Sintomas de cardiosclerose difusa e métodos de tratamento

O que fazer se o paciente for diagnosticado com cardiopatia isquêmica ou cardiosclerose difusa (o que é discutido acima), nem todo mundo sabe.

Antes de tudo, você deve prestar atenção à sua dieta diária e, se possível, eliminar alimentos gordurosos e condimentados, além de sal de mesa (algo que provocará o desenvolvimento de aterosclerose e hipertensão arterial) ou pelo menos limitar seu uso. Deve ser dada prioridade a peixes, vegetais e frutas, caldos e cereais diversos.

Além disso, você deve trazer à sua vida um esforço físico mínimo, por exemplo, exercícios matinais, começar a andar à noite. Em uma palavra, recusar, na medida do possível, um estilo de vida sedentário. Será útil nadar, caminhar escandinavo.

A terapia para cardiosclerose visa eliminar as manifestações da doença subjacente, melhorar os processos metabólicos no miocárdio, eliminar sinais de insuficiência cardíaca e condução e ritmo prejudicados.

A cardiosclerose é tratada com diuréticos, vasodilatadores periféricos e medicamentos antiarrítmicos. Todos os pacientes com cardiosclerose demonstram limitar a atividade física. Na presença de um aneurisma cardíaco, pode ser indicado tratamento cirúrgico; em distúrbios graves de condução, implantação de marca-passo.

Exame diagnóstico do coração

Para confirmar o diagnóstico, depois de estudar a história médica de um paciente com suspeita de doença arterial coronariana ou cardiosclerose difusa, o médico fará uma referência para o diagnóstico. Será realizado em várias áreas principais:

  • exames laboratoriais de sangue - permitem avaliar o nível de colesterol no sangue, obter informações sobre o estado geral de uma pessoa, a presença de doenças concomitantes;
  • ECG - permite acompanhar a frequência cardíaca e a frequência cardíaca, bem como identificar as alterações observadas no trabalho do corpo;
  • Ultrassom - permitirá avaliar o funcionamento do coração, bem como estudar as características das alterações observadas na musculatura do órgão;
  • RM - permite determinar a localização do foco patológico, mesmo que se trate de pequena cardiosclerose focal difusa.

Após a obtenção dos resultados do exame, podemos falar sobre o tratamento eficaz da cardiosclerose difusa, que ajudará a aliviar a condição do paciente e a aliviá-lo dos sintomas existentes.

Não é nenhum segredo que você precisa começar eliminando a causa raiz da doença, portanto, o tratamento da isquemia será prescrito primeiro. É selecionado em cada caso individualmente, mas sua base permanece a mesma:

  1. nitratos orgânicos - drogas antianginosas que promovem a vasodilatação, melhorando o fluxo sanguíneo, e também reduzem a demanda de oxigênio do músculo cardíaco;
  2. bloqueadores dos receptores beta-adrenérgicos - necessários para reduzir a demanda de oxigênio do miocárdio. Um exemplo vivo desse grupo de drogas é a anaprilina. Esses medicamentos são prescritos para melhorar a tolerância ao esforço físico, aumentar a resistência do corpo;
  3. Os antagonistas do cálcio são outro grupo de medicamentos usados ​​no tratamento de doenças coronárias e cardiosclerose. Eles agem em uma direção semelhante aos grupos de medicamentos anteriores, eles são necessariamente parte do tratamento.

Dado o fato de que a aterosclerose difusa também se torna a causa da cardiosclerose, é importante cuidar do aumento da condução vascular. Para esse fim, uma dieta especial deve ser seguida. É o seguinte:

  1. excluir alimentos fritos e gordurosos da dieta;
  2. substituir carne por peixe;
  3. minimizar a quantidade de gorduras animais consumidas, substituindo-as por vegetais;
  4. limitar a quantidade de líquido que você bebe, bem como sal de mesa;
  5. sature a dieta com legumes e frutas frescas.

Se você está interessado na pergunta - por quanto tempo eles vivem com cardiosclerose difusa, a resposta dependerá diretamente da oportunidade de sua detecção e da qualidade do tratamento. Em maior medida, o curso posterior da doença é determinado pela própria pessoa, pois, tendo abandonado os maus hábitos, tendo revisto sua dieta e regime diário, ela já dá uma grande contribuição para o tratamento, obtendo boas chances de recuperação.

Obviamente, é impossível restaurar áreas patologicamente alteradas do miocárdio, mas você pode interromper a progressão da doença e aliviar sua condição.

!  Como normalizar rapidamente a pressão em casa

A cardiosclerose difusa é um processo patológico irreversível completo. O tratamento exclui a iniciativa pessoal e ocorre apenas sob a supervisão de um cardiologist.

A terapia complexa inclui as seguintes etapas:

  1. Estabilização de drogas.
  2. Cirurgia para indicações.
  3. Dieta.
  4. Estilo de vida saudável e prevenção.

Dependendo da gravidade do processo esclerótico, o tratamento conservador pode ocorrer em nível ambulatorial ou hospitalar.

GrupoAçao SocialNome do medicamento
NitratosPara aumentar o fluxo sanguíneo e reduzir a carga no coração.Nitroglicerina, nitrosorbida.
Antagonistas do cálcioCom hipertensão, para aliviar o vasoespasmo.Diltiazem, nifedipina.
Bloqueadores betaCom hipóxia, para normalizar a pressão arterial.Anaprilina, metoprolol, inderal.
EstatinasCom colesterol elevado.Atorvastatina, atoris, rosuvastatina.
GlicosídeosCom insuficiência cardíaca.Digoxina.
MetabólitosNutrição para a regeneração do tecido muscular.Foi produzido, Mildronate.
DiluentesLeve para a vida com isquemia, arritmias, em um estado pós-infarto, após 45 anos.Lospirina, clopidogrel, magnórico.

Detonic - um medicamento único que ajuda a combater a hipertensão em todas as fases do seu desenvolvimento.

Detonic para normalização da pressão

O efeito complexo dos componentes vegetais da droga Detonic nas paredes dos vasos sanguíneos e no sistema nervoso autônomo contribuem para uma rápida diminuição da pressão arterial. Além disso, este medicamento evita o desenvolvimento da aterosclerose, graças aos componentes únicos envolvidos na síntese da lecitina, um aminoácido que regula o metabolismo do colesterol e impede a formação de placas ateroscleróticas.

Detonic síndrome não viciante e de abstinência, uma vez que todos os componentes do produto são naturais.

Informações detalhadas sobre Detonic está localizado na página do fabricante www.detonicnd.com.

A nutrição adequada

Pacientes com diagnóstico de cardiosclerose difusa devem aderir a uma dieta.

  • recusar frito, picante (cebola, alho), gorduroso e alimentos com colesterol alto;
  • limitar a ingestão de sal, açúcar, chá, café, nabo, rabanete;
  • incluir na dieta alimentos ricos em vitaminas e minerais (produtos dietéticos à base de carne, kefir, leite, frutas e legumes);
  • consumo de pratos de peixe;
  • incluem a ingestão de azeite ou óleo de linhaça, nozes.

3186415 - Sintomas de cardiosclerose difusa e métodos de tratamento

Em caso de falha da terapia conservadora, a prática cirúrgica é recorrida a:

  • ponte vascular;
  • stent;
  • implantação de marca-passo.

Com a formação de um aneurisma, é necessária uma operação para extirpar a lesão, seguida de próteses de tecido saudável.

A terapia para esta doença deve ser prescrita o mais rápido possível após o diagnóstico.

Normalmente, ele visa eliminar várias manifestações:

  • eliminação de sintomas isquêmicos;
  • preservação do músculo cardíaco e restauração do estado normal de saúde do paciente;
  • eliminar o desenvolvimento de insuficiência cardíaca;
  • restaurar a frequência cardíaca normal.

O tratamento da cardiosclerose difusa é conservador e cirúrgico.

Nos estágios iniciais da doença, a terapia medicamentosa é geralmente recomendada.

Para melhorar a função cardíaca e normalizar a frequência cardíaca, os seguintes medicamentos são prescritos:

  • antagonistas de cálcio (Diltiazem, Nifedipine et al.);
  • betabloqueadores da adrenalina (Egilok, Bisoprolol);
  • Inibidores da ECA (enalapril);
  • nitratos (nitroglicerina, nitrosorbido).

Se o colesterol é muito alto, as estatinas são prescritas. Os diuréticos também são usados ​​para eliminar o edema. Para evitar a formação de coágulos sanguíneos nos vasos, Cardiomagnil, Thrombo-ass, Aspirina são usados.

Se o tratamento medicamentoso não trouxe o resultado esperado, a cirurgia é usada. Também é usado em casos graves nos estágios finais do desenvolvimento desta doença.

Entre os métodos cirúrgicos, são utilizados os seguintes:

  • instalação de marca-passo;
  • stent;
  • cirurgia de ponte de safena.

Se um aneurisma se desenvolver, é necessário executar uma operação com urgência, caso contrário o paciente poderá morrer. A área afetada é removida e uma prótese é instalada em seu lugar.

O que fazer se o paciente for diagnosticado com cardiopatia isquêmica ou cardiosclerose difusa (o que é discutido acima), nem todo mundo sabe.

Antes de tudo, você deve prestar atenção à sua dieta diária e, se possível, eliminar alimentos gordurosos e condimentados, além de sal de mesa (algo que provocará o desenvolvimento de aterosclerose e hipertensão arterial) ou pelo menos limitar seu uso. Deve ser dada prioridade a peixes, vegetais e frutas, caldos e cereais diversos.

!  O que é diástase, urinálise para enzimas e decodificação de seus dados

O que é uma doença?

Esta doença se desenvolve lentamente, ao longo dos anos, frequentemente precedida por doença cardíaca coronária. Portanto, de acordo com a classificação internacional de doenças, o código da doença é 120.125.

Muitas vezes, a insuficiência cardíaca aparece. No lugar de cicatrizes formadas como resultado de infarto do miocárdio ou doenças infecciosas, aparece atrofia tecidual. Em seguida, eles são substituídos por outro tecido. Esses locais estão localizados em toda a superfície do miocárdio.

Na maioria das vezes, a cardiosclerose difusa aparece em idosos, mas há informações sobre o desenvolvimento dessa doença em pessoas relativamente jovens.

As placas de colesterol nos vasos geralmente contribuem para o aparecimento da doença. Eles exacerbam a condição do paciente. Portanto, é importante monitorar o metabolismo lipídico.

Se tal doença pode causar a morte, a resposta é bastante positiva. Quanto tempo eles convivem com esta doença crônica depende da gravidade do processo, do tempo de procura de ajuda médica e do humor do paciente, da minuciosidade da implementação das recomendações médicas.

Complicações da cardiosclerose

A cardiosclerose pode ser complicada por insuficiência cardíaca crônica progressiva, formação de aneurisma cardíaco, bloqueio atrioventricular, desenvolvimento de taquicardia paroxística ventricular, que representam uma séria ameaça à vida do paciente. A ruptura da parede do aneurisma do coração leva ao tamponamento da cavidade pericárdica.

Possíveis causas do desenvolvimento

O tecido muscular cicatricial é sempre precedido por processos destrutivos que podem ser causados ​​por doenças sistêmicas ou fatores gerais.

DoençaProcessos patológicos
AteroscleroseA deposição de colesterol no interior dos vasos leva ao suprimento insuficiente de sangue ao miocárdio, causando sua distrofia com o desenvolvimento de cicatrizes.
isquemiaDanos às artérias coronárias, nas quais se observa a forma mais pronunciada da doença.
MiocarditeInflamação no coração com a formação de focos de tecido conjuntivo.
Cardiomiopatia (Cardiodistrofia)Mudar o tamanho do coração de uma natureza diferente - espessamento, compressão, expansão, perturbação da nutrição e destruição dos cardiomiócitos.
Hipertensão arterialCausa arteriosclerose, a qual, por sua vez, leva à isquemia do miocárdio.
DiabetesLesão diabética de pequenos capilares com hipóxia subsequente.
ReumatismoInflamação do tecido conjuntivo com localização na superfície do coração.

Preparativos

Dos medicamentos, em primeiro lugar, deve-se prestar atenção aos medicamentos do grupo de estatinas. Esses medicamentos ajudam a diminuir o colesterol no sangue, impedindo o desenvolvimento de aterosclerose. Tais drogas incluem Atorvastatina, Lovastatina e outros.

Outro medicamento obrigatório para a prescrição de pacientes com diagnóstico de cardiosclerose é o Aspicard (ácido acetilsalicílico, cardiomagnílico, acetilsalicílico). Contribui para algum afinamento do sangue, o que melhora suas propriedades reológicas e reduz o risco de eventos isquêmicos no miocárdio.

Será útil usar alguns medicamentos metabólicos, como Mildronate, vitaminas do complexo B. Essas drogas melhoram os processos metabólicos nas células do músculo cardíaco, o que melhora suas propriedades reparadoras e atividade funcional.

Para reduzir a dor no coração, você pode usar Nitroglicerina, Molsidomin (ou Dilacid), validol, Zelenin Drops. Essas drogas afetam os vasos sanguíneos do coração, causam sua expansão e, assim, contribuem para a melhoria da circulação sanguínea neles.

Dos cardioprotetores, recomenda-se o uso de “Tiotriazolinum” ou “Trizidinum”. Sua principal função é melhorar a resistência dos cardiomiócitos ao estresse e prevenir o desenvolvimento de alterações necróticas.

Outro medicamento obrigatório para a prescrição de pacientes com diagnóstico de cardiosclerose é o Aspicard (ácido acetilsalicílico, cardiomagnílico, acetilsalicílico). Contribui para algum afinamento do sangue, o que melhora suas propriedades reológicas e reduz o risco de eventos isquêmicos no miocárdio.

Para reduzir a dor no coração, você pode usar Nitroglicerina, Molsidomin (ou Dilacid), validol, Zelenin Drops. Essas drogas afetam os vasos sanguíneos do coração, causam sua expansão e, assim, contribuem para a melhoria da circulação sanguínea neles.

Dos cardioprotetores, recomenda-se o uso de “Tiotriazolinum” ou “Trizidinum”. Sua principal função é melhorar a resistência dos cardiomiócitos ao estresse e prevenir o desenvolvimento de alterações necróticas.

Svetlana Borszavich

Clínico geral, cardiologista, com trabalho ativo em terapia, gastroenterologia, cardiologia, reumatologia, imunologia com alergologia.
Fluente em métodos clínicos gerais para o diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas, bem como eletrocardiografia, ecocardiografia, monitoramento de cólera em um eletrocardiograma e monitoramento diário da pressão arterial.
O complexo de tratamento desenvolvido pelo autor ajuda significativamente com lesões cerebrovasculares e distúrbios metabólicos no cérebro e doenças vasculares: hipertensão e complicações causadas pelo diabetes.
O autor é membro da European Society of Therapists, participante regular em conferências e congressos científicos na área da cardiolmedicina e medicina geral. Ela tem participado repetidamente de um programa de pesquisa em uma universidade privada no Japão na área de medicina reconstrutiva.

Detonic