneurose;
  • cardiomiopatia hipertrófica;
  • distonia neurocirculatória;
  • neuralgia intercostal;
  • pneumonia;
  • pleurisia;
  • tuberculose;
  • telhas;
  • câncer de pulmão ou brônquio.

Personagem pressionando

Pressionar a dor pode ser uma manifestação de:

  • angina de peito;
  • miocardite;
  • prolapso da válvula mitral;
  • pericardite;
  • um corpo estranho do esôfago (neste caso, é observado o fato de engolir algum objeto não comestível, por exemplo, espinha de peixe);
  • cardiomiopatia;
  • distrofia miocárdica;
  • tumores cardíacos (por exemplo, mixoma);
  • envenenamento por drogas, álcool, drogas, compostos orgânicos de fósforo, venenos. Nesse caso, existe o fato de tomar remédios, álcool, tratar plantas de pragas e assim por diante;
  • úlceras estomacais na junção com o esôfago.

A palavra “dor aguda” geralmente é usada apenas para descrever infarto do miocárdio. Além da cardialgia de natureza semelhante, há uma deterioração geral do estado, suor frio, estado de desmaio e arritmias cardíacas. Radiação de cardialgia - na omoplata esquerda, braço.

Dor intensa ocorre quando:

  • infarto do miocárdio;
  • osteocondrose cervical e torácica;
  • neuralgia intercostal, causada principalmente por telhas;
  • embolia pulmonar;
  • ruptura do aneurisma da aorta dissecante;
  • miocardite.

A dor constante é característica da osteocondrose. Não há piora do quadro, mas podem ser notados “arrepios” e dormência na mão esquerda, diminuição de sua força. Uma queixa semelhante é descrita e pericardite - inflamação do revestimento externo do coração - bolsa cardíaca. Também é caracterizada por mal-estar geral e febre.

Se uma dor surda for sentida na área do coração, pode ser:

  • síndrome da parede torácica anterior;
  • hipertensão arterial (neste caso, pressão alta é registrada);
  • sobrecarga dos músculos intercostais, por exemplo, com treinamento físico muito ativo ou reprodução prolongada de instrumentos de sopro.

A dor aguda ocorre com pleurisia ou pericardite. Ambas as doenças são caracterizadas por febre e fraqueza.

Dor irritante

É característico para:

  • trombose
  • distonia neurocirculatória;
  • angina de peito;
  • osteocondrose;
  • doenças do trato gastrointestinal.

Esse sintoma é observado no infarto do miocárdio; nesse caso, haverá uma acentuada deterioração da condição; pode haver uma turvação da consciência devido ao choque da dor. A dor em uma neurose também é descrita de maneira semelhante, quando surgem distúrbios psicoemocionais.

Considere as características adicionais da síndrome da dor:

  1. Se a dor ceder à omoplata, pode ser: angina de peito, espasmo esofágico, infarto do miocárdio, cardioneurose.
  2. Quando a dor se intensifica durante a inspiração, isso indica: neuralgia intercostal, pleurisia ou miosite dos músculos intercostais. Quando a intensidade da síndrome da dor aumenta com uma respiração profunda, pode ser: pneumonia ou tromboembolismo pulmonar. Nos dois casos, uma condição geral piora, mas com pneumonia isso ocorre gradualmente e, com embolia pulmonar, a contagem continua por alguns minutos.
  3. Se a síndrome da dor se intensificar com o movimento, isso pode ser um sinal de osteocondrose da região cervical ou torácica.
  4. Quando há dor estendendo a mão, uma pessoa pode ter uma das seguintes doenças:
    • osteocondrose;
    • miosite dos músculos intercostais no lado esquerdo;
    • infarto do miocárdio;
    • angina de peito;
    • síndrome de dor interescapular;
    • endocardite;
    • pneumotórax.
  5. Quando a dor é acompanhada por falta de ar:
    • infarto do miocárdio;
    • pneumotórax;
    • embolia pulmonar;
    • pneumonia;
    • ruptura de um aneurisma da aorta.
  6. Se aparecer fraqueza e dor na área do coração, pode ser tuberculose, pleurisia, pericardite, aneurisma da aorta esfoliante, pneumonia.
  7. A combinação de "dor de tontura" é característica de:
    • prolapso da válvula mitral;
    • cardiomiopatia;
    • cardioneurose;
    • osteocondrose ou hérnia da coluna cervical, acompanhada de compressão da artéria vertebral.

Quando os primeiros sintomas alarmantes aparecerem, você deve consultar imediatamente um médico. Primeiro, o médico estabelecerá a causa exata das convulsões. Em segundo lugar, ele prescreverá um método eficaz de tratamento.

O diagnóstico de uma doença no coração inclui:

  • Raio X
  • cardiograma;
  • sonografia;
  • ressonância magnética;
  • fluorografia;
  • endoscopia do estômago;
  • verificação de osteocondrose, distúrbios mentais e nervos comprimidos.

Vários médicos estão envolvidos no diagnóstico de problemas de saúde, a saber: cardiologista, pneumologista, neuropatologista e gastroenterologista. Se você suspeitar da presença de neoplasias, precisará consultar um oncologista.

Na maioria das vezes, o paciente apresenta dor no braço esquerdo e no coração, no caso de uma doença, não no coração, mas nos órgãos vizinhos. Estamos falando de patologias dos pulmões, rins, sistema músculo-esquelético. Entre eles:

  1. Osteocondrose. Com o desenvolvimento da osteocondrose, a carga vai para o sistema cardíaco. Além de sensações desagradáveis ​​na coluna vertebral, há fortes dores no coração e dormência dos membros. Requer atenção médica para evitar o desenvolvimento da doença.
  2. As consequências de ferimentos. Após lesões, violações ocorrem por todo o corpo.
  3. Úlcera duodenal. Com a úlcera duodenal, os membros geralmente ficam dormentes. Você deve consultar um médico o mais rápido possível.
  4. Pancreatite Os sintomas associados são náusea, vômito, tontura, palidez do rosto, febre.
  5. Distúrbios do trato gastrointestinal. Com distúrbios do trato gastrointestinal, o paciente sente dor insuportável não apenas no estômago, mas também no coração. Uma grande carga vai para o coração.
  6. Neuralgia.
  7. Distúrbios hormonais. Na maioria das vezes, o coração dói e cede na mão precisamente nas mulheres. Em alguns casos, os sintomas estão associados a distúrbios hormonais.
  8. Gravidez. Durante a gravidez, o corpo da mulher muda completamente. A carga ocorre em todos os órgãos, especialmente no coração. A este respeito, a mulher grávida sente mal-estar, dormência dos membros.
  9. Patologia das glândulas mamárias.
  10. Tumores benignos e malignos.
  11. Tuberculose
  12. Asma brônquica.
  13. Pleurisia seca.

Sensações desagradáveis ​​na região do coração são um sinal de que o funcionamento do corpo está prejudicado. Vale a pena consultar um especialista. Nas Clínicas CDS, conduza um exame abrangente do corpo usando equipamentos modernos. Consulte um cardiologista e um neurologista. Seu médico irá encaminhá-lo para fazer testes e fazer o teste. Entre eles, o eletrocardiograma, o diagnóstico ultrassonográfico do coração, o holter e outros.

Causas não cardíacas de dor no coração e dormência dos membros

Angina de peito

Este é um tipo de doença cardíaca coronária. Está associado ao fato de que, devido a uma placa aterosclerótica, trombo ou espasmo na artéria coronária, o diâmetro desse vaso, que nutre a estrutura do coração, diminui. O último não possui oxigênio e envia sinais de dor. Característica deste último:

  • ocorrem com mais frequência após o estresse físico ou emocional: levantar pesos, subir escadas, andar rápido, andar contra o vento (especialmente frio, principalmente pela manhã), andar depois de comer;
  • pode aparecer à noite de manhã ou depois de acordar, quando uma pessoa ainda não saiu da cama (essa é a angina de Prinzmetall);
  • depois de descansar ou parar no primeiro caso ou tomar Corinfar, Nifedipine ou Fenigidinum, no segundo, a dor desaparece;
  • dor compressiva, cozimento;
  • está localizado atrás do esterno ou à esquerda do esterno, sua área pode ser indicada com a ponta do dedo;
  • pode dar para a área da mão esquerda, omoplatas; a metade esquerda da mandíbula;
  • removido pela “Nitroglicerina” após 10-15 segundos.

O infarto do miocárdio

Esta é a segunda e mais grave forma de doença arterial coronariana. Ela se desenvolve quando as placas ou artérias que causam curto prazo, apenas durante o esforço emocional ou físico, a falta de oxigênio no miocárdio, crescem e bloqueiam a artéria quase completamente. Essa condição pode ocorrer quando um coágulo sanguíneo ou um pedaço de gordura, que obstrui uma artéria, voa em algum lugar (de alguma veia, geralmente nas pernas). Como resultado, uma parte do coração, se em uma hora você não fornecer ajuda profissional, introduzindo um medicamento dissolvente de trombo, morrerá.

O infarto do miocárdio pode se manifestar de diferentes maneiras. Na versão clássica é:

  • dor forte, ardente e lacrimejante no lado esquerdo na região do coração. É tão forte que uma pessoa pode até perder a consciência;
  • não removido por “Nitroglicerina” e repouso;
  • dá à mão esquerda, omoplata, pescoço e mandíbula - do lado esquerdo;
  • a dor aumenta nas ondas;
  • acompanhada por falta de ar, náusea, distúrbio do ritmo cardíaco;
  • suor frio aparece na pele em toda parte.
!  Quadro clínico e tratamento da cistite bolhosa

Um ataque cardíaco é uma doença insidiosa: se se manifestar tipicamente, dá à pessoa uma chance de salvação. Mas também com esta doença perigosa, apenas a mão, a mandíbula ou mesmo um dedinho na mão esquerda podem doer; um distúrbio do ritmo cardíaco pode ocorrer ou de repente, sem motivo aparente, uma dor de estômago começa ou ocorre um afrouxamento das fezes.

Pericardite

Isso é chamado de inflamação do saco cardíaco causada por uma causa infecciosa. As pessoas descrevem dor como:

  • dor no peito (ou dizem: “Localizada profundamente no peito”);
  • personagem penetrante;
  • amplifica em uma posição propensa;
  • enfraquece quando sentado ou em pé, inclinando-se um pouco para a frente;
  • longo, em muitos casos, passa de tempos em tempos;
  • não dá em lugar nenhum;
  • não removido por nitroglicerina;
  • ocorre após infecções respiratórias agudas, pneumonia e outras doenças causadas por micróbios;
  • acompanhada de fraqueza, febre.

Essa "flexão" da válvula no átrio esquerdo (normalmente seus lobos devem abrir na sístole e fechar-se firmemente na diástole) tem uma causa congênita ou se desenvolve após reumatismo, infarto do miocárdio ou miocardite, contra lúpus, doença cardíaca coronária ou outras doenças cardíacas.

  • não intensa dor no coração estourando;
  • crises de palpitações cardíacas;
  • interrupções no trabalho do coração;
  • tontura;
  • desmaio;
  • náusea;
  • sensação de "coma" na garganta;
  • aumento da transpiração;
  • devido ao suprimento insuficiente de sangue para o cérebro, uma pessoa com prolapso da válvula mitral é propensa a depressão, períodos de mau humor.

Este é o nome da condição quando na aorta, o maior vaso no qual ocorre a maior pressão, a expansão ocorre - aneurisma. Então, nesse contexto, entre as camadas que formam a parede do aneurisma, há um acúmulo de sangue - um hematoma. Ela "se arrasta" para baixo, separando camadas da parede aórtica umas das outras. Como resultado, a parede do vaso enfraquece e pode ser rompida a qualquer momento, causando sangramento maciço.

O aneurisma esfoliante raramente ocorre "por conta própria", na maioria das vezes é precedido por um período em que uma pessoa constantemente apresenta pressão alta ou sofre de aterosclerose, quando placas se formam na região aórtica ou a causa da condição se torna sífilis ou Síndrome de Marfan.

Dor com aneurisma da aorta estratificado:

  • mais forte,
  • localizado atrás da parte superior do esterno;
  • pode dar ao pescoço, maxilar inferior;
  • pode ser sentida em todo o peito;
  • dura de várias horas a vários dias;
  • não removido por nitroglicerina;
  • pode ser acompanhada por uma face azul e inchaço das veias jugulares localizadas nas superfícies laterais do pescoço.

Aortite

É o nome da inflamação dos três (panaortitis) ou partes (endortite, mesaortite, peroortite) das membranas da aorta torácica. A causa da doença pode ser:

  • infecção (estreptococos, sífilis, tuberculose, brucelose);
  • doenças autoimunes (doença de Takayasu, colagenoses, espondilite anquilosante, tromboangiite obliterante);
  • a inflamação pode “ir” dos órgãos inflamados localizados perto da aorta: com pneumonia, abscesso pulmonar, endocardite infecciosa, mediastinite.

A doença se manifesta por um grupo de sintomas: alguns deles são sinais da doença subjacente, outros são manifestações de uma violação do suprimento sanguíneo para os órgãos internos ou o cérebro, e outros são sintomas de inflamação aórtica diretamente. Estes últimos incluem:

  • pressionando e queimando dores no peito;
  • na maioria das vezes - atrás do punho do esterno, mas a dor pode ser dada à esquerda;
  • dê ao pescoço, entre as omoplatas, à região “epigástrica”;
  • o pulso nas artérias carótida e radial não é simétrico, pode estar completamente ausente de um lado;
  • a pressão sanguínea pode não ser detectada em um braço.

Endocardite

Isso é chamado de inflamação do revestimento interno do coração, de onde são feitas as válvulas, os cordões da principal “bomba” de uma pessoa. A dor com esta doença raramente ocorre - apenas em seus estágios finais, quando o paciente realiza atividade física ou experimenta uma emoção forte. Ela está doendo, não é intensa, pode dar no braço e no pescoço.

Outros sinais de endocardite são:

  • aumento da temperatura, geralmente para números baixos;
  • a temperatura corporal diminui e aumenta sem motivo aparente;
  • a febre é acompanhada por uma sensação de calafrios ou calafrios;
  • a pele é pálida, pode ser de cor terrosa;
  • as unhas engrossam, tornando-se como óculos em um relógio;
  • se você abaixar a pálpebra inferior, em algumas pessoas poderá encontrar hemorragia no ponto conjuntivo;
  • pequenas articulações das mãos são afetadas;
  • rápida perda de peso;
  • periodicamente tonto e dor de cabeça, mas na posição horizontal, esses sintomas desaparecem.

Cardiomiopatia

Existem 3 tipos desta doença, mas a dor na região do coração é característica apenas da variante hipertrófica. A síndrome da dor não difere da angina de peito e até aparece após o esforço físico.

Além da dor, manifesta-se cardiomiopatia hipertrófica:

  • falta de ar;
  • aumento da frequência cardíaca;
  • tosse;
  • tonturas e desmaios;
  • inchaço das pernas (ver edema cardíaco);
  • fadiga aumentada.

Cardiopatias

Eles são de natureza congênita ou se desenvolvem no contexto de reumatismo. Na maioria das vezes, a dor cardíaca acompanha apenas a estenose da abertura aórtica - uma diminuição do diâmetro no local de onde a aorta vem do coração.

A síndrome da dor, neste caso, é constante, seu personagem é irritante, costurando, pressionando. Além disso, a pressão arterial geralmente aumenta, o inchaço aparece nas pernas. Não há outros sinais específicos para estenose aórtica.

Miocardite

A inflamação do músculo cardíaco, que é mais frequentemente o resultado da infecção por influenza ou enterovírus, também se manifesta na dor no coração em 75-90% dos casos. Eles têm um caráter de muda na picada, ocorrem tanto em relação à atividade física quanto em um estado de relativo descanso após o exercício. Fadiga e febre também são observadas. A nitroglicerina não ajuda a aliviar a dor.

Distrofia do miocárdio

É o nome de um grupo de doenças cardíacas nas quais o músculo cardíaco não está inflamado e não sofre degeneração, mas as funções básicas do coração associadas à sua contratilidade e ritmo sofrem.

A doença pode se manifestar com uma síndrome de dor de natureza diferente. Na maioria das vezes, essas são dores que aparecem no contexto de uma sensação de calor ou, inversamente, aumento da frieza das extremidades, sudorese. Além disso, fraqueza, fadiga aumentada, dores de cabeça frequentes são observadas.

O aumento constante da pressão arterial pode se manifestar não apenas em uma dor de cabeça, "moscas" na frente dos olhos ou uma sensação de "ímpeto". Nesse caso, a dor pode aparecer na metade esquerda do tórax, que tem caráter de dor, pressão ou sensação de “peso” no peito.

Em princípio, trata-se de todas as doenças cardíacas que podem ser acompanhadas de dor na metade esquerda do peito. Há muito mais nãocardiolpatologias ogicas que causam esse sintoma, e agora vamos analisá-las.

Eles são distinguidos por vários grupos, dependendo de qual sistema orgânico foi a causa desse sintoma.

As sensações dolorosas na região do coração podem ser causadas por cardioneurose e condições ciclotímicas, que são idênticas em suas manifestações. Nesses casos, apesar da riqueza de sintomas, um exame do coração e dos órgãos internos não revela nenhuma patologia. Uma pessoa observa os seguintes sintomas:

  • dores no lado esquerdo do peito aparecem de manhã antes de acordar ou durante;
  • os ataques quase sempre aparecem quando superaquecem, e não em dias frios e ventosos, como é o caso da angina de peito;
  • pode ser desencadeada por depressão ou uma situação de conflito;
  • a dor não desaparece se você parar ou tomar nitroglicerina; pode durar vários dias e aparecer várias vezes ao dia (até 5), com duração de uma a duas horas. Nesse caso, a natureza da dor pode mudar a cada vez;
  • se você executar vários exercícios físicos fáceis, isso pode aliviar a dor;
  • a natureza da dor pode ser diferente: aperto, peso, formigamento, pode ser descrita como um “vazio” no peito ou, ao contrário, estourando. Pode haver uma “dor persistente” ou síndrome de forte intensidade, acompanhada por medo da morte;
  • dor no pescoço, ambas as omoplatas, pode capturar a metade direita do peito, a coluna vertebral;
  • você pode indicar com precisão o ponto em que a dor máxima é observada;
  • a sensibilidade do mamilo esquerdo aumenta;
  • a condição piora quando experimentamos qualquer emoção - positiva ou negativa;
  • durante um ataque, uma pessoa começa a respirar com frequência e superficialmente, como resultado do qual o nível de dióxido de carbono no sangue diminui, acompanhado de tontura, uma sensação de medo, que pode servir de base para o desenvolvimento de arritmia;
  • para toda a frequência e intensidade das crises, as preparações do tipo nitroglicerina ou anaprilina não as afetam; com duração de anos, eles não levam ao desenvolvimento dos fenômenos da insuficiência cardíaca: falta de ar, inchaço nas pernas, alterações no roentgenograma dos pulmões ou imagem ultrassonográfica do fígado.
!  Fatores de desenvolvimento da pentilebite tratamento diagnóstico sintomatológico

Os sintomas

Qualquer dor na região do coração é um alarme, não pode ser ignorado. Geralmente, as doenças deste órgão têm sinais semelhantes:

  • dores no coração, dá na mão esquerda;
  • membros ficam dormentes;
  • tonto
  • ar insuficiente;
  • sudorese profusa;
  • tosse.

Dá um coração à sua mão esquerda? Este sintoma é bastante perigoso. Neste fenômeno patológico, um sério cardiola doença ogical pode estar oculta.

Os sintomas são quase os mesmos, no entanto, a dor no coração, rendendo-se à mão esquerda, é manifestada por esses sinais:

  • dificuldade em respirar;
  • a pele do rosto muda;
  • ansiedade;
  • medo de morrer;
  • pressionando dor e espasmo ardente no peito.

Outras patologias que afetam músculos e vasos sanguíneos podem se disfarçar de doenças cardíacas.

Neuralgia

Durante a progressão da neuralgia, as terminações nervosas da coluna cervicotorácica são comprimidas. Como resultado - apertar a dor no coração, que dá para o lado esquerdo do corpo. Como sintoma adicional: as áreas afetadas do corpo superam os tremores, a pele fica “arrepiada” e fica dormente.

O coração dói, dá a mão esquerda ou direita - esses sinais podem não se referir a cardiology, mas para neuralgia. É sobre patologia intercostal. Esta doença se desenvolve no contexto da osteocondrose da coluna vertebral. Dor aguda e sensação de peso na região do peito por um longo tempo não podem ser eliminados mesmo após a ingestão de medicamentos.

Fatores que provocam a doença:

  • devido a complicações após uma infecção viral (ARVI, ARI);
  • após hipotermia;
  • devido a envenenamento;
  • com doenças relacionadas à idade;
  • com intenso esforço físico;
  • com doenças dos sistemas nervoso e cardiovascular;
  • após lesões;
  • em diabetes.

Além disso, a dor pode se intensificar mesmo com inalação ou movimentos normais (por exemplo, ao levantar uma mão). A área afetada da pele pode até ficar dormente. E os ataques geralmente ocorrem após o estresse e são acompanhados por sudorese profusa, contração muscular e formigamento.

Nos homens, esses ataques geralmente ocorrem na parte inferior das costelas, e nas mulheres - na região do coração.

O infarto do miocárdio

Com esta patologia, há uma acentuada falta de sangue no coração. Ocorre no contexto de uma violação da circulação sanguínea nos vasos sanguíneos do miocárdio. Na medicina, esse fenômeno é chamado de oclusão da circulação coronariana. Como resultado desse fenômeno, algumas partes do músculo cardíaco morrem. Portanto, pontos mortos levam ao mau funcionamento do coração. Por esse motivo, uma pessoa sente o quão forte e fortemente esmaga o coração e dá na mão esquerda. Pode causar dor no pescoço, costas, orelha ou mandíbula.

A dor é bastante ardente e apertada. Se o processo de morrer afetar uma grande área, o paciente não poderá ficar de pé. A dor é acompanhada por falta de ar, sensação de pânico e medo de morrer. É até possível perda de consciência. Na primeira dor, o paciente deve tomar uma posição horizontal.

Esta doença provoca inflamação no coração. Os sintomas da miocardite podem ocorrer 7 dias após o início da doença.

Os principais sintomas da miocardite: facadas e apertos de coração, dor no ombro esquerdo, pressão na região do peito. Além disso, essas manifestações sintomáticas são observadas mesmo em repouso.

O paciente pode sentir aumento da dor e dificuldade em respirar com qualquer movimento. Fadiga, falta de ar são observadas, a temperatura aumenta e começa a transpiração abundante. Como um sinal adicional de miocardite, distúrbios do sono.

Angina de peito

Meu coração dói e dá na minha mão esquerda? Você se sente pesado no peito? Todos estes são os primeiros sinais de angina de peito. Torna-se difícil para o paciente respirar, a pressão no peito é sentida. Pressionar a dor no coração cede ao braço esquerdo ou pescoço, com menos frequência à mandíbula.

Um ataque de angina de peito é acompanhado por estresse físico e emocional excessivo. Grande fraqueza aparece em todo o corpo. Nesse caso, a dor não se torna mais fraca se você mudar a posição do corpo.

Neoplasias

Se o coração dói e cede na mão esquerda, talvez isso tenha sido esquecido há muito tempo: lesões no coração: hematomas, ruptura muscular, necrose miocárdica.

O desenvolvimento de neoplasias no coração é manifestado pelos seguintes sintomas: falta de ar severa, dor premente no ombro esquerdo, no peito. As neoplasias podem ser benignas ou malignas.

A patologia no coração pode se desenvolver no contexto do diabetes mellitus, uma vez que esta doença interrompe o processo metabólico no miocárdio e faz alterações na estrutura das artérias coronárias. Como resultado, o paciente sente sensações pesadas desagradáveis ​​no peito e desconforto no lado esquerdo do corpo.

isquemia

Se o coração picar e ceder à mão esquerda, esses sintomas podem caracterizar isquemia. A doença provoca distúrbios no suprimento de sangue para as artérias coronárias.

Os principais fatores que formam essa patologia:

  • excesso de peso, obesidade de várias etapas;
  • hipertensão (aumento da pressão arterial);
  • estilo de vida errado: maus hábitos, inatividade;
  • diabetes;
  • fator hereditário;
  • estresse constante e colapsos psicoemocionais nervosos.

Na maioria das vezes, com isquemia, o coração dói e dá para a mão esquerda, menos frequentemente para a mão direita. O paciente observa falta de ar, palpitações, tontura, náusea, transpiração excessiva, desmaio e fraqueza geral.

Geralmente, a isquemia já é diagnosticada no momento de sua transição para uma forma crônica. Nesse caso, o paciente apresenta inchaço nas extremidades inferiores e, devido à falta de ar, é forçado a ficar sentado por um longo tempo.

A parada cardíaca primária em 60% dos casos termina em morte antes da chegada da ambulância. Um precursor dessa condição é uma forte dor no peito. Devido ao pânico e ao medo que domina o paciente, a condição piora. A morte coronariana leva imediatamente à perda de consciência, a pele fica pálida e o pulso está ausente, a respiração para gradualmente.

osteocondrose

Cintura dolorida e dor puxando - essas sensações desagradáveis ​​trazem osteocondrose. Dá no coração e no braço esquerdo - um sintoma da região cervicotorácica que ocorre com esta doença. Muitas vezes, a dor se espalha por todo o corpo, como se "arrepios".

Um sintoma adicional característico da osteocondrose são as alterações nos discos intervertebrais, que são manifestadas pela dor nos dedos. O dedo mindinho é frequentemente deformado, como evidência de uma mudança na forma das vértebras na parte inferior do pescoço. Se o desconforto estiver no polegar, isso indica alterações nos discos vertebrais cervicais.

Anti-germes

Com dor intensa na região do coração e no peito, dando para o lado esquerdo do corpo, a mandíbula, com falta de ar, sudorese intensa, tontura e dormência dos membros, você deve chamar imediatamente uma ambulância. Lembre-se: essa condição pode ser fatal.

O médico seleciona o método de tratamento individualmente, dependendo das características do desenvolvimento da doença em um paciente em particular. Em um caso, será suficiente beber um curso de um medicamento especial para fortalecer o músculo cardíaco. Caso contrário, hospitalização e cirurgia podem ser necessárias.

A essência de cada terapia é melhorar a atividade cardíaca e prevenir coágulos sanguíneos.

É importante durante a normalização normalizar a frequência cardíaca e a pressão sanguínea. Também é necessário eliminar fatores irritantes externos que afetam negativamente o sistema nervoso.

Primeiro socorro

Se o coração dói no segundo dia, dá a mão esquerda, você precisa ligar imediatamente para um médico. E enquanto espera por uma ambulância, você deve:

  • fique o mais confortável possível;
  • desaperte os botões da camisa para que não fiquem apertados no peito;
  • fornecer acesso ao ar fresco;
  • com neuralgia, patologia pulmonar, problemas na coluna, cardioneurose, tome um ou dois comprimidos de "Analgin", "Noshpa";
  • se o paciente tiver angina de peito e ataque cardíaco, beba com urgência “Nitroglicerina” e “Aspirina”;
  • tome um medicamento para dor em um paciente com cardioneurose: Motherwort, Valocordin, Valerian;
  • se houver tosse, tente moderá-la;
  • tente não falar;
  • prepare a amônia com antecedência, caso o paciente perca a consciência.

Quaisquer compressas (quentes e frias) não podem ser aplicadas no peito. Este é um chamado para acordar, quando o coração dói, cede na mão esquerda. Avaliações de pessoas dizem que você precisa beber “Corvalol”, “Validol”, “Nitroglicerina” e consultar um especialista. Se a dor persistir, o mais provável é que o paciente desenvolva neuralgia.

Se você conseguiu eliminar o ataque por conta própria, isso não significa que você pode esquecê-lo. Depois de prestar os primeiros socorros, você deve consultar urgentemente um médico para determinar a causa do ataque e mais tratamento.

Lembre-se de que cada patologia pode levar a sérias conseqüências. Mesmo com pouca dor no coração, consulte um médico. Qualquer doença pode ser eliminada em um estágio inicial de desenvolvimento. Se cuida!

Svetlana Borszavich

Clínico geral, cardiologista, com trabalho ativo em terapia, gastroenterologia, cardiologia, reumatologia, imunologia com alergologia.
Fluente em métodos clínicos gerais para o diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas, bem como eletrocardiografia, ecocardiografia, monitoramento de cólera em um eletrocardiograma e monitoramento diário da pressão arterial.
O complexo de tratamento desenvolvido pelo autor ajuda significativamente com lesões cerebrovasculares e distúrbios metabólicos no cérebro e doenças vasculares: hipertensão e complicações causadas pelo diabetes.
O autor é membro da European Society of Therapists, participante regular em conferências e congressos científicos na área da cardiolmedicina e medicina geral. Ela tem participado repetidamente de um programa de pesquisa em uma universidade privada no Japão na área de medicina reconstrutiva.

Detonic