Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inalar, mover-se, difícil de respirar

O diagnóstico diferencial é baseado em uma descrição da dor.

Ao fazer um diagnóstico, leve em consideração:

  • localização da dor;
  • o local de disseminação da excitação da dor;
  • tipo de dor, sua duração, natureza.

Não basta determinar apenas as espécies; estudos diagnósticos devem ser realizados. Todos os sinais conectados juntos permitirão o diagnóstico correto.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

afiado

Dor no peito, rasgando e irradiando para as costas, ocorre com dissecção da aorta torácica, hipertensão arterial. A dor constantemente aguda ou intermitente é frequentemente associada à pericardite. Nesse caso, a dor no meio do peito é agravada pela respiração, pela deglutição e na posição supina. Dor ardente na área do epigástrio ao pescoço indica a presença de esofagite de refluxo.

mais forte,

A dor intensa que começa após o vômito ocorre após a ruptura do esôfago. Mas múltiplos sinais podem indicar outras causas. Dor súbita ao redor da parte média do peito é característica de doenças infecciosas. Um sintoma secundário é o aparecimento de uma erupção cutânea.

doendo

Dor que não tem um local específico, às vezes ocorrendo na parte inferior do tórax, no abdome superior, indica uma úlcera péptica. As razões que contribuem para a sua aparência são alcoolismo, tabagismo. Os sintomas diminuem depois de tomar antiácidos ou alimentos. Constante acontece com a fibromialgia, sentida em todas as partes do corpo, incluindo o esterno.

Esmagador

Pressionar a dor ocorre com angina de peito estável, um ataque cardíaco, pode ocorrer em um lado do peito, atrás do esterno, no centro. Passa durante um período de descanso, ocorre durante o esforço físico, com um diagnóstico de angina de peito.

Cozimento

Assar, dor de curto prazo adaga é característica da angina de peito. Ardor no peito quase sempre indica cardiolcausas ogicas. As sensações de dor concentram-se na região do coração, dispersam-se pelo peito, rendendo-se ao braço, pescoço, omoplata. O caráter de sinterização é inerente a outras doenças: pleural, do trato digestivo, distúrbios do sistema musculoesquelético.

Com uma etiologia desconhecida, é necessário hospitalizar o paciente para um exame mais aprofundado. A remoção dos sintomas da dor é realizada com analgésicos. Reduzir a dor após tomá-la não elimina a necessidade de identificar doenças.

Sintomas alarmantes sugerindo causas graves de dor no esterno:

  • confusão;
  • aumento da transpiração;
  • hipóxia;
  • assimetria de sons respiratórios;
  • o aparecimento de sopro cardíaco;
  • dispnéia;
  • taquicardia, bradicardia.

Grupo de drogasNomeRecomendações
NitroglicerinaEnfraquecer as artérias do coração, reduzir a carga de sangue venoso
Nitrocore
Erinite
Nitromax
Trombolítico

TenectelaseRestaurar o fluxo sanguíneo para vasos obstruídos
Retaplase
Trombose
Estreptoquinase
Trombo assPrevenção de acidentes vasculares cerebrais, miocárdio, tromboembolismo
Cardiomagnet
Pradaksa
Medicamentos para

FosfalugelUsado para doenças do trato gastrointestinal, neutralizar ácido, proteger a membrana mucosa
Rutácido
Almagel
Nexium
AINEsAspirina cardioCom angina de peito, profilaxia primária

No caso de ataques de pânico que acompanham a dor no esterno, o médico prescreve antidepressivos para controlar as emoções.

Terapia para osteocondrose, contusões:

  • Analgésicos: Tramal, Ambene.
  • Antiespasmódicos: lidocaína, trimecaína.
  • Anti-inflamatório: Ibuprofeno, Diclofenaco, Nimesil.
  • Vasodilatador: Actovegin, Trental.
  • Condroprotetores: Rumaclon, Chondrolon, Condroxide.

Para fraturas de costelas, são oferecidos medicamentos expectorantes para prevenir pneumonia pós-traumática:

Termopsia

E também realizou cursos de procedimentos médicos:

  • ginástica para ventilação;
  • procedimentos fisioterapêuticos;
  • Terapia UHF;
  • aulas de massagem.

Para dores no peito resultantes de estresse, inquietação, é necessário realizar exercícios relaxantes, fazer ioga, fazer caminhadas ao ar livre.

Em casos complexos de doença cardíaca, os procedimentos cirúrgicos são realizados:

  • Angioplastia e colocação de stent. Se a dor no peito for causada por um bloqueio na artéria que nutre o coração, é realizada uma cirurgia de stent.
  • Cirurgia de bypass. Uma operação para restaurar uma aorta que entrega sangue do coração para outros órgãos.
  • Drenagem pulmonar com pneumotórax.
  • Cirurgia de emergência para restaurar a dissecção aórtica.

A probabilidade de doenças com risco de vida aumenta com a idade, e o diagnóstico e a recuperação da doença são difíceis. Portanto, quaisquer alterações no corpo que violem o modo de vida habitual, especialmente como dor no meio, esquerda ou direita no peito, devem ser levadas muito a sério.

Acontece que vários órgãos causam dor da mesma localização. Isso se deve ao fato de o corpo através das terminações nervosas enviar uma enorme quantidade de sinais ao cérebro humano sobre um problema com um órgão. Os caminhos nervosos se aproximam do esterno, se ramificam e cedem à dor nessa área. Às vezes, os sinais podem ser do mesmo tipo ou reconhecidos incorretamente; então, é difícil determinar em qual órgão o problema surgiu.

Ao fazer um diagnóstico, é necessário levar em consideração a natureza da dor resultante, as condições sob as quais ela aparece, o sistema nutricional e a carga. Um histórico médico ajudará a diagnosticar corretamente.

Quais são as principais causas comuns de dor intensa no esterno no meio e nas costas:

  • problemas na coluna torácica (osteocondrose, espondilartrose, hérnia intervertebral, etc.);
  • doenças cardiovasculares;
  • uma consequência de uma lesão no peito;
  • doenças do estômago ou esôfago;
  • doenças broncopulmonares.

Dor no peito no meio, devolvendo à queixa bastante comum de muitos pacientes, tanto idosos quanto muito jovens. Tais sintomas estão associados a muitas doenças no corpo e isso se aplica não apenas à coluna, mas a muitos outros órgãos.

É possível que uma pessoa sinta dor aguda atrás do esterno, aguda, opaca ou acompanhada de sinais adicionais, como ardor, dormência e a ocorrência de “arrepios” por todo o corpo. Todos esses sinais causam sofrimento considerável e precisam de exame urgente e tratamento adequado.

Este tipo de dor é uma síndrome muito comum. Tais doenças graves podem causar:

  • Patologia da coluna vertebral
  • Doenças do coração, sistema respiratório e sistema digestivo
  • lesões
  • Formação maligna.

Sinais de neuralgia intercostal são muito semelhantes à osteocondrose. A dor é sentida na região do peito, pode ser dada na omoplata esquerda e no braço, geralmente aumenta com os movimentos. A causa da neuralgia pode ser osteocondrose, permanência prolongada em uma posição desconfortável, atividade física pesada, hipotermia.

A causa da dor nas costas e no peito pode ser uma hérnia vertebral. Com o tempo, a coluna vertebral se dobra, os discos intervertebrais ficam mais finos, o anel fibroso explode.

Nesse caso, dor intensa ocorre nas costas e no peito. Além disso, há um sentimento de constrição no esterno, com a tosse que pode se intensificar.

Uma hérnia da coluna torácica é bastante rara, mas é uma doença desagradável que causa sérias conseqüências.

bol v grudnoy kletke 4 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

A escoliose de qualquer grau também causa dor atrás do esterno no meio e também pode retroceder. Frequentemente, a escoliose e a cofoscoliose aparecem em idade precoce. Uma longa permanência na posição errada, várias lesões, síndrome da hipermobilidade articular muitas vezes se tornam um motivo de curvatura. A mudança de postura causa dor intensa entre as omoplatas e o esterno.

A escoliose em um estado avançado é praticamente incurável, portanto, é muito importante tomar medidas oportunas.

Doenças do coração

A dor no peito, geralmente acompanhada de queimação e retorno, é um sintoma característico da angina de peito.

Acredita-se que, com doenças cardíacas, esteja localizado no lado esquerdo do peito, mas, no entanto, esse nem sempre é o caso. É na angina que a dor no peito pode afetar a região lombar e até o braço esquerdo.

Nessa condição, quase sempre há uma sensação de medo, um forte batimento cardíaco.

O infarto agudo do miocárdio também é caracterizado por dor torácica aguda que se estende para as costas, braço esquerdo, às vezes no pescoço e até na mandíbula.

Com a menor sugestão de infarto do miocárdio, uma ambulância deve ser chamada urgentemente porque a doença pode ser fatal.

Esta sintomatologia é frequentemente observada com pericardite e miocardite. O paciente sente dor nas profundezas do peito, o que pode retroceder, há fraqueza, inchaço, redução da pressão arterial. No miocárdio, muitas vezes essa sintomatologia é combinada com febre.

1e67cc 1 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover-se, dificuldade para respirar

Uma ruptura do esôfago é uma doença grave. Há uma violação de sua integridade e o conteúdo do esôfago entra na cavidade torácica. As dores com esta patologia são muito fortes, sentidas no meio do peito e causam dor nas costas, aumentam com tosse e movimentos bruscos. Nesse caso, você deve procurar imediatamente ajuda médica.

Outra doença desagradável que afeta o trato gastrointestinal é uma hérnia hiatal. As sensações de dor são semelhantes às crises de angina de peito, aumentam na posição supina, junto com isso há azia, dor no estômago.

lesões

A dor por trás do esterno é considerada o primeiro sinal de lesão. Por exemplo, uma fratura das costelas ou no peito é caracterizada por dor intensa retornando. Além disso, esses sinais geralmente acompanham os danos aos órgãos internos.

Os tumores cancerígenos costumam se tornar a razão do desenvolvimento dos sintomas acima.

A dor atrás do esterno no meio pode ocorrer com o câncer de esôfago, quando a formação atinge um tamanho enorme, aperta o peito e o dá para as costas.

Além disso, com vários tumores da coluna vertebral, órgãos respiratórios, bem como com uma patologia como leucemia, dor no peito e nas costas está sempre presente.

  • O tratamento de doenças da coluna vertebral depende em grande parte do desenvolvimento da doença, sintomas e estado de saúde do paciente. Como regra, o curso terapêutico abrange terapia medicamentosa, exercícios terapêuticos, massagens especiais, procedimentos aquáticos e outros. Em casos mais complexos, métodos cirúrgicos são usados.
  • Com patologias graves, como infarto do miocárdio, ruptura do esôfago, lesões graves e outras doenças com risco de vida, a assistência médica imediata depende
  • Para o tratamento bem-sucedido da angina de peito, miocardite e outras doenças cardíacas, o médico assistente prescreve um exame, que inclui ECG, exames de sangue. Com base no exame, o médico prescreve o curso terapêutico necessário ao paciente.
  • Se essa sintomatologia ocorrer em um contexto de doenças respiratórias, a terapia antibacteriana e medicamentos antitússicos são indicados, em casos graves, cirurgia
  • Os tumores malignos precisam de tratamento oportuno e competente, no qual o paciente deve cumprir rigorosamente todas as prescrições do médico. Normalmente, com essas patologias, um tratamento complexo especial é prescrito.

Dor no peito e nas costas: causas de dor no meio, à direita, à esquerda, causando dor nas costas

Dor no peito com osteocondrose sinaliza problemas na coluna torácica. A natureza da dor é compressiva, sensação de costura, corte, queimação. A dor pode ser causada no coração, disfarçando-se como uma doença do sistema cardiovascular.

A dor no peito pode ocorrer com uma respiração profunda, uma longa permanência em uma posição, levantando os braços, bem como tossindo e espirrando. Muitas vezes, a síndrome pode piorar à noite, causar falta de ar, levar uma pessoa a entrar em pânico.

Muitas pessoas não sabem que a dor é causada pela osteocondrose mamária e procuram um terapeuta ou cardiologist. Um especialista experiente é capaz de reconhecer a verdadeira causa da doença e encaminhar o paciente a um neurologista para diagnóstico e tratamento posterior da coluna.

A dor no peito é frequentemente um sinal claro de osteocondrose da mama. Este departamento é a parte mais durável da coluna, mas não vale a pena excluir a presença de patologia.

Falta de esforço físico, escoliose, levantamento de peso - esses são os fatores que provocam o desenvolvimento da osteocondrose mamária.

Quando se movem, comprimem as raízes espinhais e os vasos sanguíneos: a circulação sanguínea nos órgãos torácicos piora, a sua inervação é perturbada. Se a osteocondrose progride, a pressão nas estruturas paravertebrais aumenta - a dor aparece.

A figura mostra a pressão da vértebra nas terminações nervosas da medula espinhal.

2c1982f2e5dc89f5853f1667df08dc1b - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover-se, dificuldade para respirar

A localização da dor pode ser diferente. Tudo depende de em qual área da região torácica os discos intervertebrais são destruídos. Se as raízes localizadas na área de 2 a 3 vértebras forem comprimidas, surgem dores no peito.

A dor no peito também pode ocorrer com patologia na coluna cervical. No entanto, na maioria dos casos, a dor no peito indica osteocondrose no peito.

A osteocondrose torácica é a forma mais "insidiosa" da doença, uma vez que nos primeiros estágios de seu desenvolvimento ela pode não aparecer. A dor ocorre muito mais tarde: quando a protrusão ou hérnia intervertebral se forma. Nesta dor:

  • aparece quando se move, dobra e gira o corpo, espirra e tosse;
  • pior quando você tenta respirar fundo e expirar;
  • dá para o estômago, fígado ou coração;
  • acompanhada de desconforto no hipocôndrio direito ou esquerdo;
  • tem caráter único ou bilateral (com hérnia lateral e mediana, respectivamente);
  • incomoda constantemente ou ocorre periodicamente.

Toda a dor no peito com osteocondrose torácica é dividida em duas categorias (ver tabela).

CritérioTipo de dor
Dorsagodorsalgia
A natureza da dorCorte, agudo, ocorre repentinamente (pode aparecer à noite)Moderado, mas aumentando gradualmente
DuraçãoNão dura muito tempo (desaparece 30 minutos após o ataque)Dor crônica (dura de 2 a 3 semanas)
Fator provocador de dorMudança na posição do corpo após trabalho monótono em uma posição (por exemplo, levantar de uma cadeira)Respiração profunda, curvas acentuadas e torso, saindo da cama após o sono
Mover a dor intensidade da dorFortalece (com o tronco, rotação do braço)Passa depois de uma curta caminhada
Impacto na atividade físicaRigidez nos músculos do pescoço e ombros, restrição severa de movimentos, falta de arHá uma sensação de rigidez na região cervico-ombro. A dor é tolerante, por isso não restringe severamente o movimento e não afeta a atividade física de uma pessoa

A manifestação mais grave da osteocondrose torácica é a dor aguda nas costelas (neuralgia intercostal). Em intensidade, perdem apenas para a cólica renal.

Além da dor no peito com osteocondrose, o paciente pode apresentar outros sintomas da síndrome radicular:

  • violação da sensibilidade da pele (“rastejamento”) nas vértebras afetadas;
  • piora dos reflexos, diminuição do tônus ​​muscular, localizado abaixo do peito;
  • resfriamento, palidez da pele das extremidades inferiores;
  • dor de cabeça
  • tosse, falta de ar.

A manifestação clínica da osteocondrose torácica se assemelha aos sintomas de pneumonia, patologia do sistema cardiovascular (ver tabela).

Causa de dor no peitoCaracterísticas da dorDiferença de dor na osteocondrose da mama
Ataque cardíaco, angina de peitoDura de 20 a 40 minutos. A dor está localizada à esquerda, mas também pode ocorrer no lado direito do peito. Às vezes irradiando para o ombro e o braço esquerdo, a área da escápula, a mandíbula e o abdômen.A dor é mais acentuada e é combinada com os seguintes sintomas: transpiração excessiva, pressão arterial baixa, respiração superficial, tontura.
Com angina de peito, a dor no peito diminui após a ingestão de nitroglicerina.
PneumoniaPreocupações constantes, agravadas pela respiração.Não está claramente localizado, acompanhado de tosse, muco, febre, dores de cabeça.
Trombo pulmonarIsso ocorre de repente. A manifestação clínica da dor (sua localização, intensidade) se assemelha ao infarto do miocárdio. A intensificação da dor é observada com a respiração, tosse.O paciente observou: queda da pressão arterial, falta de ar grave, hemoptise, taquicardia, azul da metade superior do corpo.

É impossível determinar o que causa dor no peito sem consultar um médico. Somente um especialista pode fazer o diagnóstico correto.

Identificar a causa exata da dor no peito é possível somente após um exame abrangente. A fim de excluir doenças do coração e pulmões, o paciente é submetido a um eletrocardiograma, ecocardiografia e fluorografia. Se não forem detectadas patologias dos órgãos torácicos, são prescritos os seguintes métodos de exame da coluna vertebral:

  1. Discografia de contraste - realizada para avaliar a condição dos discos intervertebrais (rachaduras, protrusão).
  2. Mielografia - o diagnóstico da medula espinhal usando um meio de contraste.
  3. Imagem computadorizada de ressonância magnética - ajuda a determinar o estágio da osteocondrose, o tipo de raiz comprimida, para identificar o local de destruição do disco intervertebral.

O uso de tomografia computadorizada e ressonância magnética é relevante nos casos de suspeita de osteocondrose, espondiloartrose, tumor da coluna vertebral e tecidos adjacentes e preparação para cirurgia. Tais métodos de diagnóstico ajudam a diagnosticar, determinar a natureza das complicações, a quantidade de terapia necessária. Em casos graves, os resultados dos testes são transmitidos a especialistas em todo o mundo via Internet.

Se a osteocondrose é um "provocador" de dor no peito, o seguinte pode ser visto nas fotos:

  • diminuição da altura dos discos intervertebrais;
  • compressão da medula espinhal, suas raízes e vasos sanguíneos (na forma torácica de osteocondrose, a mielopatia por compressão é rara);
  • a presença de osteófitos nas vértebras, protrusão ou hérnia intervertebral;
  • inflamação das raízes e tecido circundante;
  • escoliose grave, lordose ou cifose.

Em pacientes com osteocondrose torácica, o risco de desenvolver asma brônquica aumenta significativamente a inflamação do músculo cardíaco. Portanto, após confirmar a relação entre dor no peito e patologia da coluna vertebral, o tratamento deve ser iniciado imediatamente.

Se ocorrer dor no peito devido à compressão das raízes da coluna vertebral, responsáveis ​​pelo suporte nervoso dos órgãos torácicos, a coluna deve ser tratada.

A terapia da osteocondrose envolve o uso de medicamentos, métodos de tratamento auxiliar.

Seus principais objetivos são reduzir a pressão sobre as raízes, melhorar os processos metabólicos nos tecidos da coluna e restaurar a função dos neurônios danificados.

boli v grudnoj kletki 1 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover-se, dificuldade para respirar

Anti-inflamatórios não esteróides:

  • remover a inflamação no lugar do aperto das raízes, vasos da medula espinhal;
  • reduzir o inchaço dos tecidos;
  • reduzir a severidade da dor.

Condroprotetores. Princípio de funcionamento:

  • restaurar a elasticidade dos discos intervertebrais;
  • saturar tecidos danificados com nutrientes;
  • impedir maior destruição da cartilagem.

Analgésicos e drogas de aquecimento. Resultado após a sua aplicação:

  • a circulação sanguínea é normalizada em um local dolorido;
  • rigidez nos músculos desaparece;
  • metabolismo nos tecidos ósseos e cartilaginosos é ativado.

Vasodilatação e melhoria dos processos metabólicos:

  • aliviar espasmos dos vasos sanguíneos;
  • estimular o fluxo sanguíneo para os órgãos do tórax e tecidos danificados;
  • acelerar o metabolismo.
  • Com fortes dores no peito, às vezes são usados ​​glicocorticóides ou bloqueios de novocaína.
  • Métodos adicionais de tratamento da osteocondrose são usados ​​em combinação com terapia medicamentosa. Por via de regra, marque:
  • Procedimentos fisioterapêuticos - ajudam a aliviar a pressão das raízes, eliminando cãibras musculares. Um efeito positivo na osteocondrose é fornecido por:
  • tratamento de lama;
  • exposição a laser ultravioleta;
  • terapia por ondas de choque;
  • acupuntura.

Massagem terapêutica manual (não usada no período agudo da doença). Efeito terapêutico:

  • as funções musculares são restauradas (os reflexos patológicos desaparecem);
  • circulação sanguínea nos tecidos da coluna vertebral, peito;
  • processos metabólicos no corpo são normalizados.

A terapia manual não é usada para dores nas costas e no peito, gravidez, lesões na coluna vertebral, exacerbação de doenças crônicas e pressão alta.

Ginástica terapêutica. O efeito das classes:

  • espartilho muscular é fortalecido;
  • as funções das articulações, ligamentos e músculos são restauradas;
  • tensão espinhal diminui.

A eficácia dos exercícios de fisioterapia é muito maior se você realizar exercícios em água morna. É igualmente útil que a osteocondrose mamária se envolva na natação.

bol v grudnoy kletke 1 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

A recuperação do paciente depende em grande parte de quão bem ele come. Uma dieta equilibrada ajuda a lidar rapidamente com a doença, restaurar as funções de todos os órgãos e sistemas do corpo. Portanto, com osteocondrose, acompanhada de dor no peito, recomenda-se:

  1. Inclua no cardápio os pratos que contribuem para a restauração da cartilagem (geléia, peixe gelatinoso, carne gelatinosa).
  2. Coma alimentos ricos em fibras e cálcio (legumes frescos, frutas, leite, queijo cottage).
  3. Coma 4-5 vezes ao dia: em pequenas porções. Comer em excesso é uma das razões para ganhar excesso de peso e, como você sabe, aumenta a carga na coluna vertebral.
  4. Para minimizar o uso de alimentos salgados, doces, carnes defumadas.
  5. Beba o máximo de água possível (a falta de líquido no corpo afeta negativamente o estado da cartilagem).
  6. Recuse café e chá fortes (a cafeína lixivia o cálcio).

Quais órgãos estão localizados no peito

A coluna torácica consiste em 12 vértebras. 12 pares de nervos peitorais responsáveis ​​pelos órgãos internos localizados nesta parte do corpo passam por eles.

Quando a dor no esterno e ceder nas costas no meio, isso se torna um motivo sério para fazer uma visita ao médico.

Dor nas costas, afetando o peito, cria algumas dificuldades com o diagnóstico: o paciente muitas vezes não consegue determinar com precisão a localização da dor. Uma exacerbação da osteocondrose é considerada um ataque de angina de peito, um ataque cardíaco inicial - por problemas na coluna.

destaque

A coluna torácica é a mais imóvel, em comparação com a cervical e a lombar. Sua tarefa é criar o apoio do esqueleto.

Isso explica o fato de que hérnias e protrusões ocorrem muito raramente na região torácica. As vértebras torácicas também são menos propensas a lesões.

osteocondrose

A doença mais comum da coluna vertebral. Segundo as estatísticas, afeta quase 70% da população adulta. A peculiaridade da osteocondrose da região torácica é a não especificidade dos sintomas. Numa fase inicial, qualquer manifestação está ausente.

Os primeiros sinais aparecem quando os discos vertebrais médicos são severamente destruídos e as terminações nervosas são pinçadas. A osteocondrose torácica é frequentemente chamada de “camaleão”, pois a dor é no peito, entre as costelas.

bol v grudnoy kletke 2 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

Muitas vezes, os pacientes tomam os sintomas da osteocondrose para a manifestação de isquemia, úlcera gástrica, pneumonia. A doença pode ser diferenciada pela tensão característica dos músculos das costas e do peito, intensificando-se após prolongada sessão em uma posição.

Importante! Na palpação das vértebras, ocorre dor aguda ou puxada, o que não ocorre com patologias do coração ou do trato gastrointestinal.

A cifose é uma curvatura da coluna vertebral nas costas. A cifose é mais comum na região torácica. A curvatura da coluna vertebral pode ser desencadeada por lesões, infecções ou má postura.

Externamente, a doença se manifesta por inclinação, estreitamento do tórax. Com um curso longo, ocorre uma deformação em forma de cunha das vértebras, levando à compressão das raízes nervosas. Estes são causados ​​por dores constantes, estendendo-se para o peito, ombro.

A escoliose é uma curvatura da coluna para a direita ou esquerda. As principais causas da patologia são as mesmas da cifose. Com a curvatura da coluna vertebral, ocorre a compressão dos discos, sua destruição gradual.

A diferença entre coliose e simples violação da postura é a ocorrência de torção (rotação das vértebras em torno de seu eixo). Por esse motivo, nervos e vasos sanguíneos são danificados, o que é expresso pela dor.

A dor se espalha por toda a área do peito e é tão intensa que é difícil para o paciente respirar, inclinar-se ou sentar-se.

Contusões, entorses

  • Isso se manifesta por dor no peito esquerdo, ombro esquerdo.
  • A dor também pode ser cinturão, pior ao inalar.
  • A entorse dos músculos das costas ocorre em atletas, pessoas envolvidas em trabalho físico pesado.

Ao mesmo tempo, microfissuras são formadas nos músculos, acompanhadas de dor. Os sintomas são agravados devido ao espasmo reflexo dos músculos vizinhos.

Tais lesões são causadas por um forte golpe, por exemplo, no volante de um carro em um acidente. Uma rachadura na costela é acompanhada de forte dor atrás do esterno com irradiação nas costas.

É difícil para o paciente respirar, inclinar-se e até o trabalho do coração pode ser perturbado.

Os nervos intercostais saem da coluna vertebral, com compressão da qual ocorre neuralgia intercostal. Isso ocorre com osteocondrose, estresse severo, hipotermia. A dor na neuralgia é aguda, queimação, cinturão, interferindo na respiração normal.

Atenção! Além disso, a dor se estende à área da clavícula, a escápula. Muitas vezes, os pacientes tomam sintomas de neuralgia para um ataque cardíaco.

A doença pode ser distinguida da patologia cardíaca pelos seguintes sinais:

  • A dor no coração diminui depois de tomar nitroglicerina.
  • Com um ataque de angina de peito, um ataque cardíaco após movimentos, reviravoltas do corpo, as respirações profundas não se intensificam, o paciente sofre uma alteração na pressão e na frequência cardíaca.
  • As dores nevrálgicas são constantes, agravadas pelo movimento, sem afetar a freqüência cardíaca.

anquilosante

Com esta doença, é observada destruição crônica dos corpos vertebrais, com aumento simultâneo de osteófitos. Osteófitos irritam terminações nervosas, causando dor.

A espondilose torácica é rara, mas tem um quadro clínico pronunciado: dor à esquerda da coluna vertebral com disseminação para a área do peito esquerdo.

Com pressão nas vértebras, os sintomas se intensificam.

  1. A dor nas costas que se espalha para a área do peito pode ser causada por doenças dos órgãos internos.
  2. ed76cf33ff5cb9c5fa12f429b19a8d88 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirarOs nervos torácicos inervam órgãos como: coração, pulmões, brônquios, estômago, fígado, pâncreas, baço.
  3. Se a dor no peito do paciente se espalhar para as costas, isso pode indicar as seguintes patologias:
  1. Doenças do coração: ataque cardíaco, miocardite, angina de peito.
  2. Doenças pulmonares: pleurisia, pneumonia, tuberculose.
  3. Problemas gastrointestinais: pancreatite, colecistite, úlcera.

Doença cardíaca

O infarto do miocárdio é uma forma de isquemia, acompanhada de necrose do coração. Nesse caso, o suprimento de sangue para o local é completamente interrompido. A insidiosidade de um ataque cardíaco no quadro clínico atípico, especialmente se a doença se desenvolver gradualmente. A dor está localizada na mão esquerda, dá a clavícula e depois se espalha para o abdome superior.

bol v grudnoy kletke 3 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

O paciente sente desconforto, queimando atrás do esterno. Pode-se suspeitar de um ataque cardíaco por outros sinais de insuficiência cardíaca: falta de ar, queda de pressão, pulso filiforme, palidez da pele e aparecimento de suor frio.

A miocardite é uma lesão inflamatória do músculo cardíaco. As causas da doença são infecções virais. Os primeiros sinais são desconforto, dor no peito com radiação na coluna vertebral. Então a temperatura aumenta, falta de ar, tosse seca aparece.

Angina de peito. Desenvolve-se em violação aguda do suprimento sanguíneo coronário. A dor aparece repentinamente após o esforço físico, irradiando entre as omoplatas, no ombro esquerdo. Como resultado, os pacientes confundem um ataque de angina de peito com osteocondrose.

Para referência! Se a dor diminuir após 15 a 30 minutos de descanso ou após tomar nitroglicerina, isso indica problemas cardíacos.

Doenças pulmonares

Os pulmões estão localizados na parte superior do peito, mais perto da coluna vertebral. Portanto, qualquer dano no tecido pulmonar provoca uma síndrome da dor que se espalha para a coluna.

Pneumonia, pleurisia são doenças inflamatórias. No primeiro caso, os alvéolos dos pulmões ficam inflamados, no segundo - a membrana serosa.

Sinais característicos: dor nas costas do lado da área afetada.

A dor é agravada pela tosse, batendo nas costas. A doença é acompanhada de febre, dificuldade em respirar.

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo bacilo de Koch. As bactérias infectam o tecido pulmonar, causando sua degradação.

bol v grudnoy kletke 5 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

Os sintomas da tuberculose ocorrem apenas com a forma aberta: tosse, febre baixa, falta de apetite. A dor no peito e nas costas é uma manifestação de um estágio terminal tardio, quando não é mais possível ajudar o paciente.

Úlcera gástrica, úlcera duodenal. Sob a influência do ácido clorídrico, a mucosa gástrica e a camada submucosa são destruídas. Dor no epigástrio, estendendo-se entre as omoplatas é um sinal característico da doença.

A dor está diretamente relacionada às refeições. Com uma úlcera de estômago, eles ocorrem após comer, com uma úlcera duodenal - com o estômago vazio.

Distinga as manifestações das úlceras da osteocondrose por outros sintomas específicos: azia, arrotos, náusea, um sabor desagradável na boca.

Pancreatite, necrose pancreática. Manifestações de inflamação e necrose pancreática são muito semelhantes a um ataque cardíaco, uma vez que o pâncreas está localizado à esquerda. A dor tem caráter de cinturão, o paciente tem uma alteração na frequência cardíaca, palidez da pele. A pancreatite aguda é acompanhada de vômito misturado à bile.

A colecistite é uma inflamação da vesícula biliar que ocorre como uma complicação da doença da vesícula biliar. Devido a uma violação do fluxo de bile, sua estagnação ocorre, as paredes da bexiga ficam inflamadas e o órgão aumenta de tamanho. A colecistite catarral aguda se manifesta por fortes dores constantes no hipocôndrio direito, estendendo-se à escápula direita, braço direito e ombro.

Importante! Na colecistite crônica, os sintomas não são tão pronunciados, o desconforto ocorre após a ingestão.

Cólica hepática. Ocorre quando o ducto biliar é bloqueado com pedra. A dor é aguda, paroxística, irradiando para o lado direito das costas, o ombro direito.

O paciente abre vômito com bile, o estômago incha. A urina fica escura e turva, as fezes clareiam.

Oncologia

Às vezes, dores na coluna são sintomas de câncer. Um tumor oncológico é formado não na coluna, mas em outros órgãos e espalha metástases.

O tumor cancerígeno cresce, células mutantes com fluxo sanguíneo espalhado por todo o corpo. As células patológicas são introduzidas na bainha nervosa, o que causa a descompressão dos nervos - a principal causa da dor.

Metástases na coluna vertebral geralmente produzem tumores nos pulmões, glândulas mamárias.

As metástases são de dois tipos:

  • Osteolítico. Eles dissolvem o tecido ósseo, o tamanho e a altura das vértebras diminuem.
  • Osteoblástico. O tecido ósseo cresce incontrolavelmente, compacta. Os raios X mostram uma mudança no volume e na forma do osso.

Além disso, um tumor pode se formar diretamente na coluna vertebral.

  • Condrossarcoma. Afeta principalmente a região torácica.
  • Mieloma múltiplo Se espalha para as vértebras e tecidos moles adjacentes.
  • Cordoma. Ocorre mais frequentemente nas vértebras lombares.

A insidiosidade da doença em seu curso assintomático até o estágio 3. Isso se deve à alta frequência de mortes.

Os sinais de câncer são semelhantes à manifestação de osteocondrose ou hérnia; portanto, os pacientes não procuram o médico, atrasando uma doença perigosa.

bol v grudnoy kletke 6 - Dor no meio do peito ao tossir, pressionar, inspirar, mover, dificuldade para respirar

Em um estágio inicial, a dor se manifesta nas curvas, inclinando o corpo, batendo nas costas. Então eles se tornam permanentes. O paciente também tem outros sintomas de tumores malignos da coluna vertebral:

  • Compromisso motor. Dificuldade em levantar os braços, fraqueza muscular.
  • Baixa temperatura, que não sai antipirético.
  • Fraqueza, fadiga, falta de apetite.
  • Dor nas costas aguda irradiando para o peito. A síndrome da dor não para com analgésicos, aumenta na posição supina.
  • Diminuição da sensibilidade dos membros, percepção distorcida do calor e do frio.
  • Distúrbios cognitivos: atenção prejudicada, memória.
  • Aumento da pressão arterial, arritmia.

Doenças psicológicas em meio ao estresse

O que fazer com dores nas costas entre as omoplatas? Ou como acalmar os músculos das costelas se suas costas e peito doerem? Encontrar respostas para essas perguntas por si só é muito problemático, especialmente se elas aparecerem no contexto de situações estressantes.

Doenças semelhantes podem ocorrer se as pessoas estiverem muito preocupadas. No processo, a compressão muscular é observada, pois ocorrem cãibras no peito.

Se, na presença de tais distúrbios, as pessoas limitam a atividade física, por várias razões, é muito difícil eliminar a dor na parte inferior do tórax ou na parte superior. O fato é que é impossível livrar-se dos bloqueios musculares enquanto estiver sentado constantemente.

Tatyana Jakowenko

Editor-chefe da Detonic revista online, cardiologista Yakovenko-Plahotnaya Tatyana. Autor de mais de 950 artigos científicos, inclusive em revistas médicas estrangeiras. Ele tem trabalhado como um cardiologista em um hospital clínico há mais de 12 anos. Possui modernos métodos de diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares e os implementa em suas atividades profissionais. Por exemplo, usa métodos de reanimação do coração, decodificação de ECG, testes funcionais, ergometria cíclica e conhece muito bem a ecocardiografia.

Por 10 anos, ela tem participado ativamente de vários simpósios médicos e workshops para médicos - famílias, terapeutas e cardiologistas. Ele tem muitas publicações sobre estilo de vida saudável, diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas e vasculares.

Ele monitora regularmente novas publicações de europeus e americanos cardiolrevistas científicas, escreve artigos científicos, prepara relatórios em conferências científicas e participa em conferências europeias cardiology congresses.

Detonic